Scones de abóboras

13 Comments

Feliz Ano Novo para todos!!

Dei um pulinho no Brasil para passar o natal e ano novo com a minha família. Cheguei no dia 24 a tempo da ceia de natal e estava de volta aqui no dia 4. Cheguei a tempo de pegar uma neve danada que caiu por estas bandas, algo raro. Nas quase duas décadas em que vivo na região sudeste da Inglaterra não havia visto nada igual. Vim de um clima de 30 graus – costa baiana, para temperaturas negativas. Uma mudança razoável. Estas fotos colocadas aqui foram tiradas na minha cidade, mais precisamente em um parque grande perto da minha casa. Com a neve o ritmo da cidade mudou completamente – para não dizer do país. A vontade é de ficar dentro de casa, ler um bom livro, tomar um chá ou bebida quente. E em mim também dá vontade de usar o forno. Tenho um livro de bolos pelo qual estou apaixonada em que se utiliza muitos legumes como parte dos ingredientes. E ele me inspirou nesta receita, mas é uma receita com a qual ainda quero mexer. Talvez usar uma farinha diferente. Fica para a próxima vez.

A utilização da abóbora não é pelo sabor. É sim por ser algo que tenho bastante em casa no momento, e que também influência o resultado final deixando o scone leve. Não sou estudiosa ou expert, mas ando fazendo experimentos. Abóboras são ótimas também por serem uma tremenda fonte de beta-caroteno. Também amo a cor final dos scones – um tom  amarelo claro. Num dia de inverno muito animador comer algo de cor viva, mexe com o humor – pelo menos com o meu.

O purê de abóbora é muito fácil de fazer – basta assar as abóboras fatiadas com casca e tudo num forno de 180oC por uns 40 minutos. Ao final retire a polpa já bem mole da casca (o fará sem esforços) e ponha num processador. Processe bem até ficar com uma massa tipo papa de bebê. Caso a variedade usada seja muito molhada, ao retirar do processador ponha numa peneira forrada com um tecido tipo fralda de bebê (não lembro o nome) e escorra o líquido. Se ao contrário a mistura for muito seca talvez seja necessário acrescentar um pouquinho de água para ajudar na mistura. Mas por favor, o faça delicadamente, pouquinho por pouquinho. Você  não quer ficar com uma ‘sopa’. E talvez mesmo assim você terá que usar a peneira forrada para se certificar que a mistura ficará bem sequinha. Divido o purê em saquinhos de 125g e congelo para uso em receitas futuras.

Scones de abóbora

Tenho um hábito imenso de fazer metade de muitas receitas e conversando com uma pessoa muito sábia ela me sugeriu que colocasse as quantidades que usava, pois as pessoas poderiam se beneficiar das quantidades reduzidas. Caso queira fazer a receita inteira é só dobrar a maioria dos ingredientes com exceção dos ovos – use um inteiro ao invés de só uma gema.

Ingredientes:

Rende 12 scones pequenos de 4 ½ cm de diâmetro

  • 1 ½ (8g) chá de manteiga em temperatura ambiente, bem macia
  • 40g açúcar (usei o mascavo claro -> chamado light brown sugar onde moro)
  • 1 gema de um ovo grande batida levemente com o garfo
  • 125g de purê de abóbora**
  • 150g farinha de trigo com fermento, peneirada
  • Pitadinha de sal

1/4 colher canela em pó – opcional

Um pouco de farinha de trigo para polvilhar a superfície aonde trabalhará a massa

Leite para pincelar os scones antes de levá-los ao forno

Preparo: pre-aqueça o forno – 180oC. Pegue uma assadeira e reserve.

Ponha o açúcar e a manteiga numa vasilha e use uma colher de pau para misturar os ingredientes. Com uma quantidade tão pequena acho completamente desnecessário usar uma batedeira. Fica a

seu critério. A textura desejada é uma massa combinando o açúcar e manteiga numa mistura praticamente homogênea. Acrescente a gema e bata bem com a colher. Depois acrescente o purê de abóbora e mexa mais para incorporar bem. Por fim acrescente a mistura de farinha de trigo e sal. Misture mais com a colher para incorporar bem. Caso a mistura esteja um pouco seca coloque uma

colher chá rasa de leite. Misture mais. Forre uma superfície com um pouquinho de farinha de trigo

misturada com ¼ colher chá de canela. Jogue a massa sobre esta superfície e trabalhe-a rapidamente para que pegue um pouco da canela. Usando as mãos faça um círculo com a massa e usando um cortador do diâmetro indicado obtenha 12 mini scones. Caso prefira pode cortar os scones em triângulos partindo do centro da massa – use somente uma faca para isso. Se usar um cortador maior do que o indicado, infelizmente não posso especificar quantos scones renderá. Espalhe os scones pela assadeira e asse por 15 minutos. Retire do forno, deixe esfriar e sirva.

Sirva com manteiga ou mesmo geléia. Dependo do que você gostar. O meu papei com ‘marmelade’, a geléia de laranja inglesa. Está bem na época de fazê-las, e ganhei um potinho de uma vizinha.

13 Comments
  • Marselha

    Responder

    Não leva nenhum tipo de fermento ?

    Abraço

    • valentinajacome

      A farinha de trigo utilisada leva fermento

  • ninacosta

    Responder

    Olá Valentina,
    Que delícia, aproveitou duas coisas maravilhosas da natureza: mar e a neve!
    Adorei saber que gosta de usar o forno em dias frios, por mais que isso pareça óbvio, eu sempre me senti a única a ter esse desejo nos duas chuvosos e frios! Agora me sinto acompanhada!
    Adoro suas receitas e seu texto solto!
    Obrigada por compartilhar e Feliz 2010!
    Beijinhos
    Nina

  • Dani

    Responder

    Ola Tina,

    Feliz 2010 para vc! Adorei esses scones, não conhecia ainda, mas parecem muito apetitosos. 🙂

    Bjos,
    Dani

  • Suzana

    Responder

    Querida Valentina, votos de um excelente 2010! Será que nos reencontramos este ano? 🙂

    Confesso que nunca me atrevi a juntar legumes à minha massa de scones por medo destes alterarem o equilíbrio… Hei-de experimentar estes seus, que têm muito bom aspecto.

    Bj enorme*

  • Richie

    Responder

    Oi!
    Sou novo por aqui, nos comentários, mas já fuçava no seu blog faz um tempinho. Feliz 2010 pra você!
    Esse post deu vontade de scones quentinhos ainda, com manteiga derretendo. A cor ficou linda, ainda mais manchadinho de canela. Vou experimentar com as abóboras daqui.

    Abraço 🙂

  • Gina

    Responder

    Tina,
    Um ótimo 2010 pra você!
    Cheguei de viagem e não tinha aviso do correio ainda, ok?
    Acho que a abóbora confere cor e sabor maravilhosos a tudo. Já fiz pão de abobora com coco e fica divino. Claro que já usei abóbora de mil e uma maneiras, mas o pão é um destaque.
    Seus scones devem ter ficado deliciosos e comeria mesmo sozinhos.
    Tem chovido muito por aqui e ligo o forno numa boa. Aceitaria scones para um cafezinho da tarde…
    Bjs.

  • Ameixinha

    Responder

    Fiz e publiquei uns scones de abóbora à Starbucks no início de Dezembro e adorei o resultado. Abóbora é um ingrediente muito prático e os teus scones ficaram lindíssimos 🙂
    Adoro neve, acho lindo mas aqui não temos aquecimento como têm as casa aí. É tão bom estar dentro de uma casa quente e ver a neve lá fora 🙂

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Feliz ano novo, querida!!
    Realmente a cor linda destes scones dão uma boa alegrada no dia da gente – até eu, com o calor daqui, fiquei mais contente de olhar estas belezinhas!
    Beijo!

  • Romy

    Responder

    Que coisa boa… adorei 😛

  • Téia

    Responder

    TIna querida, foi ótimo revê-la, um 2010 lindo e especial para você. Os scones estão coloridos e apetitosos e as fotos “indecentes”. Que frio está por aí, em? Creio ser um pouco sofrido mas as paisagens ficam mesmo maravilhosas. Acredita que não conheço a neve? Bjka.

  • Paulo RT

    Responder

    Scones…
    Taí algo que eu não conhecia. Olhei os outros que fez e me parecem interessantíssimos.
    Parecem tão fáceis de fazer e tão macios.
    Fiquei motivado para conhecer a massa básica para conhecer melhor. Depois que entender esses pães, vou experimentar tuas receitas que são muito interessantes.

  • Renata

    Responder

    Tina, teus scones estão lindos. E a abóbora realmente confere uma textura impecável!!!

    Bjs e feliz ano novo pra você também!

Leave a Comment