Clafouti de ameixas frescas

9 Comments

No final do mês de agosto resolvi que iria a Maldon, uma cidadezinha em Essex. A Maldon do Sal –  Maldon Salt. Entrei no site deles, e mandei uma mensagem perguntando sobre visitações, horários…Eles responderam super rapidinho, mas para me dizer que devido a Health & Safety não há mais visitação. E eram ‘very sorry about that’. Acrescentaram que devido a isto tinha dado uma aumentada no site deles e colocado mais detalhes. O website é bem informativo, lhes dou o devido crédito. Mas fiquei desapontada. Nada substitui a visita.

Maldon Salt é um negócio de família e existe desde 1882 pelo que li os seus métodos são bem tradicionais. É uma das quatro salinas que existem no Reino Unido. Uma das razões pelas quais quis visitar foi para me educar um pouco mais. Agora vou ter que me contentar em ler o que esta no site deles. É uma das quatro salinas que existem no Reino Unido. Mas resolvi que iria até a cidadezinha de Maldon de qualquer forma. Minha querida amiga R. mora não muito longe de Maldon e combinamos que ela viria com sua fillha e poderíamos passar umas horas na cidadezinha.

Fui até Londres de trem num dia bem cinza, e de lá peguei outro trem da estação de Liverpool Street até uma cidadezinha perto de Maldon pois não há estação de trem em Maldon. A minha amiga R. me pegou na estação mais próxima e fomos para Maldon. Apesar do dia cinza foi bem gostoso pois para mim só estar na beira d’água já me fascina  Há uma parte bem grande de lazer para a garotada o que atrai muitas pessoas que moram em cidades vizinhas para ir a Maldon no fim de semana. E esta área fica bem na beira d’água.

Há muitas aves: patos mallard, gansos, e outros. Ao sairmos do parquinho infantil em direção à cidadezinha nos deparamos de um lado com o mar – maré bem baixa diga-se de passagem, e do outro um laguinho e milhões de aves. A vista da enseada é bem bonita da algura do laguinho, e mesmo a maré estando bem baixa quando chegamos, a paisagem tinha o seu charme. A maré estava tão baixa que não dava para crer que dentro de algumas horas fosse ficar quase transbordando.

Havia uma feirinha naquele dia. Vendedores de artesanato, balas, doces, cerveja do tipo Ale e Bitter, maçãs – as primeiras levas da estação. A barraca de maças vendia na verdade sucos de maçãs e eles também podem usar o equipamento deles para fazer suco das suas maças se você as trouxer. Comprei três garrafinhas, e ao chegar em casa fique chateada de não ter comprado mais. Havia gente vendendo chutneys, geléias, bolos típicos, cupcakes, etc.

Almoçamos num pub e foi um menu bem adequado à área:  fish and chips para a filha da R; enquanto que eu e R. pedimos torta de peixe – a cobertura da torta é purê de batata . Tudo muito fresco e saboroso.

 

Ao sairmos de Maldon – por volta das 3 da tarde, a maré havia subido bem. Ao chegar em casa naquele final de tarde me deu vontade de fazer algo confortante. Peguei umas ameixas frescas que tinha e fiz um clafoutis.

Clafoutis de ameixas

Ingredientes:

  • Manteiga para untar o refratário
  • Açúcar para polvilhar
  • 7 ameixas, cortadas ao meio e sem sementes
  • 1/3 xícara de farinha de trigo
  • 1/3 xícara de açúcar
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 xícara de creme de leite fresco
  • 3 ovos levemente batidos

Preparo:

Pré-aqueça o forno – 180oC. Unte uma travessa refratária, polvilhe com um pouco de açúcar e reserve. Ou mini travessas.

Espalhe as bandas das ameixas frescas pelo fundo do refratário com a parte cortada virada para cima. Coloque a farinha de trigo, açúcar e baunilha numa vasilha. Misture com um fouet. Acrescente o creme de leite e mexa com o fouet para encorporá-lo aos outros ingredientes. Por fim acrescente os ovos e mexa até que a mistura fique homogênea. Derrame a mistura no refratário e asse por uns 35-40 minutos. Servi o meu clafoutis com ameixas em calda preparada por mim mesma. E fiz assim – veja depois da foto:


Pus manteiga e mel numa panelinha e levei ao fogo baixo para derreter, mexendo de vez em quando. Quando a manteiga estava toda derretida coloque coloquei fatias de ameixa fresca que havia cortado. Deixei no fogo por uns 2 minutos, até que a ameixa ficasse revestida. E servi estas ameixas com o caflouti.

Fui até Londres de trem num dia bem cinza, e de lá peguei outro trem da estação de Liverpool Street até uma cidadezinha perto de Maldon pois não há estação de trem em Maldon. A minha amiga R. me pegou na estação mais próxima e fomos para Maldon. Apesar do dia cinza foi bem gostoso pois para mim só estar na beira d’água já me fascina  Há uma parte bem grande de lazer para a garotada o que atrai muitas pessoas que moram em cidades vizinhas para ir a Maldon no fim de semana. E esta área fica bem na beira d’água.

9 Comments
  • laila

    Responder

    q passeio lindo.. dias assim merecem regisros to gostosos qto este… e coroado com esse clafoutis.. sensacional! bjs

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Delícia de passeio, Tina. E eu adoro esse sal – ontem mesmo fiz batatas assadas com ele, bastante azeite, hum! Delícia!
    Este clafoutis está na minha lista há um tempão – mal posso esperar a época das ameixas aqui. Lindas fotos, querida!
    xx

  • Aninha

    Responder

    Que linda cidade!
    Como é bom visitar seu blog. Eu sempre encontro mais do que procuro! Não me canso de te parabenizar. Tudo muito lindo e confortante. Esse post confortou minha mente, a alma e o estômago!!! rs.
    Abraços amistosos.

  • Ameixinha

    Responder

    É cada lugar mais encantado que nos apresentas que eu fico de boca aberta 🙂 Ia adorar a convivência com as aves, que lindos patinhos e cisnes 😉 Ameixas também são paixão, deve ficar uma sobremesa deliciosa!

  • marina mott

    Responder

    Fotos fantásticas!! Receita maravilhosa! Adorei o post!! Bjs!

  • Regina Arlet

    Responder

    Acordei há 1 hora atraz, e esse horario de verão é otimo a tarde , porque os dias sao longos…Hoje amanheceu nublado, com uma leve garoa bem paulistana….apesar de eu estar vivendo no interior , me lembrei da garoa de SP hoje….
    Lendo sobre Maldon , e vendo as fotografias , fiz uma viagem agora,,,,,e depois da viagem , me deparo com esta receita maravilhosa….que lindas fotos são as suas !!!! Que receitas
    práticas e saborosas …..olhando a foto , eu quase sinto o aroma….Parabéns , por dividir suas fotos, receitas e emoções.

  • Renata Boechat

    Responder

    Que bacana! Não sabia que o sal Maldon vinha de uma Maldon City…amei! Ahhhh…eu bem que muito queria poder conhecer um lugar assim…muito acolhedor Maldon, fiquei feliz de conhecer!

    Um abraço minha amiga,
    Fique bem!

  • Josefa

    Responder

    Que delícia seu relato sobre Maldon. Deu muita vontade de conhecer a cidade. E vontade de comer esse clafouti também.
    Bom final de semana.
    Abraços from Rio de Janeiro

  • Luna

    Responder

    Deu vontade de estar nesse passeio. 😀

Leave a Comment