ragú de carne de porco e gado

28 Comments

Não sou mais grande comedora de carne, mas de vez em quando gosto de fazer algo com ela. Como tenho comido muito mal há umas duas semanas aproximadamente, neste fim de semana resolvi preparar algo ‘carnívoro’, e fazer um plano alimentar melhor para a semana. E este ragú é algo que gosto muito, tem um sabor tão delicado. O toque da canela e alho porro é elegante. Na hora em que você salgar o ragú não seja excessivo, pois caso contrário o sabor delicado das especiarias será completamente abafado. O cozimento lento faz com que a carne fique bem macia, e o sabor fica bem apurado. Gosto de usar carne moída, mas você pode usar um corte que goste. Gosto de jogar meia xícara de leite após 1 hora de cozimento.Acho que esta medida suaviza o sabor, corta a acidez.
Você pode usar o ragú com polenta, com arroz, com pasta, como recheio de torta. E uma salada verde de acompanhamento é excelente.

Ingredientes:

30g manteiga
¼ xícara azeite de oliva
8 folhas de sálvia
2 cebolas médias picadinhas
3 dentes de alho picadinhos
2 cenouras cortadas em cubinhos bem pequenos
2 talos de salsão picadinhos
2 alhos porró cortados no sentido longitudinal e depois picados
Pitadona de noz moscada
1 pau médio de canela
250ml de vinho tinto
500g de carne de porco moída
500g de carne de gado moída
500ml de caldo de carne ou legumes
500ml de passata ( é feita de tomates maduros que são transformados em um purê, e peneirados para remover a pele e semente)
1 colher de sopa de pasta de tomate

Esquente a manteiga e azeite de oliva em fogo médio numa panela de fundo pesado. Acrescente as folhas de sálvia, cebola, alho, cenouras, salsão, alho porró e especiarias, mexendo de vez em quando por uns 10 minutos. Acrescente o vinho e cozinhe por uns 15 minutos, até que o álcool evapore e o líquido se reduza. Não deixe ficar muito seco. Acrescente a carne e mexa para que a carne e os ingredientes na panela se integrem bem. Mexa por uns 5 minutos, e acrescente o restante dos ingredientes – os 3 últimos da lista. Ajuste o tempero, mas não carregue no sal. Quando ferver, baixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por umas 2 horas. Mexa de vez em quando.

Fonte: Gourmet Traveller

28 Comments
  • Hebert Lemos

    Responder

    Muito bacana esta receita, gosto muito de experimentar coisas novas, não só experimentar mas fazer também.

    E coma bem hen… rsrsr.

    Abraço

    • valentinajacome

      Oi Herbert, obrigada pela visita. Adoraria saber se voce gostou dela; espero que voltes para me contar. 🙂

  • wilson

    Responder

    Me parece muito bom, vou fazer para minha família. brigado pela receita.

    • valentinajacome

      Que legal Wilson. Passe aqui para contar o que achou depois.

  • Letrícia

    Responder

    Parece delicioso. Adorei a dica do leite.Beijos!

  • Neyma

    Responder

    Ai que delicia, Valentina querida,Adoro ragú e esse perece delicioso!!Deu uma vontade!!beijinhos

  • Bia Belliard

    Responder

    que prato saboroso, mesmo eu tb na sendo fa de carne, este me chamou atençao , e que foto linda ! bjinhos

  • Cris

    Responder

    Valentina… estou em débito com você, ainda não respondi seu último e-mail, desculpe… eu queria dizer que adorei esta frigideira, um charme. E o ragu também! Bjs!

  • Priscila L. Beneducci Afonso

    Responder

    Parabéns Valentina, vc está com mãos de Chef. Seu Ragu está parecidissimo com um que assisti na Tv brasileira ensinado pelo Chef Sergio Arno, 2 carnes + alho poro + salsão, com os tomates passados naquele tigela peneira espremedor de inox que esqueci o nome agora (cara até hoje não comprei, aqui em Minas no Shooping Diamond custa R$ 145,00). Ele serviu misturado num Fettuccine caseiro. Um beijão de Minas Gerais Priscila

  • Fabrícia

    Responder

    Ai se meu maridoco ver esse ragú…ele não resiste. Está com uma cara deliciosa…e na Tunísia eles comem ragú quase sempre…. Parabéns pelo apetitoso ragú….Bjs.

  • Gourmandise

    Responder

    a sua frigideira é um luxo só!bjo

  • Naninha

    Responder

    Nossa Valentina a medida que foi lendo a receita meu estomago ficou aqui pedindo e minha boca salivando, que delicia!Beijos

  • Claudia

    Responder

    Minha mãe e minha avó usavam este termo ‘carne de gado’ para se referir a carne de boi.Eu gosto deste termo. Muito familiar. E eu amo carne de boi, só não mais do que eu amo carne de porco!C.

  • Axly

    Responder

    Ragú é sempre um prato que vale a pena investir, adoro o sabor que tem.Gostei dessa mistura dos dois tipos de carne.E canela com carne é algo fantástico mesmo.Kisss^^

  • Luciana Macêdo

    Responder

    Tendo este ragu como base quantos outros pratos podemos criar. Uma receita coringa. Gosto de usar canela em algumas receitas de Lagarto Cozido, fica muito bom.Bjs!

  • Laurinha

    Responder

    a canela eu conheço e uso, adoro…. agora, o leite pra mim é novidade… anotadíssimo!Beijinhos

  • Iliane

    Responder

    adorei as especiarias..deve ter ficado muito bom mesmo…a cor ficou incrivel..bom demais..bjus..li

  • ameixa seca

    Responder

    Eu estou a imaginá-lo com puré de batata ou de mandioca… que delícia 🙂

  • risonha

    Responder

    Valentina, com o frio que está por cá, um pratinho desses vinha mesmo a calhar..

  • Mari Azevedo

    Responder

    Tina querida, seu ragu está saborosíssimo!! Como lá em casa somos todos carnívoros de plantão, certamente faria (ou fará.. rs) um tremendo sucesso!! Essa receita já correu para minha infindável to do list… 🙂Beijo grande!!

  • Andrea Dohashi

    Responder

    Tina que saboroso deve ter ficado esse ragú!A cor ta linda, my God…Beijos

  • Marizé

    Responder

    Adorei o toque das especiarias!Beijo

  • Cláudia

    Responder

    Ah, este ragu com certeza meu marido vai querer em cima de uma bela polenta ou massa! Receita anotada!bjs

  • Téia

    Responder

    Tina querida, quase não come carne, mas quando come “bota pra quebra”, este prato está lindo demais, suculento e a cor apetitosa. Estes ingredientes fazem o diferencial. Você sempre arrasando. Bj amiga.

  • Téia

    Responder

    Tina querida, quase não come carne, mas quando come “bota pra quebra”, este prato está lindo demais, suculento e a cor apetitosa. Estes ingredientes fazem o diferencial. Você sempre arrasando. Bj amiga.

  • grazi

    Responder

    muito bom!!!simone, passata é molho de tomate nao temperado.

  • Michel

    Responder

    Puxa, hoje eu fiz um ragu de galinha d’angola para comer com risotinho de relish de tomates. Babei!

  • Simone Izumi

    Responder

    Tina, que delícia de ragú!!Adorei a dica do leite e da canela…vou experimentar!!Dúvida, o que seria passata?Bitocassi

Leave a Comment