Pierre Hermé e sua assinatura – Ispahan

14 Comments

Ispahan. Antes de ir pra Paris comecei a empilhar um monte de artigos que tinha guardado para quando voltasse a Paris. Dentre eles estava um sobre uma criação do Pierre Hermé chamada Ispahan. Li que o maravilhoso mago sempre achou que a combinação rosa, lichias e framboesas, era uma ótima fórmula. O produto final é um macaron de rosas, e o creme do recheio é à base de rosas, lichias e framboesas. A borda do macaron é toda circundada por framboesas frescas, e em cima há uma pétala de rosa a decorá-lo, assim como uma framboesa. Também vi os macarons pequenos de ispahan. Estes não têm a decoração..

O ispahan não foi um grande sucesso logo no começo. Mas Pierre Hermé botava tanta fé nesta alquimia de sabores que não foi dissuadido a parar de prepará-lo. Quando Pierre Hermé abriu sua própria loja na rua Bonaparte o Ispahan foi um grande vendedor. Ao dar a primeira mordida você entende exatamente o porquê da mágica. A mistura é divina. Você se depara em primeiro lugar com o crocante sublime do macaron, e o próximo passo é a explosão de sabores bem elegante, delicada e sofisticada que é o creme. É um outro nível. Nunca havia comido algo tão sublime. A pétala de rosas da decoração exala um perfume bem suava que ajuda a fazer a experiência ainda mais especial uma vez que temos olfato, paladar e tato todos combinados.

A Clotilde do Chocolate & Zucchini escreveu sobre o ‘rose syrup’ que é usado na confecção do Ispahan. Se você ainda não tiver lido o artigo recomendo – é só clicar no link.

‘De toutes les douceurs de l’enchanteur des becs sucrés, certains sont devenus des incontournables de la maison dont la réputation a franchi les mers, de New York à Tokyo.

C’est notamment le cas de l’Ispahan, sa plus fameuse création, une splendeur constituée de biscuit macaron à la rose, crème aux pétales de roses, framboises et litchis frais. Un cas, souvent copié depuis avec plus ou moins de bonheur à travers tout l’Hexagone, dont le parcours rappelle étrangement celui de quelques rares créations de couturiers ayant eu le privilège d’être adoptées par les masses.’

Laure NARLIAN ( France 2.fr)
Publié le 12/10 à 18:48

Pâtisserie Pierre Hermé
72 rue Bonaparte
75006 Paris
01 43 54 47 77
st germain du prés
aberto de segunda a domngo das 10 às 19
sábado até as 19.30
www.pierreherme.com

14 Comments
  • erica i.

    Responder

    gostaria de parabenizá-las pelo blog! estou adorando e as suas receitas têm me estimulado a ir para a cozinha para preparar esses pratos maravilhosos. agora, com essa foto e com a descrição que vocês deram eu não consigo tirar esse Ispahan da minha cabeça! um grande abraço

  • Laura

    Responder

    Oi, Valentina! Acompanho sempre teu blog mas nunca comentei… mas ontem achei uma revista quando estava limpando minhas bagunças e lembrei de ti. Encontrei uma Elle Brasil antiga com 4 receitas com chocolate que Pierre Hermés disponibilizou para a imprensa. Se quiseres, posso te mandar, é só me avisar por e-mail. Abraço, Laura(laurinhapilla@gmail.com)

  • JoSefa

    Responder

    HUnnnnnn..Valentina!!! O que é isso?Me deu vontade (só vontade, rsss…) de pegar um avião e ir correndo à Paris comer esse MACARON!Que pena, ano passado estive em Paris e não fui à loja do Pierre, tenho que voltar o mais rápido possível, rrsss… A propósito, você não tem a receita?Beijocas e um lindo dia.

  • Rosana Garcia

    Responder

    acabei de ficar com água na boca …estou de dieta , mas esse macarron seria tudo de bom agora !!! bjs

  • bia

    Responder

    este sabor é realmente divino !!! bjs

  • Cris

    Responder

    Você descreveu com tanta precisão o ispahan, estou até sentindo o sabor…

  • Silvia Arruda

    Responder

    Valentina, pelo jeito vc aproveitou bastante sua viagem por Paris!! Ulalá !!Ah!! Adorei o novo visual do blog, viu?

  • Akemi

    Responder

    Valentina, que maravilhosa descrição fizeste deste doce! Um manjar dos deuses!

  • Cinara

    Responder

    Val, que coisa mais linda! Também adorei o modo como você o descreveu… Quase pude sentir o gostinho na boca! Em inglês, eu batizaria seu post de “The Ispahan Experience”! And one that I also hope to try somenday… ;o)

  • Ana

    Responder

    Macaroon eh uma delicia, uma experiencia em si so. Esse ai que voce comeu devia ser divino de delicioso, imagino so de ver ele mordido… o creme parece mesmo perfeito com as framboesas, q ca entre nos frescas sao demais, ne?!Que delicia deve ter sido esse seu passeio, estou curiosissima p/ saber, ler e ver mais!Beijos Valentina!!Ana

  • Elvira

    Responder

    Um grande clássico da gula parisiense, sem dúvida! 😉

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Querida amiga, me deixou curiosíssima mesmo. Que beleza absurda tem este macaron! E a maneira como o descreveu é igualmente fabulosa – obrigada por compartilhar conosco tantas coisas maravilhosas.Tb adorei o novo template!

  • miki w.

    Responder

    tiiiina, deve ser uma experiência única degustar esse pequeno tesouro! espero um dia poder prová-lo :-)!beijocas, mikips – gostei da escolha do novo template!

  • Cláudia A.

    Responder

    Que descrição maravilhosa Valentina! Esse macaron deve ser um absurdo de sofisticado. Ai que delícia!!

Leave a Comment