Pão de banana e chocolate e coisas inesperadas

7 Comments

Estive em Swanage no ano passado, em outubro. A visita foi parte de um projeto pessoal. Foi curta e me deixou com vontade de voltar. Mas tinha tantas outras coisas para fazer que não conseguia prever um retorno àquela cidade tão cedo. Swanage é uma cidade no condado de Dorset. Qual foi minha supresa ao acabar lá quase um ano depois completamente sem planejamento. Resultado de uma caminhada de 3 milhas.

Muitas vezes fico querendo controlar eventos. Procuro planejar as coisas, e quase que cronometrar as coisas a serem feitas. Acho que isto é resquício do papel de planejadora de projetos. Não tenho vocação para ser uma excelente planejadora de projetos,  mas o tempo em que exerci este papel deixou resquícios e um deles é muitas vezes este hábito de planejar certas atividades detalhadamente. Tinha o passeio de sábado todo mapeado: tempo de viagem, o que levar, quantas paradas fariamos, mas não previ que meu amigo ia querer fazer a caminhada até Swanage 3 milhas de onde haviamos deixado o carro. Lá estava eu em Swanage novamente quase um ano depois . Desta vez sem planejar. E tendo partido de uma localidade que deveria ter feito parte do passeio do ano anterior.

Assim foi também  a surpresa ao saber que Nigel Slater estava lançando o Kitchen Diaries parte 2.  I couldn’t see it coming. Só que esta foi uma ótima surpresa.  Kitchen Diary 1 foi um diário em que ele gravou tudo que comeu e cozinhou durante um ano. Já o segundo volume é repleto de receitas que imagino foram desenvolvidas durante os anos entre o lançamento do volume 1 e o volume 2. Estava em um evento grastronômico no começo de setembro e estavam fazendo uma promoção do livro que estava por vir. O folheto continha esta receita de bolo de banana. Guardei o folheto para fazer a bolo.

O negócio agora era arrumar as bananas no ponto. Maduras, bem maduras. Naquele estágio em que se sente o cheiro do açúcar fermentando. Não sou grande compradora de  bananas. Já disse aqui que acho banana uma fruta extremamente entediante, a menos que seja cozida ou assada. Ao passar por estes processos bananas atingem um estágio de sublimação segundo a minha humilde opinião.  Nesta receita as bananas maduras combinadas com o açúcar  mascavo se combinam para causar uma explosão de sabores. E de perfume também.  Fiz este bolo pela manhã e tive que sair para fazer algumas compras. Ao voltar para casa e abrir  a porta fui invadida por um perfume imenso, que enchia a minha casa do cheiro mais maravilhoso.

O bolo fica com uma cor meio que caramelo por fora e ao ser partido você tem pontinhos do chocolate e pedaços de bananas, pois elas não foram amassadas até ficarem cremosas. E sim grosseiramente amassadas. As fatias são úmidas, cheias de sabor e perfume. É um bolo para ser servido sem cerimônia, no café da manhã ou no meio da tarde. Bolo para ser levado para a casa de uma pessoa querida.

Bolo de chocolate e banana

do novo livro do Nigel Slater, pego em um folheto promocional

Ingredientes:

  • 250g farinha de trigo
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 125g manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 235g açúcar mascavo
  • 400g de bananas bem maduras amassadas grosseiramente – peso refere-se às bananas descascadas
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 2 ovos em temperatura ambiente batidos levemente com um garfo
  • 100g de chocolate picados

Forma de bolo inglês – 24 cm x 12 cm x 7 cm, untada e forrada com papel manteiga.

Preparo: 

Pre-aqueça o forno – 180oC.

Peneire a farinha de trigo e fermento em uma vasilha e reserve. Bata a manteiga e o açúcar até que a mistura fique com uma cor clara e fofa –  pelo menos por uns 3 minutos. Acrescente os ovos aos poucos à mistura, batendo bem após cada adição – caso a mistura fique com uma carinha meio não uniforme acrescente uma colher de sopa de farinha. Em seguido adicione o extrato de baunilha e bata para misturar. Ponha as bananas amassadas e o chocolate picado na mistura da manteiga. Mexa delicadamente com uma colher de metal. Por fim acrescente a mistura da farinha de trigo e mexa tudo delicadamente. Transfira a mistura para a forma reservada e asse por una 45 minutos. Faça o teste do palito  e se precisar ponha no forno por mais uns minutos. Caso contrário transfira a forma para uma grelha e deixe esfriar por uns 10 minutos antes de retirar da forma e deixar acabar de esfriar na grelha.

7 Comments
  • Joyce

    Responder

    Oi Valentina eu fiz esse bolo ontem (sem chocolate chips, usei avelãs picadas). É realmente muito cheiroso e rende pra caramba! Da próxima vez farei 1/2 receita.

  • Lylia

    Responder

    Que lugar lindo, Valentina! Estive lá há muito, muito tempo atrás.
    Mas, fiquei apaixonada mesmo é pelo seu bolo. Delícia!
    E, então, está de pé sua vinda para Brasília no final do ano? Vamos combinar alguma coisa, ok?
    Bj,
    Lylia

    • Trembom

      OI Lylia querida, vc esteve nesta região, nāo foi?! Este bolo é bem gostoso, faca na sua cozinha maravilhosamente bem iluminda. Te darei os detalhes de Brasília quando minha passagem estiver confirmada.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, eu gosto de banana in natura mas prefiro em baked goods – realmente o sabor fica maravilhoso. Que bolo lindo! Ah, o Nigel Slater é um fofo mesmo.

    • Trembom

      Olha, levei para o trabalho também pois é grande e sem exceção todo mundo fez um comentário e a maioria comeu dois pedaços. Fiquei boba de ver.O Nigel Slater eé um ser único, de uma sensibilidade gastronômica ímpar. E extremamente umilde.

  • Marise Grossi

    Responder

    Olá Valentina,
    lugar especial e certamente bolo delicioso.
    Obrigada pela receita que farei no próximo final de semana.
    Aqueles biscoitos de cranberries e chocolate que v. postou são meus preferidos.
    Beijos,
    Marise

    • Trembom

      Oi Marise, olha, sei que vais gostar. Ainda não vi este bolo desagradar. A menos que a pessoa não goste de banana. Mas aií não come o bolo tão pouco, não ė? Já quanto aos biscoitos, acho bacana saber que aquela receita te agrada.

Leave a Comment