Muffins de pêssego e gengibre

21 Comments

Há muitos bons produtos no Reino Unido, mas pêssego não é um deles. Eu sou enlouquecida por pêssegos. Dos maduros. Bem suculentos perfumados. Pêssego sem perfume é suspeito. E já comi tantos. Benditos os que pegaram os pêssegos lá no seu país de origem e os levaram para passear. Da China para o mundo. Agora, estas frutas abençoadas, cheias de vitamina C, não se apresentam por estas ilhas na sua melhor forma. Quando os encontro do jeito que gosto eles são de outros países – da Espanha ou mesmo da França. São gringos. Leio posts ou bato papo com amigos de terras abençoadas por seus pêssegos e morro de inveja, pois eles comem os melocotónes até ter dor de barriga. Queria tanto esta dor de barriga. Este ano apareceu algo novo para jogar areia na minha paixão por eles: se toco pêssego fico com a pele toda coçando. Pode ser só mordida, ou segurar um pêssego enquanto como. Ao morder fico com um ardido em volta dos lábios.  Pode ter algo mais injusto? Mas a não ser umas coceiras aqui e ali, não me renderei. E foi com muito prazer que fatiei pêssegos para preparar estes muffins.

Uma das coisas que mais gostei destes muffins – além do fato de terem pêssegos é claro, é que não são muito doces. E tem também o gengibre, a farinha de aveia, o açúcar mascavo. e o gengibre..opps, já falei dele. Dei um para um amigo que nem sempre gosta das coisas ‘diferentes’ que eu gosto, e ele adorou. Confesso que fiquei de cara. Não porque não tivesse botado fé nos muffins, mas porque estes muffins agradam uma gama variada de pessoas. Não são aquela coisa super cheia de açúcar, em que você acaba ficando somente com um sabor de doce na boca. Uma das coisas mais bacanas que comprei este ano foi o livro da Kim Boyce chamado Good to the Grain’. É um livro bárbaro que te dá à oportunidade de trabalhar com vários tipos de farinhas, e de onde esta receita saiu. Como somos limitados e ignorantes no nosso uso. Este ano a minha cozinha se revolucionou ainda mais neste aspecto. Os meus novos amigos são os abaixo:

  • Farinha de Amaranto (Amaranth)
  • Farinha de Cevada (Barley)
  • Farinha de Trigo-Mouro (Buckwheat) – um velho amigo
  • Farinha de Milho – um velho amigo
  • Farinha de Kamut **ñão achei tradução
  • Farinha de Multi grãos
  • Farinha de Aveia
  • Farinha de Quinoa
  • Farinha de Espelta – um velho amigo

Não tinha açúcar mascavo escuro em casa, então usei o claro. Mas quero muito fazer com o açúcar mascavo escuro. Não tinha ‘sour cream’ em casa então usei iogurte. Está é uma substituição que faço com muita freqüência, e não compromete o sabor. Não tinha farinha de aveia então coloquei a aveia em flocos no processador e processei bem – esta recomendação estava no livro. A farinha de aveia tem um sabor quase adocicado, e aquele perfume de aveias. User aveia de boa qualidade, pois você merece o melhor. As forminhas de muffin devem ser enchidas até a boca. Quanto aos pedaços de pêssegos que vão dentro da massa, acho melhor pegar a fatia e partir ao meio ao invés de colocar a fatia inteira. As forminhas de muffin devem ser enchidas até a boca.  pêssegos devem estar maduros, mas firmes. A receita original pede um pêssego grande ou dois pequenos. Eu coloquei dois grandes. A razão é que estes pêssegos são muito saborosos e você pode comer o excesso com iogurte, sorvete. ou só na colher – tive dificuldade em me controlar. Como a maioria das coisas que se faz, comer no mesmo dia é o ideal. Mas nem sempre dá para comer tudo num dia. Estes muffins foram guardados numa latinha e duraram por mais um dia.

Ingredientes:

Para a cobertura:

  • 2 pêssegos grandes cortado em fatias tipo lua nova –
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de sopa de mel
  • 2 colheres de sopa de gengibre fresco ralado

Para a massa:

Parte seca:

  • 1 xícara de farinha de aveia
  • ¾ xícara farinha de trigo
  • ½ xícara de farinha de trigo integral
  • ¼ xícara de açúcar
  • ¼ xícara de açúcar mascavo
  • 1 colher chá de bicarbonato de sódio
  • 1 colher chá de fermento para bolo
  • ¾ colher chá de sal marinho

Parte molhada:

  • 100g manteiga sem sal derretida
  • ¾ xícara de leite em temperatura ambiente
  • ½ xícara de iogurte natural sem açúcar
  • 1 ovo
  • 3 colheres de sopa de gengibre cristalizado picado

Preparo:

Prepare uma forma de muffin – você só precisará de 9 buracos. Reserve.

Numa panelinha coloque a manteiga e o mel, e 1 colher de chá de gengibre. Mexa na mistura de vez em quanto até que a manteiga esteja derretida, e comece a borbulhar uns 2 minutos. Coloque as fatias de pêssego na panelinha, mexa para se assegurar de que as fatias de pêssego fiquem revestidas na calda.  Tire a panelinha do fogo e reserve.

Numa tigela coloque os ingredientes secos – peneirados três vezes. Confesso que costumo usar um fouet para isso – acredito que dá uma areada na massa que é exatamente igual a peneirar.

Numa outra vasilha coloque os ingredientes molhados, incluindo os não tão molhados pedaços de gengibre cristalizado e o restante do gengibre fresco ralado. Pegue o fouet e misture tudo. Depois coloque os ingredientes molhados na tigela com os ingredientes secos e misture com uma espátula.

Distribua a mistura igualmente entre 9 vasilhas de muffin. Coloque um pedaço de pêssego partido ao meio dentro da massa, e coloque uma fatia por cima. Pegue uma colherzinha de chá e distribua a calda igualmente pelas 9 forminhas. Leve ao forno por 25 minutos. Teste com um palito, e se ainda estiver molhada leve ao forno por mais uns 2 minutos. Teste novamente e retire do forno, transferindo para uma grelha para esfriar.

21 Comments
  • simone izumi

    Responder

    Dear T,
    alergia a pessegos? realmente é algo injusto para quem é fã da fruta!! já vi pessoas com alergias bizarras a brócolis, côco…e eu sempre fico com a garganta esquisita e arranhada quando como melão. Strange isn’t it?
    espero que sob a forma de muffins perfumados, ele passe despercebido….
    Adorei as forminhas dos muffins, ficaram realmente uma graça!
    bjos,
    si

  • Raquel

    Responder

    Nossa!!! Fotos lindas!!!!

    Jà faz algum tempo que sigo este teu blog, mas sò hoje resolvi escrever.

    Alèm das fotos, adorei a ideia!!! Adoro pessegos e adoro gengibre.

    Com certeza quero experimentar!

    abracos
    Raquel (Ginger)

    PS – ah, te adicionei nos links do meu blog

  • Nicole

    Responder

    Flor, será que você pode me dizer a marca/modelo da sua máquina fotográfica?

    Valeu!

    • Trembom

      Nicole, te mandei um email com a resposta.

  • marianapp

    Responder

    Adorei a receita! os muffins ficaram com uma carinha deliciosa!!! beijos

    • Trembom

      Mariana, fiquei bem surpresa com o resultado. Achei uma ótima alternativa, um muffin bom para o café pois não é muito doce.

  • Ana

    Responder

    Lindos demais! Pessegos combinam muito com gengibre, e eu nem adoro muffins ne?!Adorei a receita!
    Bjs!
    Ana

  • Ricardo Somera

    Responder

    Bom dia, tudo bem?
    Gostaria de saber se você tem algum e-mail para contato.
    Aguardo!

    • Trembom

      Ricardo, te enviei um email.

  • Diulza Angelica dos Santos

    Responder

    Boa tarde, estou encantado com o capricho, esta lindo, os pessegos que encontramos hoje é tudo muito diferente daqueles que tinhamos no quintal de casa, estão misturando, atraves dos enchertos, com outras frutas e o vai perdendo o sabor eu ando comprando uns na feira orgânica bem doces, pois estes que vc mostrou nas fotos quando encontro aqui em SP, não tem sabor algum, não sei os dai, como é. mias mesmo assim vou fazer e ver como vai ficar, adoro as fotos suas, os lugares,as receitas então nem se fale. bjs.

    • Trembom

      Diulza querida, obrigada pelas tuas palavras de carinho. olha, em muitos lugares as frutas realmente perderam o seu sabor.Certas frutas por aqui tem ‘0’ sabor, não vale a pena nem comer. Se fizeres esta receita me manda um email.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, o máximo que eu já baked com pêssegos foi um crumble com eles e framboesas, achei divino. Agora vou ter que provar os teus muffins – e vc sabe como eu adoro gengibre. Falando em dor de barriga, comi tanto aquele gengibre cristalizado que eu trouxe daí, amiga, que quase passei mal. 🙂

    • Trembom

      Pat, te mandei mais dos cristalizados. Então se segura pois senão vais ter muita dor de barriga. risos. nada como bons pêssegos.

  • Fabricia

    Responder

    Tina querida,
    Qauntas saudades … muito obrigada pelas palavras de carinho. Estou amando as ftos … lindas demais. Bjs e saudades.

    • Trembom

      Saudades também. Tua filha está a coisa mais maravilhosa.

  • Téia

    Responder

    Delícia Tina, amei a receita, tão sutil e aromática, manda um pra mim aqui em Bsb? Gostei de tudo, mas a produção das fotos estão melhores ainda que as outra. O céu é o limite, né? Bjka querida.

    • Trembom

      Téia, saudades. Na próxima vez que fizer vais receber um pacotinho pelo correio.

  • Sabrina Romano

    Responder

    Absolutamente lindos!!!

    • Trembom

      Obrigada Sabrina.

  • Stefânia

    Responder

    Uau Valentina!

    Tô aqui na dúvida…o que tá mais bonito, suas fotos ou a receita?!

    Acho que os dois, né?

    Parabéns!

  • Aninha Padredi

    Responder

    Valentina! Nao tinha visto esse post!
    Adorei!! Pêssego é mto bom e gengibre cristalizando é uma delícia! Seus muffins e um copinho de café iam ser perfeitos agora! 🙂
    Vc tira umas fotos maravilhosas! Estou pensando em comprar uma câmera mais potente pra começar a tirar as minhas..

Leave a Comment