Loaf de coco com uma calda de maracujá

10 Comments

bolo e coco com calda de maracujá-6Fiquei curiosa outro dia e sai futucando em 3 livros que tenho e que listam ingredientes e com o que combinam, e nenhum deles mostrava coco e maracujá em uma lista de combinações. É claro que estas listas não são completas, afinal não fosse assim teriamos estes ditos livros em tomos. Entretanto considerando-se que estes sabores se casam tão bem, fica aqui a minha nota de surpresa e indignação com tamanho furo nos compêndios. Gosto muito mas muito mesmo de maracujá. Confesso não lembrar se sempre gostei tanto quanto hoje em dia, mas lembro desta fruta fazer parte da minha dieta alimentar desde menina. Quando vivia em Belém – do Pará e não na Palestina, tenho lembranças de paneiros de maracujá amarelo que vinham da feira. Gosto do sabor forte, do azedinho e da linda cor amarela da polpa. Também confesso ter ficado encantada com uma variedade levemente adocicada que provei em um passeio ao Ceagesp que fiz com a querida Tania ( blog Zakuska). Aquela foi a primeira vez em que provei aquela variedade de maracujá – e acho que foi a última também se minha memória não me falha. Quando descobri há uns 7 anos atrás que a flor do maracujá era simbolíca da Páscoa me enchi de desculpas para fazer coisas com sabor de maracujá para esta ocasião. Maracujá e banana é um dos casamentos mais perfeitos que conheço. Coco e maracujá ficam logo atrás.bolo e coco com calda de maracujá-2Agora vem o coco. Adoro coco fresco, só que como pouco. Admito que esta coisa de comprar o coco e ter que partí-lo em casa me exaure um pouco. Veja bem, o coco não é como banana, que é só descascar.  Já fui pega no quintal da minha casa jogando um coquinho no chão duro para que ele se rachasse com o impacto e isto fosse facilitar o partir do coco. Fiz isto um par de vez, mas como sempre acabava perdendo muito da água de coco que é algo que julgo valiosíssimo acabei por abandonar esta prática. Então na maioria das vezes uso coco desidratado, congelado ou compro pedaços da polpa no supermercado aonde o vendem. Para beber compro a água de coco da Vita coco, mas a pura. Não me animo com as combinações água de coco e abacaxi ou mesmo água de coco e maracujá. Na água de coco sou purista.Agora em outras formas junto coco e maracujá no que qualifico como uma reunião feliz. Os sabores dos dois se complementam. E tem sabor de dias quentes. E neste começo de primavera invernal acho que preciso fazer de conta de que lá fora o sol brilha e o termômetro sobe. Nada como a combinação coco e maracujá. Me engana que eu gosto.

bolo e coco com calda de maracujá-3Antes de passar para a receita gostaria de dizer algumas coisas sobre os ingredientes e substituições que costumo fazer. Uma delas é que tenho usado mais e mais farinha de espelta branca para fazer meus bolos. Costumo ter uma variedade grande de farinhas em casa e muitas vezes faço bolos com farinha sem glúten para uns dois amigos que tem intolerância. Também tenho muita curiosidade de aprender mais sobre as diferentes variedades de farinhas e as imensas possibilidades que elas nos apresentam. Este loaf foi feito com farinha de espelta branca. O açúcar que utilizo mais é o xylitol, um açúcar natural. Nesta receita se pode usar leite normal,  mas optei por leite de coco. Deixo aqui estes detalhes e fica a você escolher o que quer usar. Todos os ingredientes podem ser substituídos na equivalência de 1:1. Então a farinha de espelta pode ser substituída pela mesma quantidade de farinha branca; o xylitol pode ser substituído pela mesma quantidade do açúcar cristal, e o leite de coco pode ser substituído pela mesma quantidade de leite normal.

Mais uma receitinha para a Páscoa. Ótima para dias de sol. A receita original levava só os  limões, mas acho que o maracujá é uma adição muito mais interessante nesta combinação. Espero que Annie Rigg não se importe de ter mexido na receita dela um tiquito. Não coloquei receita de curd de maracujá, pois há muitas na net e você talvez já tenha até a sua.

Ingredients:

Para a calda

Instructions:

Pegue uma forma de bolo inglês de 20 x 10 cm. Unte e forre o fundo com papel manteiga. Reserve. Pre-aqueça o forno – 180oC.

Separe todos os ingredientes adiantado. Em uma vasilha coloque a manteiga e o açúcar e bata bem até que a mistura fique clara e cremosa. Quando chegar neste ponto acrescente os ovos um por um, batendo bem entre cada adição. Acrescente as raspas de limão à mistura e mexa para incorporar tudo. Junte a farinha, fermento e uma pitada de sal. Incorpore tudo à mistura delicadamente.Depois acrescente os 50 g de coco ralado assim como o leite de coco. Incorpore tudo à mistura com cuidado. Por fim bata a clara até chegar ao  ponto de neve, e então usando uma colher de metal misture tudo com cuidado. Transfira a mistura para a forma  reservada e nivele a mistura com uma colher ou espátula. Misture o curd de maracujá com as duas colheres de chá de manteiga até ficar com uma mistura uniforme. Transfira para um saco de confeiteiro e faça uma linha no centro da mistura. Asse por uns 40-50 minutos.  Faça o teste do palito antes de retirar do forno. Caso o bolo não esteja pronto, mas esteja ficando muito escuro em cima, cubra com uma folha de papel alumínio para que o bolo não asse demais por cima. Quando ficar pronto retire do forno e deixe esfriar por uns 10 minutos na forma antes de transferir o loaf para uma grelha para que termine de esfriar. Faça buracos com um palito por cima do loaf.

Prepare uma calda com polpa de maracujá sem semente, metade de um limão siciliano e açúcar. Usei 4 dos deta manho médio – da variedade marrom e não o amarelo que se encontra no Brasil comumente. Deixe a mistura engrossar até chegar a uma espessura que seja boa para se derramar por cima da loaf – não fina demais. Jogue as duas colheres de sopa de coco ralado por cima da loaf, e sirva com o que sobrou da calda também. Dá um toque ótimo.

10 Comments
  • valentinajacome

    Responder

    Claudia, ficou muito curiosa sobre esta geléia. Dei uma procurada no Niclas Vahê e vi que usa cane sugar em suas receitas. O coco é ralado? Com vc aprendi que nao se precisa fazer o mesmo peso da fruta em açúcar em geléia. Uma das melhores coisas que aprendi.

  • Claudia

    Responder

    Valentina,

    coco e maracujá é uma mistura sensacional. Sabe que lá na loja temos uma geléia de coco com maracujá, produzida por Nicolas Vahé, um chefe francês radicado na Dinamarca, que virou best seller, e vende que nem água, É de comer gemendo, bem pouco açúcar, coisa de louco… ele tem uma geléia de manga com maracujá que é de gritar de boa, a minha favorita. Adoro a mistura de maracujá com manga.

    Água de coco para mim só pura também… mas uso água de coco para bater vitamina de morango com banana…

    bj.

  • Ameixinha

    Responder

    Valentina, não conhecia o casamento maracujá banana mas fiquei a pensar nisso 🙂 Coco e maracujá parece-me tão bem, duas frutas tropicais que fazem mesmo lembrar os dias quentes. Infelizmente esta primavera está muito chuvosa e fria, só mesmo um bolinho bom para animar 😉

    • valentinajacome

      Querida, é uma combinação vencedora. Te recomendo testar uma hora destas.Então por aí vcs também estão com esta tempo chinfrim?

  • Téia

    Responder

    Que verdadeira tentação amiga. Pois eu acho que é uma ótima combinação. Vc está de parabéns mais uma vez. Bj grande.

    • valentinajacome

      Téia, saudades de vc querida.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, esses sabores realmente são otimos juntos. Semana passada fiz uns cupcakes de maracujá e coco que ficaram ótimos. Vou guardar a receita deste bolo.

    • valentinajacome

      Pat, acho que vc gostará deste bolo. Vc pode fazer só com limão também que sei que vc ama.

  • Andrea

    Responder

    Valentina,
    Seu bolo ficou lindo! Eu adoro a combinação coco e maracujá, faço um manjar assim.
    bjs

    • valentinajacome

      Andrea, vc faz a calda de maracujá ou mistura o mesmo na massa? Fiquei curiosa.; o ) Adoro textura de manjar.

Leave a Reply