Domingo de Páscoa e Simnel cake, um bolo especial

10 Comments

simnel cake-4Desde aproximadamente 2010 este bolo de Páscoa voltou a ser bem procurado, o que de certa forma coincide com a revalorização da tradição gastronômica. Este bolo que nos seus primórdios era fervido e ficava de consisteência bem dura, de quebrar dente se bobear, virou uma deliciosa tradição pascoal.
Simnel cake não foi sempre uma tradição de Páscoa. Embora  já existisse  na época medieval inicialmente ele parecia ser feito para ser levado pelas jovens serviçais para suas mães nos seus dias de folga, no Mothering Sunday. Esta data caia no 4a domingo do período da quaresma quando a rigidez  do jejum era levemente relaxada. Já li em alguns artigos que as mães os guardavam até a Páscoa quando o jejum terminava. Por volta dos século 18 o Simnel passou então a ser uma tradição de Páscoa.
simnel cake-3
Parte da decoração tradicional do simnel cake são as 11 bolos de marzipã para simbolizar os apóstolos – excluíndo Judas que por ser considerado um traidor não tem lugar no Simnel cake. As vezes pode-se encontrar uma 12a bola no centro do bolo  simbolizando Jesus. Ele não é um bolo barato pelos seus ingredientes: frutas secas, marzipã. As quantidades de farinha, açúcar e manteiga são idênticas, mas devido às frutas secas ele não fica como um bolo do tipo sponge. O uso de açúcar mascavo claro acrescenta um sabor bem gostoso, como que de fudge.
simnel cake-5Há milhares de variações – tortas Simnel, mini bolos Simnel, rum na massa, já até perdi a conta de tudo que vi. Mas esta receita, bem mais para o tradicional, é uma que me agrada muito. Embora ele lembre muito o bolo de natal, o acho bem mais  saboroso e delicado do que o Christmas cake. Quando ele vai chegando em 3/4 do seu tempo no forno o perfume vai invadindo a cozinha. Mas só o como no domingo de Páscoa, nem um dia antes. Acho que estou ficando uma pessoa tradicional à medida em que envelheço. Não gosto muito de modismos superficiais, que não resistem ao tempo por não ter substância.
Feliz domingo de Páscoa!!

Esta receita peguei na revista Sweet, mas já a vi também em outras publicações. Não sei de quem é a autoria.

Ingredients:

Para o bolo

Para a cobertura

Instructions:

*mixed spice: eé uma mistura de temperos facilmente encontrada por aqui. Consiste basicamente de uma mistura de canela, noz moscada e coentro; caso você não ache facilmente você pode fazer a sua própria mistura. Coloque quantidades iguais de cada um dos ingredientes e misture bem; às vezes cravo também é utilizado

Pre-aqueça o forno – 140oC. Pegue uma forma de 18 cm, unte e forre com papel manteiga. Reserve. Pegue o marzipã e corte dois círculos de 18 cm cada um. Reserve entre folhas de papel manteiga. Faça 11 bolinhas de marzipã e reserve.

Separe todos os ingredientes.

Ponha a manteiga e açúcar mascavo claro em uma tigela e bata bem até a mistura ficar clara e cremosa – pelo menos uns 3 minutos. acrescente os ovos aos poucos batendo bem. Se a mistura ficar com cara de que está separando é só acrescentar uma colher de sobremesa de farinha de trigo e a mistura ficará uniforme.Peneire a farinha de trigo, sal e ‘mixed spice’ e acrescente à mistura delicadamente de duas vezes. Em seguida misture as frutas secas, raspas de limão e as cerejas e acrescente à mistura em pequenas levas para que fique tudo bem distribuído na massa.Divida a massa em duas partes iguais e ponha uma parte na forma. Bata a forma na superfície para nivelar bem. Coloque um disco de marzipã por cimae nivele. Transfira o restante da massa para a forma e nivele bem. Leve ao forno por 1 hora e 45 minutos.

10 Comments
  • Renata Boechat

    Responder

    Minha amiga,

    com você eu aprendo tanto!

    Sempre ligada nas tradições, acho bárbaro

    Simnel Cake, aprendi mais um, que bom!

    Grande abraço,
    Fique bem!

  • Luciana Betenson

    Responder

    Valentina, fazia tempo que eu não via um bolo tão diferente e apetitoso. Adorei! Espero que sua Páscoa tenha sido boa. Beijos!

    • valentinajacome

      Oi Lu, saudades de ti. Vejo então que vc näo conhecia o simnel.; o ) vale a pena fazer para uma ocasião festiva.

  • valentinajacome

    Responder

    Pat, tenho um carinho especial pelo simnel cake. Confesso que acho que nao conseguiria fazê-lo de chocolate – puremante por lealdade afetiva. Risos. Mas deve ficar muito bom com as frutas secas e um pouco de rum tambêm.; 0 )

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, que lindo ficou o bolo – uma fofura os coelhinhos no topo! <3
    Há uma variação deste bolo feita de chocolate na Gourmet Traveller, morro de vontade de provar.
    Feliz Páscoa, amiga! xx

  • Bel

    Responder

    Gostei muito da estória deste bolo, que interessante, mas parece ser um bolo muito rico. Gostaria de tentar reproduzi-lo mas aqui não tenho a farinha de espelta. Você saberia qual poderia substituí-la?
    Bjos.

    • valentinajacome

      Oi Bel, você pode substituir pela mesma quantidade de farinha de trigo comum.

      • Bel

        Obrigada, vou tentar fazê-lo e depois te conto. Bjos e boa semana.

  • Gina

    Responder

    Valentina,
    Esse bolo é extremamente rico e lembra muito o de natal. Gosto da tradição associada a ele com a simbologia dos apóstolos.
    Uma feliz páscoa pra você também!

    P.S.: Desculpe o sumiço, mas a mudança, que agora está bem perto, está consumindo meu tempo…

    • valentinajacome

      Querida Gina, sei bem o que tempo que corre pelas mãos queridas. Este bolo é muito querido. Sou muito apaixonada pela tradição na gastronomia. Ela eé a base, não é? Boa sorte na mudança.

Leave a Comment