Sorbet de Vinho Quente

12 Comments

Harry Eastwood. É uma moça muito interessante. A primeira vez em que a vi foi na televisão fazendo parte de um programa chamado Cook yourself thin. A série saiu no Canal 4, um dos canais de televisão ingleses. Nele 4 moças apresentavam receitas deliciosas, mas preparadas de uma forma mais saudável. Infelizmente só passou por duas série. Mas 3 das moças continuaram aparecendo de vez em quando em programas na TV, escrevendo sobre comida para revistas e publicando livros. Uma delas é Harry Eastwood. Ela lançou um livro em que apresenta várias receitas de influências francesas,mas preparadas de uma forma mais light. Segundo ela, comida é sua paixão, mas têm uma tendência a engordar. Então sempre busca uma versão de pratos que adora, mas preparando-os de forma mais leve porém sem comprometer no sabor. Vive na França aonde cresceu, e passou um ano trabalhando no livro de onde tirei esta receita: The Skinny French Kitchen.

Esta receita é baseada numa receita clássica do famoso chef francês Michel Guérard chamada Granita de vinho tinto. Harry resolveu dar um toque pessoal à receita criando um sorbet que lembra vinho quente. Achei esta receita deliciosa,divertida mesmo pois enquanto me deliciava com ela não conseguia parar de pensar em vinho quente, e dias muito frios. Fiquei imaginando sendo servida depois de um churrasco. Pensei nas refeições que a querida Iliane prepara para a família. E e ótima pois você pode prepará-la de véspera. Não deixe de usar a hortelã para servir. Dá um trande toque. Segundo indicações do livro a quantidade abaixo serve aproximadamente 6 pessoas. É claro que depende da quantidade servida e do tamanho das vasilhas servidas.

Sorbet de Vinho Quente

Inspirada na receita Vin Chaud Sorbet de Harry Eastwood

Ingredientes:

  • 150ml água
  • Sumo de duas laranjas – 200ml *
  • Tiras finas da casca de laranja
  • 100g açúcar refinado
  • 1 pau de canela
  • 500ml de vinho tinto**
  • 2 colheres de sopa de Cointreau

*meça a quantidade de sumo

**o vinho recomendado é um Burgundy; usei um Merlot que tinha em casa

Preparo:

Ponha a água, sumo e casca de laranja, açúcar e canela numa panelinha e leve ao fogo para esquentar e derreter o açúcar. Assim que o açúcar derrete tire a panela do fogo, tampe e deixe descansar por 30 minutos. Ou até que tenha esfriado completamente. Transfira o vinho e Cointreau para a panela, misture com uma colher e se tiver uma sorveteira ponha tudo lá.

a)      na sorveteira: utilize o programa indicado. Li que como o vinho não foi esquentado o tempo de congelamento é maior. E realmente tive que usar um programa longo

b)      na geladeira: espere umas seis horas antes de retirar para dar a primeira mexida. Se precisar deixe mais tempo e depois de 40 minutos retire de novo e mexa.

Transfira para as vasilhas em que for servir. Uma ótima dica da receita original era servir com folhas de hortelã. Dá uma ótima refrescada, e combina bem com o sabor do sorbet.

Achei um vídeo no You Tube caso você queira ‘ver’  Harry Eastwood em ação:

12 Comments
  • Marmita

    Responder

    Nunca provei mas confesso que fiquei com vontade! beijo da Marmita

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Lindo, Tina! Que cor! Adoro sobremesas levinhas assim, que idéia ótima!

    • Trembom

      Pat, também fiquei apaixonada pela cor. E fiquei alegrinha também pois tive que consumir a receita sozinha.risos. Que sacrifício!

  • Ana Paula de Jesus Louvem

    Responder

    Valentina querida,
    Eu assisti ao programa dessas mocinhas aqui no Brasil. Adorei tudo o que vi. E essa receita é daquelas que você saliva ao ler e já se imagina degustando…. rs
    Parabéns querida e ótimo final de semana!

    • Trembom

      Oi Ana, também gostei muito daquele program a. Fizeram até uma versão nos Estados Unidos e a Harry se mudou pra lá para participar.

  • Cristina Lunardeli

    Responder

    Também achei bem diferente a receita e parece deliciosa mesmo! adorei as fotos…ficaram lindas!!

    • Trembom

      Cris, põe diferente nisso. Idéia simples e ótima. Quanto às fotos, obrigada. Quero estar sempre melhorando.

  • Luciana Betenson

    Responder

    Que receita diferente e deliciosa! Adorei 🙂 E a Harry é ótima rsrs… Valentina, respondendo a pergunta que você deixou lá no meu blog (pode perguntar quanto quiser!), eu moro no Brasil, no interior de São Paulo, mas como meu marido vai todo ano a NY a trabalho, eu costumo pegar uma carona com ele. Por isto já bati muita perna naquela cidade 🙂 Um beijo,

    • Trembom

      Lu, adoro a franquesa dela. E da pitada de humor. Obrigada pela resposta à minha pergunta. Não gosto de fazer perguntas muito pessoais mas pensei que talvez voce tivesse se mudado para NY .; o )

  • Léia Silva

    Responder

    Querida Valentina
    Acabei minha jornada de estudo e vim espiar os trabalhos das amigas, para relaxar um pouco!
    Aqui, na Itália, nao tem muitos programas bons de culinária.
    Achei essa receita muito diferente, fiquei curiosa.
    Abraços fraternos
    Léia

    • Trembom

      Léia, estas fazendo provas? menina, pois ao contrário da Itália por aqui é uma invasão. E tem muitos bem interessantes.

Leave a Comment