Cherry Garden e dim sums

11 Comments

Não é a primeira vez que registro aqui a minha paixão por dim sums. E no domingo tive uma experiência sublime. Veja bem, não sou uma imensa conhecedora de dim sums. Inicialmente os comi em Londres numa cadeia chamada Ping Pong – adoro o nome. Foi recomendação da minha colega de trabalho Mukti, que me disse que os dim sums eram tão bons quanto os de Hong Kong – aonde ela costuma passar parte de suas férias. Quando se tem recomendação deste tipo não dá para deixar passar . E fiz até um post na época. No sábado comprei a Time Out de Cingapura do mês de julho, e havia um artigo dos melhores de Cingapura no quesito comida: melhor restaurante de chilli crab (caranguejo em molho apimentado – especialidade local), melhor sushi, melhor Café Livraria, melhor restaurante de frutos do mar, etc. E olha que este lugar é cheio de restaurantes, lanchonetes, cafés. O povo de Cingapura ama comida, e boa comida. Fiquei logo animada, pois assim poderei visitar lugares novos desta vez. E nesta imensa lista havia o melhor dim sum de Cingapura – no restaurante Cherry Garden. E para melhorar tudo, eles têm buffet de dim sum no fim de semana. Por $45 dólares (moeda local) se pode comer quantos dim sums quiser e puder. Domingo então me mandei. É meio chato comer sozinha e sempre fico meio sem graça quando o faço, mas não deixo de fazê-lo, pois aí seria tolice.

O restaurante Cherry Garden fica no Hotel Mandarin Oriental que é um hotel lindíssimo por dentro, de interiores bem individualizados. Já fiquei maravilhada com o interior do hotel. E ao chegar à entrada do restaurante fiquei ainda mais. As fotos que tirei não fazem justiça ao local. Não estava com a minha máquina pequena e achei meio chato ficar fotografando com a máquina grande. As poucas fotos que fiz foram na saída quando já não havia muita gente. Nem cheguei a tirar fotos dos pratos.
A decoração é bem suave, de muito bom gosto. Os móveis são de madeira escura. Há lindas lanternas vermelhas no teto em várias partes do restaurante, o que dá um lindo toque colorido e contrastante. O atendimento é muito bom, os garçons são muito eficientes e gentis. Quando cheguei a minha mesa estva feita com três lugares, pois a gerente me disse que eles não sabiam bem aonde eu preferiria sentar. Ao escolher o meu lugar os outros pratos foram retirados. Apesar de sozinha me senti muito a vontade. Na Ásia sempre se vê grupos grandes comendo juntos. E aos domingos é dia de famílias comerem juntos. É muito comum ver várias gerações na mesa de um restaurante.
De entrada pedi berinjelas crocantes com ‘floss’de frango. As berinjelas foram mergulhadas em algo como mistura de tempura e depois fritas. Estavam bem sequinhas, e vinham com floss de frango por cima. O floss (não sei a tradução) parece uns fiozinhos de algodão que se põe por cima da comida. Às vezes vejo por cima de pão mesmo. Só conheço de frango ou porco. Primeiro se cozinha o frango ou porco em água até que fique bem macio. Desfia-se tudo e se frita na wok em fogo baixo. Para uma receita de como preparar floss clique aqui. A entrada que pedi tinha várias texturas: o crocante do exterior da berinjela, o cremoso da berinjela dentro, e o floss bem leve e solto, mas levemente salgadinho por cima. Absolutamente divino.

Normalmente as porções de dim sum vêm em 3 e isso me preocupou pois achei que não ia conseguir experimentar muita coisa já que de cada um haveriam 3. Graças a Deus eles fizeram minhas porções reduzidas e consegui provar vários tipos de dim sum .Aqui vai a minha lista – a tradução talvez seja pobre em partes:

  1. dumplings de cristal trufados (truffled essence cristal dumplings): a película que reveste os dumplings fica trasnparente. Visualmente é um sonho. Eles são recheados com cogumelos frescos picados em quadradinhos bem pequenos. A mordida me transportou para um mundo de sabores até então desconhecido. O meu favorito. Além de lindo é saborosíssimo
  2. camarões no vapor com legumes ‘preservados’( será certa esta palavra?) – steamed shrimp dumpling with preserved vegetables. Deliciosos. Todos os elementos eram notados na mordida, com um perfeito balanço de sabores
  3. raiz de Lótus com maionese de vieiras e massa phylo – lótus roots filled with scallop mousse in phyllo dough – apesar de dizer recheado na descrição, a maionese de vieiras vinha na base, e a raiz de lótus vinha por cima. A massa filo dava um efeito de ninho, revestindo a vieira. Três ótimas texturas aqui e lindos sabores. Visualmente era bem apetecedor também.
  4. aioli de wasabi com camarões crocantes pincelados com maionese – crispy wasabi praws topped with fresh mayo – o wasabi aioli era perfeito e se casava perfeitamente com os camarões. Aparentemente este é o signature dish do Cherry Garden. Muito bom.
  5. bolinhos de rabanetes fritos na wok com ‘silver sprouts’ e molho XO (não tenho idéia do que seja em português) – wok fried raddish cake with silver sprouts in XO sauce – os rabanetes são picados bem fininhos e os bolinhos são moldados em cubinhos firmes mas extremamente macios na mordida. O molho é um molho apimentado.muito gostoso e completamente inusitado. Não era de forma alguma o que eu esperava.
  6. pacote de arroz crocante recheado com camarão, maçã e manga – crispy rice turnover stuffed with shrimp, apple and mango – o camarão era envolto em uma ‘casquinha’que imagino ter farinha de arroz pois arroz não vinha no recheio. A maça e a manga eram como um purê, de sabor bem sutil mas definitivamente notável. Fiquei apaixonada.
  7. sobremesas: pedi duas – espera aí, eram pequenas. A) sorbet de limão com sagu, creme de manga e gominhos de pomelo – chilled cream of mango with sabo pearls, pomelo e lime sorbet – todos os elementos da sobremesa sãosutis. A quantidade de sagu é pequena, os gominhos de pomelo são em pouca quantidade, o creme de manga é bem sutil..mas tudo também absolutamente delicioso; B) ( não tenho idéia do que seja sour plum em português por isso vai o título em inglês mesmo) chilled sour plum crystal jelly with sliced guava – a gelatina era bem molhinha e o sabor da cereja era logo sentida ao tocar a língua. A goiaba dá uma textura levemente sendo cortada em faita fina e pequena; as sobremesas são servidas em uma tigelinha em formato de funil, dentro de uma arredondada – ambas de vidro incolor. No fundo da arredondada há gelo seco ‘molhado’ com água quente dando um efeito dramático, esfumaçado. E uma ótima maneira de se terminar uma refeição tão especial.

Mas sábado que vem pretendo voltar, pois a lista de dim sums é imensa e já vi vários que ainda quero provar.

11 Comments
  • Bete

    Responder

    Passei pra dizer olá e deixar uma beijoka.Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.Amigo a gente sente!Bjs!

  • Michel

    Responder

    Amo tudo o que é asiático. Eles são demais.

  • Akemi

    Responder

    Amiga, fiquei curiosa quando vc comentou no mail mas lendo seu post quase que senti o gosto dos dim sums! Concordo com todos acima, muito obrigada por compartilhar conosco suas aventuras gastronômicas! Bjs

  • Simone Izumi

    Responder

    Mio Dio!!!! Como serão esses dim sums??????? O seu post ficou lindo e que experiência maravilhosaaaa!bitocas

  • Vitor Hugo

    Responder

    Acabei de comer e fiquei com vontade de provar os dim sums. HhehehDa próxima vez, me convida que tu non precisa ir sozinha, hahahah.

  • iliane

    Responder

    que lindo Valentina..li todo post bem devagar..para me deliciar com tudo que você estava experimentando ai…e..que lugar maravilhoso..adorei a messa..os detalhes dos pratos..muito bom tudo isso..que maravilha é poder desfrutar de uma riqueza de culinaria e passar para todos nós..os momentos lindos que você está vivendo..parabens pelo post..e..obrigado tambem..pela riqueza dos detalhes..fiquei feliz só em lêr….quando você tiver morando ai..rsss..vou ti visitar..beijus..

  • Agdah

    Responder

    E daqui a pouco vc se muda para Cingapura. Dim sum é muito legal.

  • Gourmandise

    Responder

    Tudo muito chic! Quero conhecer um dia…bjo,Nina.

  • Marizé

    Responder

    Que bom que é viajar por paises exóticos e ir provando as iguarias locais.Adorei este relato.Bj e resto de boa estadia.

  • laila

    Responder

    certa vez vi num programa dim sun fiquei intrigada e procureipor aqui e nao achei quase anda…só achei um livro q tava escrito em sei la q lingua q eu nada entendia…adorei suas explicacoes..bjocas

  • Natural Naturalmente

    Responder

    ValentinaQue sonho, que maravilha, adorei cada detalhe, dada palavrinha, só não consegui sentir o gostinho de cada item, pois babava tanto que o sabor diluiu-se.Este post esta o máximo. Parabens!!!BeijosMárcia

Leave a Comment