Crumble de ruibarbo e maçã

22 Comments

Não pude deixar de colocar estas fotos do cisne e do pato aqui, pois hoje pela manhã dei uma ida ao supermercado para comprar algumas coisas e aproveitei para dar uma volta numa linda área vizinha ao supermercado que é cheia de aves – gansos, patos, cisnes, gente pescando..A manhã de domingo estava bem fria, mas com uma linda luz. Voltei para casa revigorada. E resolvi fazer um crumble com uns ruibarbos que começaram a aparecer por aqui. Eles estão só no começo da sua estação e ainda ficarão lindos e maravilhosos na medida em que formos nos aproximando da primavera.

Crumbles me cativam, pois mudam de roupa à medida em que as estações vão passando. Tem os clássicos, e o de maçã para mim é rei. Também gosto muito dos crumbles com frutas da floresta, bem no auge do verão. Pêra é outra mocinha que se dá muito bem em crumbles. Agora hoje optei pelos ruibarbos com maçã. A maçã quebra um pouco a acidez do ruibarbo – casamento mágico. E o coringa deste crumble é o uso de nozes pecãs na ‘cuca’. Na verdade a receita que me inspirou pedia nozes, mas há muito que não me interesso muito por nozes e fico só com pecãs que na minha opinião tem um sabor bem superior.Gosto de ter mais ‘cuca’ do que fruta, mas monte o seu a gosto.

Ingredientes:

  • 400g ruibarbos cortados em pedaços de 5 cm
  • 2 maçãs bramley, descascadas e cortadas em ‘gomos, ou equivalentes’**
  • 65g açúcar
  • 4 colheres de sopa bem cheias de suco de açúcar ou água
  • 180g farinha de trigo
  • 120g manteiga sem sal gelada, ralada***
  • 30g açúcar demerara
  • 40g nozes pecãs, picadas

** uma maçã bramley é bem grande, duas ou até três vezes o tamanho de uma maça tipo a Granny Smith.

*** tire a manteiga da geladeira e rale só na hora em que for usá-la para que não fique mole

Preparo:

Unte uma travessa ou ramekins e intercale a maçã com o ruibarbo. Depois jogue o açúcar por cima, seguido do suco de maçã. Caso vá usar os ramekins, divida os ingredientes em quantidades iguais. Numa vasilha a parte misture a farinha e a manteiga e misture usando a ponta dos dedos. Você quer uma textura grosseira, com pelotinhas. Depois jogue o açúcar demerara e as pecãs, e misture tudo delicadamente. Jogue a mistura por cima das frutas e leve ao forno por uns 30/35 minutos – a cuca deve ficar dourada. Retire do forno, deixe esfriar um pouco e sirva. Você pode acompanhar com iogurte natural, sorvete, ou creme de leite fresco.

22 Comments
  • dadivosa

    Responder

    Valentina, querida, só você para capturar essa luz linda em plena Inglaterra 🙂
    E achei tão fofo isso de ‘mais cuca’… tudo continua muito gostoso por aqui.
    Um beijo grande e saudoso ;***

  • Téia

    Responder

    Amiga, sou louca para provar ruibarbo, mas já sabe, por aqui tá difícil, ainda mais em Bsb. O VH do Prato Fundo já achou em Sampa (claro!). Bela receita, as fotos, :):):):), lindas. Bjka. Téia.

  • Babette

    Responder

    Adorei o seu blog. Fotos lindas, receitas inspiradoras, histórias ternas…
    Como é que este blog me escapou???
    Parabéns!
    Babette

  • mrshorgro

    Responder

    Hey Val, do you still have a blog in English? Would love to follow it if you do. Let me know x

  • sonia

    Responder

    Oi,Valentina…

    Saudades de vc…
    Vi esse cisne aí e lembrei que hoje fui fotografar umas ninféias e ao chegar na lagoa,havia uma paturi com os patinhos bem no meio da lagoa,,,corri para bater uma foto antes que eles entrassem no meio da taboa,foi só o tempo d’eu bater duas fotos e, eles se enfiaram no meio das taboas e sumiram,,,que pena…
    Beijos e com muitas saudades de vc…
    Sonia Novaes

  • simone izumi

    Responder

    Dear T,
    essa foto do potinho está de morir.
    ;DD……
    bjocas,
    si

  • ninacosta

    Responder

    Tão lindo esse seu novo cabeçalho!!!
    Parabéns!
    Beijinhos
    Nina
    ninapicnic.wordpress.com

  • Ana

    Responder

    Eu tbem adoro crumbles e crisps Valentina, sao tao comforting!
    Engracado ver o seu de ruibarbo, outro dia mesmo Matheus perguntou o q era (ele leu em um livro) e queria experimentar, preciso comprar um dia e fazer algo assim. Gostei muito da ideia pois quando eu experimentei ruibarbo era uma torta com morangos, e eu gosto mais de crumbles do q torta (gosto mais da farofinha do q de massa de torta! hehe!)
    Fica bom com macas entao eh? Vou provar aqui tbem!
    Beijos!
    Ana

  • Ana Powell

    Responder

    Deixa-me felicitar-te pela maneira sublime que apresentares o teu crumble.
    As fotos estão lindas, um trabalho fenomenal.
    Uma receita deliciosa, adoro ruibarbo x.

  • Dani Franken

    Responder

    Também adoro crumble e esse ficou com uma carinha de matar… de vontade!!!
    Beijinhos,
    Dani

  • Ameixinha

    Responder

    Aqui não há ruibardo e pecãs já não encontro há muitos meses, mas prefiro pecãs às nozes comuns 🙂 E adorei as fotos, eu adoro animais!

  • Leila

    Responder

    Oi Tina,

    Nunca fiz nada com ruibarbo mas ja provei sorvete feito com ele e gostei muito.

    mil beijos

  • Renata

    Responder

    Também sempre que vejo fico super curiosa para saber o sabor do ruibarbo.. Mas, não sei por que, me parece alguma coisa azedinha.. Hehehe, por enquanto fica só na imaginação mesmo! E o crumble parece divino!

    Bjs, Tina!!

  • Richie

    Responder

    Valentina, morro de vontade de saber que gosto que tem esse tal de Ruibarbo tão falado!
    Vou ter q ir pra Sampa procurar no mercadao, qq dia!

    A cara tá otima! Vou fazer só de maçã mesmo.. alias, será q amora, meio acida, substitui o ruibarbo?

    bjo!

  • Sabrina

    Responder

    Tina, que loucura isso que vc fez… Lembrei-me de você ontem quando conversava com uma senhora italiana; falávamos sobre risoto e comentei sobre os deliciosos aranccini. Ela disse desconhecer do que se tratava, até pq na época da guerra não sobrava comida nunca… Amanhã é aniversário do meu marido e terei de repetir o de aspargos com presunto cru, pois é o seu predileto, mas saiba que já fiz o de abóbora e ficou divino; que cor!!! Bjs

  • Luna

    Responder

    Eu adoraria saber qual o gosto do ruibarbo. Sabe o que ele me lembra? Cana-de-açúcar. Eu sei que não tem nada a ver, mas fico imaginando que tem gosto da cana cortadinha que eu comia na infância. 😀
    Bj!

  • Dani

    Responder

    Tina, já disse em outros blogs sobre o ruibarbo: Ai q curiosidade para conhecer o sabor…..o crumble ta lindo!

    Bjokas, Dani 🙂

  • Flavinha

    Responder

    Eu nunca comi ruibarbo, nem vi! Mas este crumble está de dar água na boca! Lindas fotos!

    Beijocas

  • Claudia Lima

    Responder

    Os animais são lindos. Um visul super repousante.
    Aqui tem ruibarbo, mas nunca provei. Tenho medo de não gostar e ter que colocar fora. Mas um dia ainda quero experimentar. O visual fica muito atraente.
    Bjs 🙂

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, querida, pena que não pude provar o ruibarbo quando estiver aí contigo. Esse crumble está uma perdição – lindo! Também sou tarada pela farofinha de cima – qualquer coisa crocante me ganha na hora.

Leave a Comment