Clafoutis de Mexerica com Água de Flor de Laranjeira

32 Comments

A comida que eu preparo é extremamente relacionada como os meus dias, o que vejo, e o que leio. É claro que em alguns dias tenho muito mais inspirações do que realizações. E posso anotar o que não consigo realizar em um dia para fazê-lo em um outro dia. E um item específico pode ficar na lista por muito tempo. As razões são variadas de não fazê-lo logo no dia seguinte. Posso acordar no ‘dia seguinte’ e ter uma outra inspiração que superará todas as que tenho anotadas. Esta será seguramente a primeira que executarei. E este clafoutis aqui foi algo que vi sendo preparado um dia, e me inspirou. Primeiramente porque o chefe que a fez é uma figura muito interessante, apresenta pratos muito simples por um lado, e extremamente surpreendentes. Este clafoutis leva água de flor de laranjeira. Só este elemento me deixou fascinada por muito tempo.

E finalmente chegou o dia da execução. Comprei uma espécie de mexerica. Digo ‘uma espécie’ pois há variedades nesta família ‘mexeriqueira’, e não sou conhecedora. Confundo uma com a outra. Mesmo em português. Então acho mais fácil dizer que comprei uma das primas da mexerica, uma variedade sem sementes. Não sei se em português se chama bergamota. A primeira coisa que faço para preparar este clafoutis é me sentar e descascar as ‘mexericas’, depois separo os gomos, e por fim retiro a pele de cada gomo. Lembro que adorava comer pocãs assim. Mas é fácil quando se tem um gomo grande. Neste caso aqui estou usando a menor variedade desta família, e retirar a pele dos gomos é bem delicado, pois o ideal é fazê-lo sem quebrar os gomos. Depois parto para o delicado arranjo dos gomos no fundo dos ramekins ou da travessa caso você vá usar uma só. E o resto é prazeroso também. Mas para mim este início me tranqüiliza. E é também o processo mais lento desta receita. O resto é bem mais rápido. – deixe todos os ingredientes a postos para que assim que você terminar o processo zen você possa fazer o resto da receita bem rapidinho.

Arrependo-me de não ter tirado as fotos enquanto os clafoutis ainda estavam quentes, pois assim você poderia ver como eles sobem no forno. Recomendo serví-los pouco depois da retirada do forno, salpicados com açúcar de confeiteiro. A delicadeza de sabor deste clafoutis pede para que seja comido sem acompanhamento ou com algo tão delicado como iogurte natural. Achei o sabor final extremamente delicado, feminino. Ah, o nome do chefe é Jun Tanaka. Quase esqueci de deixar o nome aqui.

Ingredientes

Para os clafoutis

  • 120g açúcar e mais um pouco para polvilhar
  • 8 mexericas/bergamotas, sem pele e sem sementes
  • 150ml creme de leite fresco
  • 150ml leite
  • 2 ovos + 3 gemas ** guarde as 3 claras num saquinho e congele até que necessite delas
  • 4 colheres chá água de flor de laranjeira
  • 25g farinha de trigo

Para servir

  • Açúcar de confeiteiro para sevir
  • Iogurte natural or creme fraîche

Preparo

Pre-aqueça o forno – 190oc. Unte os ramekins que for usar ou um refratário caso só use uma, e polvilhe com um pouco de açúcar. Pegue as bergamotas/mexericas, descasque e separe os gomos. Depois retire aquela pele que reveste cada gomo. Arrume os gomos ‘pelados’no fundo dos ramekins. Ponha uma panelinha no fogo com o leite e creme de leite e leve  ao ponto de fervura. Retire do fogo e reserve.

Para a massa: numa vasilha coloque dois ovos inteiros e gemas de 3 ovos, junte o açúcar também. Com um fouet/garfo misture tudo para ficar com uma mistura homogênea. Acrescente a água de flor de laranjeira e a farinha de trigo e use o garfo/fouet para  misturar tudo. Derrame o leite e creme de leite na vasilha com os ovos e mexa com um fouet/garfo para incorporar. Divida a mistura pelos ramekins ou derrame na forma, sobre as bergamotas se usar só um refratário. Leve ao fogo por uns 30 minutos. Os clafoutis vão ficar inflados, altos. Retire do forno, polvilhe com o açúcar de confeiteiro e sirva com uma colherada de iogurte natural ou creme fraîche.

32 Comments
  • Mariângela

    Responder

    Amei esta receita.

    bj

  • diulza Angelica dos sants

    Responder

    Oi Valentina, no sul chamam a mexerica de bergamota,outros dizem que é um ibrido,mais o importante é que recebi uma visita e fiz ficou uma delicia todos queriam receita, nunca tinha visto nada igual, falei do seu blog, p/ pegarem la. beijos obrigado pelas maravilhosas receitas e fotografias lindas.até(Diu)

  • Claudia Lima

    Responder

    Ai que vontade que deu! Ficou muito bonito!
    Laranja é minha cor favorita!
    Bjs 🙂

  • Verena

    Responder

    Tina, que maravilha essa receita! Amo mexericas e fiquei aqui imaginando o sabor que devem dar a esses clafoutis…
    Lindas fotos!
    Beijos e ótima semana!

    • valentinajacome

      Ver querida, obrigada. ah, entao tens que fazer. Depois me conta.

  • Roberta

    Responder

    Adorei este post, as fotos e a receita! Me transmitiu uma paz!!

    bjs

    • valentinajacome

      Que bom Roberta. Fico feliz de ter passado paz com o post e fotos.

  • Léia Silva

    Responder

    Ops, cítricas – hehehe!

  • Léia Silva

    Responder

    Querida Valentina
    Sou apaixonada por doces com frutas criticas! Como sempre tuas receitas sao diferentes e originais. As fotos falam pela receita.
    Bjim com karim
    Léia

    • valentinajacome

      O fã clube de cítricas é incrivelmente imenso – e só dá para entender.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, o único clafoutis que já provei foi de cerejas (tanto frescas quanto secas) e adorei, mas esta versão cítrica tem mesmo a minha cara…
    Que lindos!

    • valentinajacome

      Pat, eu amo o tradicicional, de cereja. mas a variada ‘me deixou feliz.

  • Téia

    Responder

    Amiga, você está cada dia melhor, viu? Que receita linda e colorida. Sempre que venho aqui me surpreendo e saio com um sorriso nos lábios de satisfação. Nunca experimentei nada com águas de flores, deve ser mesmo diferente. Bjka querida.

    • valentinajacome

      Téia, este teu comentário me deixou muito feliz.Obrigada pelo eterno incentivo e carinho.

  • laila

    Responder

    a delicadeza vem imperando em suas producoes…tenho certeza q isso é reflexo de sua personalidade…de seus dias de inspiracao… o clafoutis…ahhhh imagino q seja delicioso….

    bjos

    • valentinajacome

      Amiga, tens que fazer um clafutizinho. nao teras como amar. ainda mais que voces estao indo para o outono/inverno.

  • Odete

    Responder

    Valentina, me vi na 1ª parte do seu texto, parece ate que o escrevi… Mas acho que eh otimo assim…mudar de ideias, ter outras opcoes…
    Adorei essas fotos, e quase pude sentir o cheiro vindo dos potinhos…devia ta bom…

    bjs e boa semana

    • valentinajacome

      Oi Odete, ah, temos algo em comum no processo criador. Amei saber.

  • Renata Boechat

    Responder

    Minha querida amiga,

    Espero que estejas bem, e feliz!

    Hoje foi um dia gostoso em família…almoçamos juntos e aproveitei pra fazer umas comidas de inspiração oriental. Minha irmã chegou a pouco de New Zeland e trouxe uns pacotes de preparações variadas com curry de difrentes tipos, malaysian satay e algumas outras coisas que nao consigo me lembrar agora…foi bem legal, novos sabores na mesa, e eu adoro!

    Quanto a medida do iogurte, um copinho tem 200ml, ok?

    É sempre bom estar aqui, e a sobremesa de hoje me pareceu bem convidativa…pra não dizer deliciosa, já que não posso mais comer por hoje…que horror!!! Rsss

    Um abraço carinhoso,
    Re

    • valentinajacome

      Re, o dia pareceu otimo amiga. A tua irma estava na nova zelandia de férias ou morando?

  • Vivian

    Responder

    sabe que é a primeira vez que vejo receitas com bergamotas? claro que vou anotar e fazer, já que estamos na época delas. Ah, antes que eu me esqueça, adorei as fotos

    boa semana

    bjks

    • valentinajacome

      Olha so’, ideal para fazê-la então. E espero que voce goste. E muito.

  • Sabrina

    Responder

    Adorei a ideia; afinal, está na época de mexericas! O único porém é tirar a pele das bendidas, mas deve ter compensado! Bjs

    • valentinajacome

      Sabrina, vai ser a tua ‘meditação’ do dia.risos.

  • Ameixinha

    Responder

    Aqui chamamos de tangerina ou clementina. São muito boas, sem sementes e bem docinhas 🙂 Clafoutis é sempre uma sobremesa deliciosa, seja com que fruta for. Ainda não encontrei água de flor de laranjeira para experimentar, mas tenho curiosidade!

    • valentinajacome

      Querida, não achas ai? vou te mandar um email.

  • Ana Powell

    Responder

    Como sempre não páras de surpreender-me, o teu trabalho é excepcional.
    Uma sobremesa divina.
    Feliz fim de semana x

    • valentinajacome

      Ana, obrigada. Esta receita é muito boa. Delicada, sabe?!

  • Babette

    Responder

    sinto-me uma perfeita ignorante: mexerica é o quê? tipo tangerina?… a língua portuguesa é muito traiçoeira!…
    babette

    • valentinajacome

      Oi Babette, é sim. Acertastes.

  • Akemi

    Responder

    Amiga, que fotos lindas!!! Amei esta sugestão, ainda mais que estamos na época de mexiricas e comprei outro dia mesmo um vidrinho de água de flor de laranjeira! Bjss

    • valentinajacome

      Obrigada querida. Ah, faça e me diga o que achas.

Leave a Comment