Tortinhas de frutas com farinha de centeio

6 Comments

romans in england-5romans in england-2Não uso muito centeio na minha culinária, ou no meu baking. Não existe razão especial. É só uma daquelas situações que acontecem muitas vezes. Falta de oportunidade. Gosto muito de pão feito com centeio. Passei a ter o hábito de comê-lo com minha amiga alemã Bettina. Faziamos muitas caminhadas pela Inglaterra, e Bettina tinha sempre um sanduíche com fatias de centeios. Mais recentemente tenho comprado um pão de centeio estilo alemão na Marks and Spencer que é delicioso. Ponho na torradeira e uso como base para um sanduíche aberto. Gosto deles com um pouco de cream cheese, cenoura ralada,  sementes de gergelim pretas ou salmão defumado com abacate.

tortinhas -2romans in england-3Há umas semanas estava lendo o blog de uma jovem inglesa de 18 anos, a  Izy, e  me deparei com a receita de umas tartlets feitas com farinha de centeio. Fiquei fascinada por elas. E resolvi que iria fazê-la também. Para quem não conhece a Izy tem um blog chamado Top with Cinnamon. Ela ainda esta terminando seus exames. Possue o entusiasmo de uma menina.

Sua receita é recheada com ruibarbos pois estão na estação. Mas fiz as minhas com frutas que tinha em casa. Bananas, morangos e figos. Preparei o recheio de forma simples, com um pouco de açúcar. Sem excesso. Usei gengibre em caldas picados para as de banana, e respinguei com um pouco da calda de gengibre. Ficou delicioso. O de morango  foi  respingado com uma redução de balsâmico. O de figos foi só respingado com maple syrup.

tortinhas -3Uma das coisas que mais me atraem nesta massa é que a preparamos usando a técnica de frissage, que é uma técnica que produz camadas de gordura na massa, mas que näo se prepara como a massa folhada. Nesta técnica nós misturamos a manteiga gelada em cubos à farinha, mas sem bater. Só para criar um efeito areia em que ainda vemos bolotas de manteiga. Trabalhamos então a massa como que ‘esfregando’ a mesma. Como acho muito difícil explicar este preparo – mas que não é difícil de executar, coloco aqui neste link um vídeo em que a ótima Joanne Chang demonstra o preparo. O vídeo é um pouco longo, então dê um forward para o minuto 3.19. É ótimo ver o preparo – melhor que mil palavras: técnica frissage.

romans in england-4

farinha de centeio tartlets-7

Fotos: as fotos de localidade (mosaícos romanos e banco de jardim) foram tiradas nas ruínas de um palácio romano em  Fishbourne no sul da Inglaterra

Estas tortinhas são bem rústicas, deliciosas. A farinha de centeio dá um sabor bem interessante. Listei o ingrediente ‘água’ pois estava na receita original, mas não precisei usar na minha massa. Vai depender da farinha de trigo que você usar. Caso depois da cachaça você ainda precise de um pouco de líquido, acrescente a água bem aos poucos.Pode ser que você só precise de um tiquito.

Ingredients:

Instructions:

Preparo da massa:

Coloque as farinhas, canela, sal e açúcar em uma tigela. Use um fouet para misturar tudo. Ponha a manteiga na tigela com a farinha, e com a ponta dos dedos misture a manteiga à farinha somente até quando a metade fique como bolinhas de areia. A outra metade vai ficar ainda em cubinhos. Salpique a massa com a cachaça e use as mãos para misturar – você deve conseguir colocar os ingredientes juntos. Mas não tente fazer uma bola  uniforme. Vire a mistura em uma bancada, fazendo um morrinho. Comece a trabalhar a massa de acordo com a técnica: com a palma da mão aberta empurre um pouco da massa do morrinho contra a bancada usando a parte de trás da palma da mão. O vídeo que coloquei na introdução demonstra bem como se fazer isso. Uma vez que você tenha trabalhado toda a massa modele-a como que uma bola achatada e envolva em plástico filme antes de colocar na geladeira. Deixe na geladeira por pelo menos 30 minutos antes de usar.

Retire da geladeira e deixe chegar à temperatura ambiente antes de usar a massa. Pre-aqueça o forno – 180oC.  Quando a massa atingir a temperatura ambiente divida-a em 4 partes. A  Izy conseguiu dividir a dela em 6. E você vai conseguir 4 ou 6? Abra cada porção da massa, uma por uma. Costumo abrir a minha massa já no papel manteiga que vai ao forno. Abri a minha em algo parecido com um círculo. Pincele geléia de damasco em quase toda superfície, deixando só uma borda de massa que vai ser usada para dobrar por cima do recheio.

Para preparar o recheio: pegue a fruta de sua preferência e corte em pedaços. Coloque em uma tigela, jogue um pouco de açúcar nelas, e misture. Disponha a fruta na base da massa, e depois pegue as pontas da massa e dobre por cima das frutas. O objetivo não é cobrir a fruta, mas fazer uma gordinha para manter a fruta dentro da rodela de massa. No que fiz com banana piquei um pouco de gengibre em calda e misturei na tigela com a banana. Pincele a massa com um pouco de leite. Asse por 25/30 minutos . Retire do forno e deixe esfriar um pouco antes de servir. O de banana eu reguei com um pouco da calda de gengibre, o de morango com uma redução de balsâmico e o de figos com maple syrup.

6 Comments
  • Cucchiao pieno

    Responder

    Valentina, não consegui comentar no post da torta de aspargos, então deixarei outro comentário aqui:-)
    Adoro aspargo e fiquei também com vontade de comer um crú – hehehehe!
    Aprendi a apreciar queijo de cabra aqui na Itália, pois no Brasil eu nunca tinha experimentado! Uso com frequência e fica perfeito na lasanha de berinjela que faço em dia especiais!
    Uau, certamente tudo seria mais perfeito se tivéssemos dividido essa torta maravilhosa, mas esse ano estou te esperando para uma comidinha caseira aqui em casa!
    Bjo grande
    Léia

    • valentinajacome

      Querida, vou ja fazer uma lista de coisinhas para preparar no nosso encontro. e sei que vc vai amar aspargos crus. deliciosos.

  • Cucchiao pieno

    Responder

    Nunca usei farinha de centeio e acho que é também pela falta de oportunidade!
    Essas tortinhas ficaram simplesmente fantásticas e estou salivando – nham, nham…
    Bjim
    Léia

    • valentinajacome

      Leia querida, agora estou com um saco desta farinha e vou ter que fazer bastante coisioa para usar tudoo. Depois dividirei outras aventuras com ela. bjocas

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Gostei de todas as tortinhas, Tina, mas a de figo foi a minha paixão, além de eu amar a fruta a tortinha ficou linda demais!
    Eu gosto muito de pão de centeio, vi uma receita na Gourmet Traveller de pão de centeio feito com cerveja, estou doida pra provar.

    • valentinajacome

      Pat, fiquei pensando em fazer figo com pedacos de gengibre em calda. Ainda vou fazer – estou suuuper curiosa.

Leave a Comment