Peixe preparado numa marinada de chermoula

22 Comments

Antes de falar deste post só queria lembrar da votacao do Colher. Visite o post anterior para ler sobre todas as outras receitas e deixar o seu voto.

De uns tempos pra cá tenho tido muitos encontros com ingredientes e/ou pratos do norte da África. E um elemento sempre presente são as especiarias. Cominho particularmente. E a cada encontro a vontade de uma viagem é cada vez maior. Só não sei quando! Tinha uma grande amiga que teria sido ótima companhia para esta viagem pois tinhamos gostos parecidos, ambas amavamos viajar..Mas a vida dela foi encurtada por uma terrível doença. Muitas das minhas experiências culinárias me fazem lembrar da minha amiga Andrea, como ela provavelmente gostaria de provar isto ou aquilo.

Hoje preparei um peixe relativamente simples, acompanhado por couscous com amêndoas. O especial do prato foi a marinada do peixe. Uma marinada que também cai extremamente bem com frango. Chama-se chermoula. É uma marinada tão saborosa que não consigo parar de prová-la quando a faco: com uma colherzinha, com pedacinhos de pão..um horror. Um pecado. De tão bom que é. Os ingredientes são salsinha, coentro, cominho em pó, coentro em pó, e umas outras coisinhas.

Comprei um peixe firme, tipo dos que se compra para caldeirada. Os corto em pedaços, ponho de molho na marinada e depois é so prepará-lo.

Já o couscous marroquino, preparo do jeito básico, tosto lascas de amêndoas, misturo tudo e sirvo com o peixe. Na verdade são duas coisas gostosas: a marinada de chermoula, e o molho no qual se cozinha o peixe. E aí vaí:

Chermoula

1 xícara de chá bem cheia de salsinha picada grosseiramente

1 xícara de chá bem cheia de coentro picado grosseiramente

3 dentes de alho picados

½ cebola picada

2 pimentas dedo de moça sem sementes

2 colheres de chá de páprica doce

2 colheres de chá de cominho em pó

2 colheres de chá de coentro em pó

2 colheres de sopa de suco de limão

½ xícara de chá de azeite de óleo

Você pode colocar todos os ingredientes num pilão mais um pouco de sal marinho e esmagar bem, até formar uma pasta. Ou colocar tudo num processador. Lambuze os pedaços de peixe nesta marinada e leve à geladeira por pelo menos 30 minutos.

Prepare os ingredientes para o molho do peixe – se usar uma quantidade inferior de peixe ajuste a quantidade dos temperos:

750g de peixe cortado em pedaços

Azeite de oliva para o molho

1 cebola grande cortada em rodelas

2 colheres de chá de coentro em pó

1 colher de sopa de cominho em pó

2 colheres de chá de gengibre em pó

Uns fiapos de açafrão

Um pedaço pequeno de canela em pó

1 folha de louro

1 ½ xícaras de caldo de peixe

Esquente o azeite de oliva e doure a cebola. Acrescente o coentro, cominho e gengibre e mexa por um minuto, até que o perfume das especiarias comece a exalar. Acrescente o açafrão, a canela, a folha de louro, e tampe deixando cozinhar por 10 minutos em fogo baixo. Ponha o peixe na panela e cubra, deixando cozinhar por mais uns 10 minutos novamente, até que o peixe fique pronto. Ajuste o sal. Salpique com folhinhas de coentro antes de servir.

Sei que muita gente não gosta de cominho mas sugeriria que não se omitisse.

Como mencionei acima, servi com o couscous marroquino.

22 Comments
  • Cris

    Responder

    Só voltei para dizer que o peixe ficou ótimo… 🙂

  • laila

    Responder

    Valentina como vc adiantou o assunto pra mim naquele mesmo dia fui pesquisar a chermoula e que fantástica essa marinadam do tipo vai bem com tudo e deve ser realmente deliciosa e esse molhinho com especiarias uma loucura! amei! bjos

  • valentina

    Responder

    Maria Helena, obrigada pelo carinho. Olha, tens que fazer couscous marroquino. É tão versátil, e é como uma tela em branco na qual podes fazer vários desenhos,e maravilhas.Bia, pelo que te conheço acho que gostarás do resultado.Agdá, e saboroso também.Itza, comprei o ‘monkfish’. Marizé, esta marinada é show.Elvira, amei saber disto. Deve ser resultado do período em que os mouros viviam na península, será? Vou fazer umas leituras.Eliana querida, obrigada. Agora tens que fazer.Clarice, obrigada. Olha, esta marinada é boa demais.Pat, espero que tenhas oportunidade de fazê-la amiga.Laurinha, verás como cai bem com o peixe, E frango.Michel, a minha intenção não foi de te torturar.Marcel e Nina, também acho que em excesso mata e não realça.Lídia, que bom que contribuo de alguma forma. Cris, será que agora que escrevo já usastes a chermoula? Não tive tempo de te visitar esta semana. Tenho que passar lá. Filhote de bom paladar,não?!Neide, acho que dá sim.Só que confesso que com corvina nunca fiz. Se usares adoraria saber do resultado.Anette, que bom. Adoro visitas.E vou passar no teu. Podes votar aqui no Trem Bom mesmo.Dinha, obrigada querida.Gorete, não conheço bem robalo querida. É peixe tipo os de se fazer caldeirada?

  • Gorete

    Responder

    VAlentina querida,O inusitado, para mim, são os temperos que normalmente não usamos em peixes, por aqui. Mas, convenhamos, as rupturas, no mais das vezes, são sempre necessárias e saborosas. Como adotamos muito peixe em nossa cozinha, penso em seguir sua sugestão usando o robalo. Será que daria certo.

  • Anette

    Responder

    Anette novamente para lhe dizer que a adicionei a minha corrente de amizade. Como já disse em cima, adoro o seu blog, os dois! Para a semana já começo a participar no rei da quinzena, tá. bjs grandePasse no meu blog.

  • Dinha

    Responder

    Que fome me deu agora, está uma maravilha este prato. A foto ficou linda mesmo.

  • Anette

    Responder

    óptima receita, aliás, como todas as que tem postado. adoro o seu blog e acompanho-o já há bastante tempo. gostaria de enviar receitinhas para o colher de tacho…Boa?Comecei agora o meu blog: freakveggie.blogspot.combjs

  • Neide Rigo

    Responder

    Cominho é tudo de bom e neste prato deve ficar sensacional. Já estou sonhando com o jantar. Será que dá certo com corvina? bjs, n

  • Cris

    Responder

    Fiquei apaixonada por esta chermoula e já tenho um peixe com ela no forno agora!!! Eu só não usei a pimenta, coloquei pimentão. Eu gosto de cominho, o meu filho mais velho vive colocando direto no prato, ele tempera o feijão dele com cominho, o peixe, o frango, etc.! Este já sabe o que é bom… Bjs!

  • Lídia

    Responder

    Olá Valentina,Adorei esta receita. Também adoro especiarias, e cominho é uma das minhas favoritas. Também te agradeço porque aprendo sempre contigo.Beijos e boa semana

  • Marcel Miwa & Nina Moori

    Responder

    Eu gosto de cominho, mas nunca em excesso. O toque dele faz toda a diferença nos pratos…bjo, Nina.

  • Michel

    Responder

    Acabei de almoçar e já estou com um vazio enorme no estômago só de ver esta receita.

  • Laurinha

    Responder

    Que ótima idéia, viajei pelos aromas. Tenho o hábito de utilizar cominho na carne, dá um toque especial, mas nunca, confesso, utilizei com peixe. Vou experimentar. Obrigada!Beijinhos,

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Amiga,Ainda ontem estava pensando em fazer couscous pro almoço, mas não encontrei nenhuma receita que me despertasse o interesse. Aí vem você com essa maravilha, adorei!

  • Akemi

    Responder

    Este prato parece demais delicioso e a foto está maravilhosa! Conseguiste captar uma luz perfeita!

  • Eliana Scaramal

    Responder

    Val querida, já te falei sobre a receita mas vou acrescentar uma palavrinha a mais em tudo que falei isso deve ser DIVINO!!

  • Elvira

    Responder

    Gosto imenso da culinária de África do Norte. Aliás, relembra muito a cozinha tradicional do sul de Portugal. E chermoula, então… Ummmmhhh…! 🙂

  • Marizé

    Responder

    Que bela marinada. Tenho que experimentar. Parabens!

  • Itza

    Responder

    Vale, estou com agua na boca… que peixe você comprou? Beijocas.

  • Agdah

    Responder

    Esse peixe deve ser muito aromático…

  • bia

    Responder

    que peixe divino !! adorei todos estas especiarias, deve realmente ficar bom demais ! bjs

  • Maria Helena

    Responder

    oi Valentina!O que me encanta quando eu passo por aqui (agora voltei e poderei passar mais vezes…rs) é a riqueza de receitas diferenciadas e sua maneira de descrevê-las. Esse peixe realmente deve ter ficado um escândalo ainda mais com o couscous – que eu amo e nunca fiz em casa! rsbeijocas

Leave a Comment