Esta página é um trabalho em andamento. No mundo dos blogs aonde acessamos muito facilmente publicacçoes diversas e de várias partes do mundo, é importante que também se tenha fácil acesso a definições comuns. Espero que seja útil.

A

Amaretti: são biscoitinhos  italianas feitos com amêndoas e claras em neve.

Araruta: é  rica em amido, boa para minguas. Muita gente a utiliza  no lugar do amido de milho para engrossar caldos pois ela não influi no sabor ou coloração. Não contêm glúten, então produtos feitos com farinha de araruta são ótimos para celíacos.

B

Banho Maria: é uma técnica de cozimento usada para alimentos que não podem entrar em contato direto com o calor. Uma assadeira funda é parcialmente preenchida com água e a vasilha com o alimento é colocado nela para ser cozido/assado no calor que emana da água. Esta técnica é também utilizada muitas vezes para se derreter chocolate.

Biscotti: são biscoitos italianos também conhecidos como cantuccini. Eles são assados duas vezes. Uma vez a massa ainda inteira, e na segunda vez eles são cortados e assados novamente.

C

Crumpet: tradicionalmente anglo-saxão. Conhecido também com mffin inglês. É uma forma de pã0 assado em um ‘griddle’ que é uma espécie de frigideira rasa. A massa leva femento

D

Double boiler: é o nome em inglés para uma técnica em que uma tigela deve ser colocado sob uma panela com água, sem que a água na panela toque o fundo da tigela. Muito utilizada para derreter chocolate.

F

Farinha de amêndoas/amêndoas moídas ( almond meal/almond flour): pode ser obtida moendo as amêndoas em um processador até ficar com uma consistência fina

Farinha de avelãs/avelãs moídas (hazelnut meal/hazelnut flour): pode ser obtida moendo as avelãs em um processador até ficar com uma consistência fina

Farinha de centeio (Rye flour): esta farinha é uma excelente fonte de ácido fólico que é muito bom para o nosso sistema nervoso e sistema reprodutivo.  Ela possui elementos que retardam a digestão e diminuem a conversão do açúcar em gorduras. E tem um teor de glútem bem baixo. Ela é também fonte de carboidratos complexos.

Farinha de trigo sarraceno (buckwheat flour): uma farinha  sem glúten, e rica em aminoácidos. O trigo sarraceno é muito rico em amido e extremamente saudável. Possui vitamina P – que normalmente encontramos em cascas de cítricos, B1, B2, B3   e E

Fermento: há fermento químico e biológico.  o fermento químico se encontra em pó. É o que usamos para fazer bolos e certos pães por exemplo. O fermento biológico é uma levedura, um microorganismo vivo imprescindíve  na panificação. Ele pode ser fresco (normalmente em tabletes) ou  de pão que vem um saquinho.

M

Madeleine: é uma espécie de bolinho francês em formato de vieira. Seus ingredientes básicos são farinha, manteiga derretida, açúcar e ovos. Prost os lançou à fama.

Mascarpone: é um queijo da região da Lombardia, feito com creme de leite fresco e ácido cítrico. Não é um queijo que sofre maturação, e sem ele o tiramisú não é a mesma coisa.

S

Scone: originalmente da Escócia, cae na categoria dos pães rápidos. O agente levedante que usa é o fermento em pó. São assados em assadeiras rasas.

Semolina: tipo de farinha de trigo que apresenta granulometria entre a sêmola e as farinhas de trigo comum e especial.

 

Coisas do Mar

Lagosta:

Mexilhão (mussels): é um molusco. Pode ser preparado no vapor, assado, grelhado, tostado ou cozido de diversas formas. Quando cozido só coma o mexilhão que ficar aberto. Descarte imediatemente o que continuar fechado.

Vôngoles/amêijoas (clams): é um molusco, bem perecível. Deve ser comprado ainda vivo, na concha. E devem ser lavados em água corrente, sendo transferidos logo depois para uma panela com água fervente para cozinhar. Assim como os mexilhões, só se deve consumir os que se abrem após o cozimento. Os qu ficam fechados devem ser descartados. São ricos em vitaminas do complexo B e em minerais como o zinco, cálcio, fósforo, flúor, cobre, iodo, magnésio e potássio. Eles são ricos em colasterol,  e pobres em gordurar saturadas, tendo  75 calorias por 100 gramas.

1 Comments
  • Mônica Wibbelt

    Reply

    Oi, Valentina!! Eu novamente. Sei que vc , pelo jeito, não encontrou as fotos da lojinha de doces. Pena mesmo! Mas hoje estou te escrevendo para perguntar como faço para acessar os arquivos antigos, com as receitas antiguinhas. Tentei e não consegui!
    Abração,
    Mônica.

Leave a Reply