Pão Estilo Soda bread com azeitonas

10 Comments

No sábado passado (ontem), passei o dia todo ocupada dentro de casa. E chegou domingo fiquei lendo quase a manhã inteira, mas me dei um presta atenção e saí para pegar um ar fresco de outono e esticar as pernas. O outono é uma das minhas estações favoritas, e não há nada que ame mais do que um lindo dia de outono, com o sol brilhando e um vento friozinho no ar. Como já saí de casa tarde não queria ir muito longe, e escolhi ir até Clandon Park (clique para visitar o site). É mais uma das propriedades da National Trust. E lhes dou a minha palavra de honra que não ganho nada por falar da NT. Sou sócia como já comentei e fã. E por esta razão vira e mexe comentou sobre ela.

Clandon Park foi construído em 1730 por um arquiteto veneziano, e desde que foi doada para a National Trust tem passado por vários projetos de renovação. Muitas propriedades da NT fecham nesta época do ano. Pelo menos os prédios principais ficam fechados. E a gente tem que ficar de olho nas atividades esporádicas. Hoje a casa estava aberta para visitação e haviam vários voluntários trabalhando. Eles tem uma enorme boa vontade para explicar do trabalho que fazem dentro das propriedades. Havia também uma visitação com guia pelas áreas de serviço da propriedade  com uma excelente guia que explicava como tudo funcionava na época georgiana e vitoriana. E Mas a minha visita hoje foi mais porque queria andar um pouco ao ar livro, ver as cores do outono, e sentir o vento frio no rosto. Tão logo a visita com guia aos ‘servants quarters’  acabou, fui andar do lado de fora da casa. O dia estava ideal pois não choveu e o sol brilhava. oltei para casa feliz. Às vezes me perguntam porque não volto a morar em Londres uma vez que passo tanto tempo por lá. Mas são dias como o de hoje em que caio no campo em pouco tempo, e entro em contato com a natureza tão facilmente – mesmo quando vou a uma propriedade como esta que é um pouco ‘landscaped’, que sei bem porque vivo em Surrey já há 5 anos. Me desligo facilmente do burburinho de Londres, do corre corre que se tem numa ciade grade. Aqui me desligo.

Voltando a Clandon, na propriedade há um restaurante/casa de chá e você pode combinar a visita com uma refeição. Na verdade a maioria as propriedades da National Trust tem algo do gênero. Mas só tomei uma xícara de chá após a caminhada e vim para casa comer um soda bread que havia deixado na cozinha.

Embora sua origem não seja na Irlanda, soda bread virou sinônimo de Irlanda. É um pão do tipo rápido, que entre seus ingredientes principais têm o bicarbonato de sódio e a coalhada. O ácido lático da coalhada reage com o bicarbonato e eles fazem com que o pão cresça. Ele pode levar farinha integral ou farinha normal. Acho o com farinha integral mais gostoso, mas esta receita aqui não é menos saborosa por usar a farinha ‘normal’. Dependendo da região da Irlanda eles têm uma variedade de soda bread. Ainda quero fazer uma viagem pela Irlanda de pelo menos 7 dias para explorar isto, e relatar aqui.

Cortei pão da minha dieta diária. Agora só o como em ocasiões especiais – viagem, ou se vou a algum lugar em que fazem um bom pão caseiro. Mas na manhã de sábado estava assistindo a um programa, e um irlandês muito brincalhão preparava um soda bread fazendo piada. Tão rápido e fácil. Mais tarde no mesmo dia estava dando uma olhada num aplicativo do meu ipad que é de uma cozinheira irlandesa chamada Rachel Allen, e me deparei com esta receita. Abri uma exceção – mais dei ½ para os meus vizinhos, pois não conseguia parar de comer.

Esta receita é bem prática e o preparo bem rápido. Ótimo para preparar um pão para tira gosto se receber visitas inesperadas, ou se você não tiver muito tempo. Você pode usar ervas diferentes, diversos tipos de azeitonas, ou mesmo variar nos ingredientes que usar. Este pão parece um pouco com uma focaccia.

Pão Estilo soda bread com azeitonas

Ingredientes:

  • 450g farinha de trigo
  • 1 colher chá sal
  • 1 colher de chá nivelada de bicarbonato de sódio
  • 350ml coalhada **
  • 65ml azeite de oliva
  • Pitada de sal marinho para salpicar

**substituto para coalhada: aqueça o leite (mesma medida que a coalhada -> 350ml) levemente até que fique morno e então remova do fogo. Acrescente o suco de ½ limão siciliano e deixa de um dia pro outro.

Preparo:

Pre-aqueça o forno – 220oC. Unte uma assadeira rasa generosamente com azeite de oliva – não todo o azeite de oliva.

Peneire os ingredientes secos numa tigela e faça um buraco no centro. Coloque ¾ da coalhada no centro. Pegue a sua mão e faça como que uma garra e faça movimentos circulares com a garra. Vá mexendo para incorporar tudo – acrescente o restante da coalhada no fim. A massa deve ficar mole, mas não molhada e pegajosa. Vire a massa na assadeira, e vá usando a ponta dos dedos para ir puxando a massa para os cantos até que a massa ‘forre’ a assadeira. Com o dedo indicador faça uns buracos na massa empurrando o dedo dentro da massa. Em cada buraco coloque uma azeitona e se estiver usando alecrim, um talinho também. Preencha cada buraco. Depois regue o pão com um pouco do azeite de oliva, e salpique o sal marinho por cima. Baixe o forno para 200oC e asse o pão por uns 30 minutos. Retire do forno e jogue um pouquinho mais de azeite de oliva por cima. Não se preocupe, pois o pão não ficará gorduroso. Deixe o pão esfriar um pouco, mas o sirva ainda morno.

10 Comments
  • Adele Neubauer

    Responder

    Hi,
    Eu gostaria de saber que tipo de colher voce usa para medir o bicarbonato de sodio. Uma colher nivelada – pode ser das de sopa ou pode ser das de cha ou ainda pode ser das de cafe..fica a pergunta.
    Obrigada- adorei seu blog…tambem gosto muito de cozinhar,assar etc,etc
    Adele

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Esse tipo de pão nunca fiz, Tina – deu vontade! Parece uma delícia.
    Ah, adoro o sotaque da Rachel Allen. 😀

  • photoarte

    Responder

    Ai ai, que agua na boca…rs
    Vc sempre me deixa babando aqui neste teclado do computador….
    adoroooooooooooooooooooooooooooooo seu blog!
    Bjsss e inté queridona.
    Sandra

  • Jô Bibas

    Responder

    Valentina,

    É sempre bom visitar tuas impressões.

    BJô

  • Ana Powell

    Responder

    Como sempre um trabalho bem esmerado.
    Feliz semana ♥

  • sonia

    Responder

    Oi,minha linda amiga!

    Saudades de vc…não vai mais voltar para nossa terrinha?
    Olho essas fotos de pães e fico babando,ando controlando a minha boca…rsss…mas não consigo deixar de comer meu pãozinho de manhã.
    Esse pão fica mais seco,tipo pão italiano?
    Só de olhar a foto já fiquei com vontade de comê-lo….rsss..
    Seu blog é delicioso…
    Bjs

  • odete

    Responder

    Adoro suas fotos e as receitas.
    Mais ainda o seu estilo de viver por aí nesse lindo país.
    Fico sempre aguardando prá ver as novidades e assim que recebo vou logo abrir e “assuntar” por onde vc andoy e o que cozinhou.
    Parabéns pelo seu bom gosto e sensibilidade!
    Um abraço
    maria odete

  • Akemi

    Responder

    Deu vontade de rolar por essa grama, amiga! Que lugar lindo! E este pão com azeitonas fechou com chave de ouro o seu domingo! Já anotei para preparar! Bjsss e linda semana para vc!

  • Ameixinha

    Responder

    Acho que não há nada como viver no campo e ouvir apenas o chilrear dos passarinhos 🙂 São lindas essas fotos!
    O pão tem um aspecto delicioso e eu sou super fã de azeitonas 🙂

  • Gina

    Responder

    Tina,
    Em matéria de pão, o mundo é o limite! Basta a troca de um ingrediente aqui, outro ali e temos pães bem diferentes entre si.
    Fiz um curso de pães funcionais e, em breve, minha “padaria” estará liberando fornadas de pães especiais.
    Esse tipo de pão que usa azeite me agrada muito.
    Bjs.

Leave a Comment