Chocolate loaf cake with apricot and ginger/ bolo loaf de chocolate com damascos e gengibre

2 Comments

The recipe comes in English and in Portuguese. Read on. As receitas são em inglês e em português. Continue lendo

herme chocolate cake with apricot-1ENGLISH

Night cake. That’s how this cake is known in my house. I never baked it during the day. It always came about after a long day in the office, and a strong desire to create something beautiful and delicious. Something that gave me immense pleasure preparing. There’s a  list of items that require a wee bit of chopping, and it comforts me. I get into a zone doing the mis en place, chopping the ginger, the apricots, the chocolate. The eggs are beaten for quite a long time as well, adding more pleasure as you witness a beautiful batter being created. I’m not a very patient person, looking for immediate results. However, baking tames me. There’s no rushing if the aim is to achieve a good result. So I learnt to be patient because of baking. Do not let the list of ingredients and the mis en place required put you off. Embrace it.You will not be disappointed.

herme chocolate cake with apricot-5I was a chocaholic as a kid. I remember this rash I got after a birthday party because of the amount of chocolate cake I had. And I grew up as a child and teenager eating really sweet chocolate. As  and adult I’ve  discovered semi sweet/bitter chocolate and feel in love with it. It’s a very different product to what I grew up eating as chocolate.  Many years ago, when I first discovered Pierre Hermé and fell in love with his creations I ended up acquiring his  and Dorie Greenspan book Chocolate Desserts. It’s a delicious book to read as it has a very personal tone to it. Throughout the years I’ve made quite a few of his recipes. The book pages are smudged with chocolate,  flour remains in its crevices. It’s a very worn out book. I have a favourite recipe – Suzy’s cake, and another favourite is this apricot and ginger chocolate loaf cake. It’s a truly tasty cake, and very chocolatey without being super sweet. I have used light muscovado sugar instead of refined sugar as it adds depth of flavour. Once the cake was made and cooled, I pressed pieces of cake to the top of my mouth with my tongue – apart from the pieces of ginger or apricot the cake truly dissolved in the mouth. I overdid it a bit on the decoration this last time; this cake needs no fancy dressing up. just a brush of apricot jam dissolved in a bit of water suffices to give it a party look. I kick myself for not having baked some to take with me to the Chelsea flower show as it’s thick slices work really well as picnic pieces, and are a great match to a nice cup of tea.  I hope you make it. I’d love to know about it if you do.

herme chocolate cake with apricot-2

PORTUGUÊS

Só fiz este bolo na calada da noite. Uma vez o coloquei no forno as 1.30 da manhã, e cochilei 5 minutos antes de tirá-lo do forno. Acordei 40 minutos depois com o alarme do forno que já devia estar apitando há tempos,e enlouquecendo os pobres vizinhos. Acho que o fato de fazê-lo a noite é muitas vezes por querer fazer algo saboroso e bonito após um longo dia.  A preparação dele requer paciência pois alguns ingredientes tem que ser picados, e em pedaços não grandes. Tudo tem que ser feito sem correria, e se você tiver com pressa deixe este bolo para um outro dia. Mas não deixe de fazê-lo. Não sou uma pessoa paciente, mas baking me  adestrou. Não tem correria com baking, não sem o comprometimento do produto final.  Este bolo me põe em um espaço de tranquilidade quando o estou preparando, incluíndo o preparo da massa que envolve bater os ovos por muito tempo. A mistura fica super cremosa, e volumosa. Por isso o bolo fica tão sensacional.

herme chocolate cake with apricot-7Eu amava chocolate quando criança. Acho que hoje em dia se questiona se aquilo era chocolate. Mas de qualquer forma para mim era chocolate e eu adorava. Lembro de uma vez em que fui a uma festa de aniversário e comi tanto bolo de chocolate que acordei com uma alergia no dia seguinte. Umas bolotas vermelhas  no corpo. Depois de adulta descobri chocolate amargo, e um novo amor começou. Nesta minha nova fase um dos livros que adquiri foi um Chocolate Desserts do Pierre Herme e  Dori Greenspace.  As páginas do livro tem muitas marcas de uso, incluíndo de chocolate. Há resquícios de farinha por toda parte. Já fiz várias receitas daquele livro, incluīndo esta aqui. A minha favorita é o bolo Suzy que já foi publicado aqui. Uma coisa que gosto muito deste livro é do seu tom bem pessoal.  Usei açúcar mascavo claro, não refinado. Ele dá um sabor mais apurado do que o açúcar refinado daria. Este bolo é muito bom,  e não precisa de decoração nem nada. Eu é que me empolguei. Só diria para pincelar o bolo com uma mistura de geléia de damascos e água. Dá um leve tom festivo ao bolo sem comprometer o sabor. Volte para me contar quando você tiver feito o bolo. Adoraria saber da sua aventura e o que você achou.

herme chocolate cake with apricot-4

Recipe from the book Chocolate Desserts by Pierre Hermé and Doris Greenspan

Receita do livro Chocolate Desserts de Pierre Hermé e Doris Greenspan

Ingredients:

Instructions:

Chocolate loaf cake with dried apricots and ginger

* I used white spelt flour as this is my ‘go to’ flour, always in my pantry and it contains the same protein level as all purpose flour

** my choice of sweetener was light muscovado sugar for depth of flavour as it adds a deeper note  to the chocolate cake

***I haven’t been able to find almond paste so I’ve used home made marzipan – I do know that they are not the same and that ideally shouldn’t be replace but I risked it and it worked

****I tend to coat the chopped ginger with a very fine layer of flour to help them stick better to the batter, instead of sinking to the bottom due to its weight

Instructions:

  1. Pre-heat the oven 180c. Add a baking sheet to the middle shelf of the oven. Grease and flour  a 28cm loaf tin- it really needs to be this size – if you use a smaller loaf tin the mixture will overflow. Set aside
  2. Sift and mix together the flour, baking powder and cocoa. Reserve.
  3. Melt the butter and set aside to cool
  4. Bring 250ml of water to boil; then pour the chopped apricots to the pan and remove it from the fire. Let the apricots rest for 1 min, enough just to get them softer and plump. Drain the liquid and pat the apricots dry with kitchen towels. Once they are dried, I like to throw a bit of flour to the bowl, just enough to coat the apricots gently. It’ll stop them sinking to the bottom of the bowl completely.
  5. Put the sugar and almond paste into the bowl of a mixer and  beat the two items to brake down the almond paste up, blend it with the sugar, and get to a mixture that looks like sand. It’ll take a good few minutes. Only then start adding the eggs, one at a time, and beat for 2 min in between each addition. Once you’ve added the last egg and beat it for 2 minutes, replace the paddle for the whisk and increase the mixer speed to high, and beat the mixture for 8-10 minutes. The mixture will double in volume and become very creamy – it might remind you of mayo texture. Do not take any shortcuts here as you really need all the 8-10 minutes, not less.
  6. Reduce the mixer speed to low and add the milk in a slow and steady stream until it’s combined.  Then, with the mixer still in low, add the dry ingredients with a large spoon and whisk it until it’s all combined and homogeneous. When ready switch the mixer off, remove the bowl and use a spatula to gentle give it a mix to ensure that there is no dry mixture sitting in the bottom of the bow. Then add the apricots, ginger and chopped chocolate to the mixture – I do it in small batches, folding everything in nicely in between additions. The melted butter is added last, and folded very very gently as we’ll. the final mixture will be very smooth.
  7. Transfer the batter to the reserved tin, place it on top of the baking sheet in the middle shelf and bake it for 50-60 min, testing it with a skewer before removing it from the oven. It took only 55 min in my  oven – it’ll depend on your oven so do check at 50, and then make a judgment of how much longer you’ll need.
  8. Remove the cake from the oven when ready and transfer it to a cooling rack, leaving it to cool for 10 minutes. Then take the cake out of the tin and let it cool completely on the rack.

*If you like, 0nce cooled brush it with a mixture of apricot jam and water, thinned out over low/medium temperature. It  adds a nice shine to it, and does not interfere with the flavour.

Bolo loaf the chocolate com damascos e gengibre

* Usei farinha branca de espelta pois é a farinha que sempre tenho na minha despensa, e ela também contém a mesma quantidade de glúten da all purpose flour

** Substituí o açúcar branco por açúcar mascavo não refinado claro, o que afeta o produto final para melhor

***como não encontrei pasta de amêndoas acabei usando marzipã caseiro. Sei que os dois produtos não são a mesma coisa e muita gente recomenda que não sejam usados como substitutos, mas como só tinha o marzipã em casa resolvi arriscar, e deu certo

****jogo um pouco de farinha de trigo sobre os gengibre picados para lhes dar uma leve camada de farinha, e para ajudá-los a se grudarem mais à massa ao invés de caírem todos no fundo da massa

Instruções:

  1. Pre-aqueça o forno – 180C e coloque uma assadeira na prateleira do meio do forno. Unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês de 28cm e reserve. Não tente usar uma forma menor pois a massa vai se derramar ao assar.
  2. Peneire e misture os ingredientes secos: farinha, fermento e cacao em pó. Reserve.
  3. Derreta a manteiga e deixe esfriar.
  4. Ferva 250 mil de água e jogue os damascos na panela, retirando-a do fogo. Deixe descansar na água por 1 minuto – vai re-hidratar um pouco. Após este tempo escorra a água e seque os pedaços de damasco com papel toalha. Uma vez secos, salpique os pedaços de damasco com farinha de trigo – isto vai prevenir que não escorram completamente para o fundo da massa quando for assar;
  5. coloque o açúcar e a pasta de amêndoas na vasilha da batedeira e bata por uns bons minutos até que a pasta esteja bem quebrada, e incorporada ao açúcar, e a mistura se pareça com areia grossa. Comece então a acrescentar os ovos, um por um, batendo por 2 minutos entre um ovo e o outro. Após a adição do último ovo, e quando tiver sido batido por 2 minutos, troque a espátula da batedeira pelo implemento que parece um fouet. Bata por 8-10 minutos. A mistura que está já um pouco cremosa vai crescer em volume e ficar extremamente cremosa.
  6. Baixe a velocidade da batedeira e acrescente o leite, derramando aos poucos e continuamente somente para que se incorpore à mistura. Com a velocidade ainda baixa acrescente colheradas da mistura seca à massa até que a mistura final fique homogênea. Desligue a batedeira e retire a vasilha. Depois acrescente o gengibre, damascos e chocolate à mistura, misturando delicadamente com o auxílio de uma espátula.  Gosto de fazê-lo em três vezes, para que fiquem melhor distribuídos. A manteiga derretida é acrescentada no final, e também é misturada delicadamente à massa até que o resultado final seja uma mistura homogênea.
  7. Transfira a mistura para a forma reservada e leve ao forno sobre a assadeira pre-aquecida,  por 50-60 minutos. Faça o teste do palito antes de retirar o bolo do fogo. Caso necessário deixe assar por mais um pouco. No meu forno só precisei de 55 minutos.
  8. Retire do forno quando pronto e transfira para uma grelha. Deixe esfriar na forma por uns 10 minutos antes de retirar o bolo da forma, e transferí-lo para a grelha até que esfrie completamente.

* Caso queira pode pincelar o bolo com geléia de brilho uma vez que ele esteja completamente frio. Não afetará o sabor e o bolo ficará com cara de festa.

2 Comments
  • Rita

    Responder

    Adorei a cor e o fato de combinar chocolate e gengibre.
    Concordo com Renata Lampião, difícil achar adjetivos para descrever as surpresas culinárias que apresenta. O céu está azul la fora, e as cores do bolo (nas fotos) provocam inspirações para um dia alegre. Bjs e bom final de semana.

  • Renata Lampião

    Responder

    Bravo, Tina! Juro que já esgotei o leque de adjetivos para qualificar os teus pratos. Vou voltar para registrar minhas impressões gustativas sobre este bolo. O bolo Suzy me traz ótimas recordações. Este também tenho certeza que me trará.

Leave a Comment