Cheesecake com cerejas em calda e base de chocolate

24 Comments

Vou de carro até a cidade vizinha pegar o trem para Londres durante a semana. A minha cidade tem estação de trem, mas é sempre tão cheia de manhã. E as pessoas não respeitam quem já está esperando pelo trem. Assim que o trem se aproxima da estação de repente alguém se planta na sua frente, só para entrar no trem primeiro e pegar um assento. É um horror. Isto me irrita muito e já estraga o começo do meu dia. Um dia fui com um colega que mora não muito longe daqui, até a cidadezinha vizinha – Farncombe, e pegamos o trem lá. Nada do stress de Guildford. Tem também um ótimo café na estação e as pessoas que trabalham lá são super simpáticas. Isto foi há três anos, e desde então pego o trem lá. Compro o meu cappuccino por um preço decente – £1.45 ao invés de £2 que se cobra em Londres ou mesmo Guildford, e ele super bem feito. O dia já começa numa boa nota.

Semana retrasada combinei de ir ao cinema com a minha amiga Sue depois do trabalho. Íamos assistir o penúltimo filme do Harry Potter. Saí do trabalho em cima da hora e se que quisesse chegar no cinema a tempo não poderia ir buscar o meu carro em Farncombe. Fui direto para Guildford. No dia seguinte acordei bem cedo para pegar o carro. Não queria levar multa de estacionamento, pois meu carro só tinha um tíquete para o dia anterior. Sai de casa às 6 da manha pagar pegar o trem e ir buscar o carro. Na volta passei for Compton, uma das vilas mais bonitas de Surrey – a região em que moro, e parei o carro para dar uma andada. Era uma linda manhã de outono, e cedinho ainda estava tudo bem calmo. Não havia muitos carros ou pessoas andando. Adoro este momento em que parece que sou a única pessoa acordada. Passei por um campo com ovelhas – tenho um fraco por elas. Elas ficam olhando pra gente, assim com aquela carinha… e fiquei lá um tiquito assistindo as danadinhas. Dava vontade de abraçá-las, e tocar o pelo delas, bem fofinho. Mas não fiz isso, só fiquei sentada olhando para as danadas, com cara de boba. Gosto destes momentos em que meu cérebro para, e fica só naquele momento. Tenho um hábito terrível de pensar em muitas coisas, sempre. De me deixar cansada.

 

E aqui vai mais uma receita que andei testando. Esta receita veio em um encarte de uma revista que havia comprado. A revista mesmo não é de receitas, mas costuma trazer algumas receitas. E muitas vezes umas ótimas. O título do cheesecake era ‘cheesecake Black Forest’. Após fazê-lo acho que o nome não deve ser usado. Este cheesecake não é o mais gostoso que já fiz. Parece faltar algo. Acho que numa próxima vez vou acrescentar um pouquinho de kirsch para dar uma levantada no sabor. A qualidade das cerejas é importante também. As que tinha em casa no final não eram das mais gostosas. Eram assim meio sem graça.  A receita original era com creme de leite fresco, mas eu não tinha e usei coalhada (buttermilk). Use o creme de leite fresco se quiser. Acho que deveria ter feito um coulis de cereja para servir com o cream cheese. Se eu o fizer na época do Natal vou fazer o coulis.

 

Ingredientes:

  • 225g de biscoito de chocolate  do tipo double chocolate chip
  • 50g manteiga sem sal, derretida
  • 2 colheres de sopa de chocolate em pó, peneirado
  • 450g de cream cheese
  • 150ml de creme de leite fresco
  • 2 ovos mais 2 gemas
  • 4 colheres de chá de extrato de baunilha
  • 85g açúcar
  • 350g de cerejas em calda de boa qualidade
  • Chocolate para decorar

Forma de aro removível de 20 cm, levemente untada

Preparo:

Coloque os biscoitos no processador e enquanto eles estiverem sendo processados acrescente o chocolate em pó e manteiga derretida pela parte da abertura. Assim que ficar com uma mistura homogênea retire do processador e espalhe pelo fundo da forma preparada. Pode parecer que não vai ser suficiente, mas tenha fé. Leve à geladeira por pelo menos 30 minutos – até a mistura firmar. Escorra as cerejas e use papel toalha para secá-las. Revista-as levemente em farinha de trigo e reserve.

Pré-aqueça o forno – 150oc. Coloque uma assadeira no fundo do forno.

Coloque o cream cheese, coalhada, ovos, baunilha e açúcar numa batedeira e bata para ficar uma mistura homogênea. Jogue as cerejas dentro da massa e misture levemente com uma espátula – a farinha de trigo vai fazer com que elas não afundem. Retire a forma da geladeira, derrame a mistura nela e leve ao forno, na prateleira do meio. Derrame água quente na assadeira que está no fundo do forno e deixe assar por 1 hora. O cheesecake deve ficar firma, mas levemente tremido no centro quando a forma e mexida. Passe uma faca nas bordas para soltar o cream cheese da forma. Deixe esfriar e coloque na geladeira para esfriar. Retire na hora de servir e decore com lascas de chocolate – ou qual decoração preferir.

24 Comments
  • Filipa

    Responder

    Eu também gosto muito de madrugar! Adoro a cor, o cehiro, o silêncio das manhãs…e também gosto de cheesecakes! Muito, muito! E seu é do melhor que pode haver…imagino eu! Um beijinho 🙂

    • Trembom

      Filipa, não tem coisa melhor que a madrugada,não?! Olha, fique de olho pois vou publicar um outro que já fiz umas duas vezes e é de vários tipos de chocolate.

  • Renata

    Responder

    Tina, um cheesecake com base de chocolate parece bom demais pra ser verdade! Vou já produzir aqui em casa!

    Beijos!

    • Trembom

      Renata, é unir dois mundos maravilhosos – o do chocolate e o do cheesecake.

  • Mônica Santos

    Responder

    Que coisas lindas você escreve! Que lugar maravilhoso! Adoraria conhecer esses lugares. Um dia irei.. . espero não ser preciso ganhar na mega sena pois não jogo…rs…
    Parabpens por tudo.

    • Trembom

      Obrigada Mônica. Faz um projeto, vai colocando um dinheirinho do lado, e com certeza vai rolar. Volte sempre.

  • Debbie Wonka

    Responder

    Que lindo Valentina! Deve ter ficado uma delícia… e as fotos do blog estão cada vez mais maravilhosas! Beijão

    • Trembom

      Oi Debbie, vou confessar que ficou bom mai não está na minha lista dos favoritos.

  • pipoka

    Responder

    Admiro vc se levantar tão cedo para fotografar, ainda para mais com o frio que faz aí. É uma pena eu ter tanta dificuldade em acordar cedo, e viver em plena cidade onde dificilmente posso desfrutar de momentos de contemplação matinal tão belos.

    beijos

    • Trembom

      Pipoka, confesso que neste dia fui movida por uma multa. Mas adoro as manhãs.

  • Monica Moura

    Responder

    Valentina,anseio pelo Natal como criança pelo Papai Noel!E as receitas de Natal então,ja estou caçando as que farão parte da ceia aqui de casa!Esta sua me pareceu ótima,mas q sugestão vc daria para dar mais ” animo ” ao sabor?Beijos.
    Ah! fiz as madeleines de semente de papoulas,mas substitui por raspas de laranja mesmo e ficaram muito boas…

    • Trembom

      Monica, estou atrasada com a publicação das receitas. sugiro um cassis. Que bom que gostastes das madeleines.

  • Akemi

    Responder

    Amiga, vou assinar embaixo do que a Regina aí de cima falou sobre os fura-filas de São Paulo. De deixar qualquer um rangendo os dentes. Não imaginava que por aí tbm acontecesse este tipo de coisa, afinal é o que diz país de primeiro mundo! Pior do que isso só os jovens que se sentam nos assentos preferenciais e “fingem” dormir quando entra um idoso…
    Adorei as fotos do campo, do cheesecake com decoração de natal! Vc já deve estar contando os dias, não querida?;)
    bjs e uma linda semana!

    • Trembom

      Amiga, fura fila tem em toda parte. Estou contando os dias amiga. Nem imaginas.

  • Regina Arlet

    Responder

    Adoro ler suas histórias , tão cheias de detalhes….de fotos…de sabores, cores e aromas…Tudo perfeito….
    Achei muito engraçado a história do trem….Pensei que isso só acontecesse aqui na periferia de São Paulo….o povo passando na sua frente sem a menor cerimônia…!!!! Que feio né? Pelo jeito , gente mal educada não é privilégio de que mora no sul da América do Sul….
    Grande abraço querida….
    To adorando as receitas pra preparar no Natal !!!!!

    • Trembom

      Como voce falou, falta de educação não tem endereço. Desculpe o atraso da publicaçao de receitas. Estes aqui fiz para presentear.

  • Ameixinha

    Responder

    O bom de vir aqui é que nos dás sempre a conhecer uma Inglaterra diferente, muito mais encantadora do que a cinzentona que todos falam 🙂 Consigo até imaginar-te protagonista de um filme passado nessas paisagens bucólicas tão belas. Também tenho um fraco por ovelhas, por cabritas e etc mas sempre que me tento aproximar delas, elas fogem 🙂 Mas diante deste cheesecake o meu fraco é ainda maior, que beleza!

    • Trembom

      A Inglaterra é um país muito bonito. O interior tem que ser mais divulgado. POr mais que ame Londres de paixão pois é uma cidade fantástica, o interior me encanta. O nos ensina muito sobre o povo, os costumes. Olha, te diria para acrescentar um kirsh a esta receita para dar uma levantada. Com certeza o farei da próxima vez.

  • briciaayu

    Responder

    Valentina,
    Minha querida acho que esse problema com pessoas mal educadas é geral, e aqui infelizmente não ocorre só na estação de trem….acontece em filas de supermercados, lótericas, farmacias….e quando isso acontece, também acaba com o meu dia.
    Agora, falando de coisas boas…..o seu cheesecake esta divino, e que combinaçaõ maravilhosa com o chocolate.
    eu já fiz algumas receitas de cheesecake, mas sempre baseando nas que eu comia no Japão, que tinha a consistencia de um bolo fofinho.

    beijos

    • Trembom

      Fabiana, estas coisas também me deixam enfurecida. Olha, este cheesecake como disse no post não é dos meus favoritos. Já postei melhores. Agora ele da umas idéias. Ah menina, tudo no Japão era assim super delicado. Nunca comi cheesecake japonês.

  • Aninha

    Responder

    Nossa, você falando do comportamento das pessoas na estação de trem me fez lembrar algumas estações de metrô e trem aqui de S. Paulo (guardadas as devidas proporções, é claro!)

    É engraçado que você relatando as alterações que fará na próxima vez e olhando as fotos, a receita parece “perfeita”.
    E a apresentação do prato é tudo! Tá muito lindo! E deve ser muito saborosa essa receita. Vou testá-la quando tiver bastante gente em casa.

    Lindo também é o blog da Cath Kidston. Me apaixonei por ele.

    Ótimo domingo, minha flor!

    • Trembom

      O sabor ficou meio a desejar. Ele precisa de uma injeção de ânimo. Mas tem imenso potencial. risos. Ah, achei que voce gostaria da Cath Kidston. ela é bem tradicional por aqui e meio teu estilo. Fico feliz por ter contribuído com algo.

  • Leticia Villela

    Responder

    Ai meu Deus! Que delícia! Fiquei com água na boca!!!! Vou ter que fazer! Bjs

    • Trembom

      Letícia, só dá uma injeçao de ânimo no sabor. Boa semana pra ti.

Leave a Comment