Panquecas com farinha de espelta

12 Comments

Sophie Dahl é uma modelo. Quando começou sua carreira ela foi manchete antes de mais nada por ser mais ‘cheinha’ do que as modelos com quem trabalhava. Ela tinha o que no Reino Unido é um manequim 16. E foi assim que ouvi falar de Sophie Dahl. A size 16 model. Isto foi há uns 10 anos. Hoje em dia Sophie Dahl não é mais ‘cheinha’. Ela também não é mais a menina de 18 anos.

Estava numa livraria há umas semanas atrás e vi um livro de culinária de sua autoria. Pensei a princípio que isto era mais um destes golpes publicitários. Ao comprar a revista do Waitrose deste mês me deparei com um artigo sobre o livro dela e algumas receitas. No artigo ela conta como cresceu muito ligada à sua avó, e de como cozinhavam juntas. Comida sempre foi uma grande parte da vida dela. Ao se lançar no mundo da moda foi um período muito confuso, em que dentre outras coisas, sua relação com comida se tornou muito atrapalhada. E muito tempo se passou até que ela voltasse a ter uma boa relação com comida novamente. O artigo traz três receitas dela, e uma delas é a receita destas deliciosas panquecas que usam farinha de espelta. Não vai açúcar na massa e disso eu gosto muito. Elas ficam muito boas com morangos, framboesas.. Usei os kiwis dourados que tinham em casa e que já estavam passando do ponto.

Ingredientes:

225g ricota

125g leite

2 ovos grandes, separando as gemas das claras

80g farinha espelta

1 colher chá bicarbonato de sódio

2 colheres chá raspa de limão

1 colher sopa mel ou xarope de Maple

2 colheres chá óleo vegetal

Fruta para servir

Preparo:

Numa vasilha ponha a ricota, o leite e as gemas. e misture bem. Depois acrescente a farinha espelta e o bicarbonato, mexendo bem até ficar com uma consistência de massa. Por fim acrescente as raspas de limão e o mel/xarope. Misture bem.

Esquente bem uma frigideira, coloque o óleo, baixe a temperatura para médio/baixa e comece a preparar as panquecas. Use uma colher de sopa para medir a quantidade que deve ser levada à panquequeira. As faça pequenas, delicadas. Asse por uns 2 minutos de cada lado. Sirva com as frutas da sua preferência, e regue com o xarope de Maple ou mel.

12 Comments
  • Edy pinturas

    Responder

    Olá… nossa aqui tudo é literalmente uma delicia…
    gostaria de lhe dar uma sugestao, que é a de colocar a opção "seguidores" no seu blog, pois assim todos os que se inscreverem podem receber as suas atualizações diariamente…ok se precisar de ajuda é so falar…
    bjus
    Edmara

  • Sonia Novaes

    Responder

    Bom dia,minha linda amiga…

    De vez em quando passo pelos blogs de amigos e sempre venho espiar o seu,fico encantada com as coisicas deliciosas que posta aqui com tanto carinho.
    Tenho saudades da época do cyber,dos nossos encontros diários,saudade da boa Nickcy ,enfim de todos voces.
    Esse final de semana fui conhecer a nossa amiga Madalena Saifi lá em Blumenau,estou em Floripa passando uns dias na casa do meu filho.
    A Madalena é uma pessoa prá lá de especial,precisa ver o que ela fez para o almoço:comida árabe…de comer rezando…rsss…falamos em todos os amigos do cyber,inclusive de voce…quem, sabe quando vc vier para cá,possamos marcar um encontro com todos nossos amigos,o que vc acha?
    Coloquei no meu blog o encontro que tive com ela,depois vc espia.
    E ontem tb encontrei-me com uma amiga virtual de blog aqui em Floripa.E vamos levando a vida.
    Val,um grande abraço para voce e obrigada por dividir conosco seus conhecimentos nessa linda arte que é a culinária.Beijos no coração…
    Sonia Novaes

  • grazi

    Responder

    qual é o nome da farinha espelta em ingles?

    obrigada!

  • Letrícia

    Responder

    Lindas panquecas. Aqui em Brasília ainda não vi farinha de espelta, vou perguntar ao Google onde posso encontrá-la.

    Quanto à Sophie Dahl, continua muito bonita, mas gostava mais quando ela estava mais ‘carnuda’.

    Beijos!

  • Simone Izumi

    Responder

    Fazendo um googling basico, achei a sophie e ela se encaixa nos meus padroes de beleza…ahn, tempos saudáveis dos renascentistas, em que a fartura moderada(vulgo=gordurinhas) era admirada e vangloriada. Tenho até arrepios qdo vejo pessoas demasiadamente magras, esqueléticas…que se alimentam de chá e luz….rs.
    Farinha de espelta? Uia…farinha de esperta!
    xoxo
    si

  • Téia

    Responder

    Liiindas amiga, esta farinha é difícil por aqui, se achar, já sei o que fazer. Ah,adorei a história, é difícil acreditar que uma ex-modelo é uma excelente cozinheira, parece antagônico, ah, mas aqui no Brasil temos a Rita Lobo, né? Eu cozinho desde adolescente, mas com este meu jeito de “patricinha” (sabe o que é?) ninguém acreditava, aliás alguns não acreditam até hoje, tenho sempre que fazer alguma receita para eles aceitarem…kkkk…Bj grande querida.

  • Sarinha

    Responder

    Valentina, estão lindas suas panquecas! eu adoro, mas quase nunca faço!
    bjos

  • angela

    Responder

    Adoro panquecas com frutas, esta parece ser interessante, o problema está no trigo rustico que nem sempre tão facil de ser encontrado. a foto esta linda demais. bj

  • ameixa seca

    Responder

    Valentina, quantas gemas são? A receita não refere. Tenho farinha de espelta e talvez faça umas panquequinhas 🙂
    A Sophie era mais bonita quando estava mais gorduchinha mas é a minha opinião 😉

  • Cucchiaio pieno

    Responder

    Bela historia de sublimaçao! Gostei muito da receita. Abraços fraternais.
    Léia

  • Joana G.

    Responder

    que panquecas super lindas!
    eu nem sei porque, mas nunca animei a preparar uma versão não salgada… quem sabe agora.. =)

    beijos!

  • Mari

    Responder

    Tina querida, achei a receita interessantíssima, assim como a história da Sophie Dahl… as panquecas ficaram divinas, a foto, como sempre, incrível!
    Não conheço a farinha de espelta. Será que aqui no Brasil a encontramos, ou há algo q substitua?
    Tenha um domingo maravilhoso.
    Super beijo

    Mari

Leave a Comment