Chelsea buns com pistache

22 Comments

Obrigada pelos votos de melhoras que vocês me deixaram. Queria muito ter postado ontem como falei, mas por incrível que pareça não consegui upload as fotos. Não quero que pareça que ponho falsas mensagens.

Desde que fiz estes pãezinhos chamados ‘Chelsea buns’ que estou querendo compartilhá-los aqui. Mas tive uma gripe tão terrível na semana passada, e como tive que trabalhar de toda forma, ao chegar em casa estava exausta. E mal conseguia cozinhar. Muito menos escrever um post. Buns são pãezinhos adocicados, e os conhecidos como sendo da variedade ‘currant buns’ são recheados com frutas secas como passas de corinto,uva passas ou passas brancas. Chelsea buns foram criados em Londres mesmo, na região de Chelsea por volta de 1800, numa casa chamada The Chelsea Bun House. Este estabelecimento era muito famoso com a aristocracia no auge do seu sucesso no século 19.

A receita tradicional de Chelsea buns não leva pistaches ou cranberries secas. Esta é uma variação dela. Estes buns são bem tradicionais, e muito gostosos. SÃo feitos em formato de espiral tradicionalmente, e normalmente ficam numa formato mais para o quadrado que redondo. Adoro o melado nos dedos por conta da pincelada de mel. Adoro desenrolar os buns e ir comendo desta forma. Desvendando o recheio. Tenho uma fraquesa imenso por pãezinhos adocicados. Nada excessivo, mas levemente tentador.

Estive em Zurique por dois dias e tudo que fiz e comi foi ligado a chocolate. Chocolates excelentes, feitos por pequenos chocolatiers que tem como principal preocupação a qualidade de seu produto. Só que por mais que adore chocolate estava louca para comer algo diferente. E escrevendo este post me deu vontade de fazer estes buns novamente, e passar um café fesquinho para acompanhar. Tipico lanche de inverno. A temperatura andou baixando por aqui. Chegamos a menos 5C em Guildford, e quando estive em Zurique encarei muita neve e menos 10. Este tipo de temperatura faz com que a gente queira comer e beber algo  para esquentar – tanto a barriga como a garganta.  Pena que não tinha não tinha uns pãezinhos me esperando ao voltar de viagem.

Chelsea Buns com pistache

Ingredientes:

(para os ‘buns’)

  • 50g manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
  • 450g farinha de trigo para pão
  • ½ colher de chá de sal
  • Pacote de fermento desidratado de 7g
  • 25g açúcar refinado
  • 1 ovo médio batido
  • 225ml de leite

(para pincelar os ‘buns’)

  • 2 colheres de chá de mel
  • 2 colheres de sopa de pistacho picado

(para o recheio)

  • 50g manteiga em temperatura ambiente, amaciada
  • 1 colher de chá de sementes de cardamomo moídas
  • 50g uva passa branca
  • 50g passas de corinto *
  • 50g de açúcar mascavo claro

* tive que usar cranberry secas pois não tinha passas de corinto em casa

Unte uma forma de 23 cm e reserve.

Preparo da massa dos buns’: coloque a farinha de trigo e sal numa tigela. Jogue os pedacinhos da manteiga na mistura e com as pontas dos dedos vá esfregando a manteiga na mistura da farinha com sal, até ficar com a consistência de areia grossa. Jogue o fermento dentro e dê uma leve misturada. Ponha o açúcar e ovo numa tigela e misture bem até ficar com uma mistura amarelinha e homogênea. Derrame esta mistura na mistura da farinha de trigo, seguida da medida do leite menos duas colheres de sopa. Misture tudo até ficar com uma massa macia – se necessário coloque o restante do leite.  Transfira a massa para uma superfície levemente untada e trabalhe-a por uns 10 minutos pelo menos. Você quer ficar com uma massa macia e elástica. Ponha a massa numa tigela levemente untada, cubra com um pano de prato e ponha num canto quentinho da cozinha aonde não tenha vento. Deixe descansar por mais ou menos uma hora – a massa deve dobrar de volume. Quando a massa estiver no ponto, antes de retirá-la da tigela dê um leve murro nela para retirar o ar. Transfira para uma superfície levemente untada e com um rolo abra a massa em retângulo – 25 cm x 35 cm.

Para o recheio pegue a manteiga e espalhe pela massa. Não se preocupe, pois não é muito. Será na medida certa. Jogue o cardamomo moído por cima, as frutas secas e o açúcar por fim. Enrole como um rocambole e corte igualmente em 9 pedaços pelo menos. Coloque os pedaços na forma em fileiras de 3.  Cubra e deixe descansar por uns 30 minutos – até que tenha crescido bem. Ligue o forno – 180oC. Quando a massa tiver crescido asse os ‘buns’ por uns 30 minutos.  Retire do forno e deixe esfriar por uns 10 minutos antes de pincelar com o mel e salpicar com o pistache. Sirva ainda morno de preferência.

22 Comments
  • Vanessa

    Responder

    Ola Valentina,
    fiz os chelsea bun na sexta, que delicia!!!!!!!!! Parabens e obrigada por compartilhar esta receita conosco. Fiz metade da receita com o sabor acima e a outra metade de raspas de limao, canela e uva passas. Ambas ficaram deliciosas. O único porém, é que elas ficam mais macias ainda quentes e vão ficando secas com o passar do dias. Achei que no domingo já estavam muito secas. É assim mesmo??
    Beijos
    Vanessa
    ps: tem uma foto no meu blog. pretendo fazer um post dele 😉

    • Trembom

      Vanessa querida, que bom que vc gostou. Eh, infelizmente vai perdendo a maciez. Vou olhar hoje a noite quando estiver em casa. Um abra’co.

  • Trembom

    Responder

    Léia querida, finalmente fiquei melhor. Demorei um tempão para me recuperar. Inverno é meio barra,não?! Agora tenho que me preparar para sobreviver à primavera, quando temos mil alergias. risos.

  • Vilma Aparecida

    Responder

    Blog de gabarito é assim; receitas, comentários, dicas, fotos- excelentes e, principalmente. a atençao dada às perguntas efetuadas. pelos visitantes.
    Mais uma vez muito obrigada pela atençao e carinho demonstrado .
    Nota mil pra você e pro seu blog.
    Abraços
    Vilma

    • Trembom

      Vilma querida, muita gentileza da tua parte. Obrigada.

  • Suzana

    Responder

    Querida,

    Bom saber que a danada da gripe te largou! Esses buns e esse café chamam o meu nome, agora mesmo. E nem é hora de lanche! Já guardei a receita mas vou ter de diminuir a quantidade de cardamomo por conta do senhor cá de casa que (acha) que não gosta de cardamomo. E são lindos!

    Como é que é essa história do chocolate? Vai contar, verdade? 😉

    Um beijo e um abraço daqueles bem apertados!

    • Trembom

      Querida, muitas saudades suas. Mesmo. vou fazer um post amanha sobre o fim de semana em Zurique. A gripe se foi. menina, me deu de 1 a zero.

  • Gina

    Responder

    Bom saber que você está bem agora.
    Esses pães doces também satisfazem meu paladar. Coincidentemente, acabei de separar uma receita de pão enrolado pra fazer, bem típico daqui e que me remete à uma amiga querida, que me deu a receita.
    A vida com sabores e memórias é muito mais interessante…
    Beijos!

    • Trembom

      Gina querida,esta gripe me nocauteou mesmo. E quanto ao que dissestes sobre vida com sabores e memórias, te acordo total.

  • Cristina

    Responder

    Também tenho uma queda por pãezinhos doces…esses ficaram lindos e o pistache confere um charme à mais!
    Que bom que está de volta!!
    Bjs…

    • Trembom

      VC sabe que não fazia pãezinhos ha muito tempo. Adoro chelsea buns

  • Vilma Aparecida

    Responder

    Ola
    Estou fazendo o sorvete de canela e mascarpone e estou com uma dúvida enorne. Pode por favor me ajudar? A calda de açúcar e canela fica meio grudenta (gosmenta) mesmo?.Já fiz 03 caldas ( 02 com açucar light e 01 com açucar normal) e todas ficaram iguais. É assim Mesmo ou devo passar num coador de papel.
    Se possível, me responda o quanto antes. Muito Obrigada.
    Vivi

    • Trembom

      Vilma, te mandei um email.

  • Ameixinha

    Responder

    Prefiro as cranberries secas 🙂 Eles são uma espécie de caracóis que vamos desenrolando, também gosto disso! O frio é imenso e, nós por cá, não temos aquecimento nas casas como vocês têm aí. Estou constipada há cerca de 1 mês e a contar!

    • Trembom

      menina, sem aquecimeto em casa fica dificil. Espero que melhores logo.

  • Akemi

    Responder

    Amiga, estou numa fase pão e estou adorando suas sugestões! Estes pãezinhos recheados com pistache ficaram um luxo! Ao ler como vc gosta de comê-los, desenrolando, lembrei-me de minha mãe comendo um cinnamon roll numa cafeteria no Japão! Boas lembranças e mais um motivo para experimentar este pão! Só de comentar essas baixas temperaturas já me arrepio, cuide-se bem!
    Bjss

    • Trembom

      Querida, tuas mãos nasceram para fazer pão. Teus pães são sempre lindos. Os meus já são irmãos pobres dos teus pães. Menina, tem feito um puta frio. o inverno demorou mas quando veio arrasou.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Que bom que vc está melhor, querida. Cuide-se direitinho aí.
    Estes pãezinhos são muito lindos! Adoro tudo com pistache.
    xx

    • Trembom

      OI Pat, é tanta gente com gripe no escritório, tantos germes… acabou me pegando. Pistache é muito charmoso.

  • Vanessa

    Responder

    Yuummyy!!! Esses Chelsea Buns estão com uma cara muito fofa!!! Adorei saber a origem deles e que bom que vc está melhor 😉
    Esses pãozinhos me lembram os Caracóis Hungaros e os Caqui (que minha vó libanesa faz), sempre adorei desenrolar-los, delicia! Deu água na boca e vontade de fazer, quem sabe no fnd. Venho aqui dizer como ficaram.
    Beijos Vanessa
    ps: adoro seu blog

    • Trembom

      Vanessa, fiquei curiosa para saber dos caquis da tua vó libanesa. Conte mais.

  • Léia Silva

    Responder

    Caríssima, que bom que você está de volta!
    Espero que esteja 100% bem!
    Não conhecia o Chelsea buns. Adorei essa versão, pois amo tudo com pistache.
    Quando como rosquinhas em espiral, também desenrolo – hehehehe – adoro!
    Um grande abraço
    Léia

Leave a Comment