canapés de camarão e pepino com um toque tailandês para uma bela Tertúlia

23 Comments

Tertúlia. Quando eu tinha 5 anos, há uns 25 anos atrás – (ui, me deu uma tosse terrível), lembro que no Ceará ouvia a palavra tertúlia. Fazia parte do meu vocabulário ‘de origem’, das minhas raízes e identidade. Ao ouvir o nome do blog da Moira, antes de mais nada me fascinou, pois tantos anos depois da minha partida do Brasil ouvia esta palavra novamente -> Tertúlia de Sabores. E antes de mais nada a palavra me tocava por tocar no meu mais íntimo, nas minhas origens. E também me toca, pois o blog da Moira é de imensa beleza. Quando vi que fazia anos quis participar, fazer parte desta energia bonita.

O outro desafio era o que levar. Tinha que ser algo que eu achasse digno de festa, de sabor especial, e moçoilo com cara de festa. Penso aqui, coço a cabeça.. e não quis fazer doce. Bom, minto. Sempre quero fazer bolo. Mas resolvi dar um toque inesperado na minha contribuição. E pensei na culinária que mais me ‘excite’, que me faz feliz e me faz também lamber os beiços e querer largar tudo só para cozinhar. A culinária tailandesa. Havia visto esta receita tão simples e ao mesmo com elementos que amo: o picante, o levemente azedinho e também um discreto doce…Então resolvi que traria uns aperitivos de pepinos com camarões e molho asiático para a festa. É receita de verão, mas numa casa européia, cheia de calefação neste final de inverno, o calor gerado nos faz fazer de conta de estarmos em lugares mais quentes.

Ingredientes:

  • 20g coentro – reservando umas folhas para decorar
  • 7 dentes de alho – 6 fatiados bem finos
  • 2 colheres de chá de açúcar mascavo claro
  • 1 pimenta vermelha sem sementes e picada em pedaços
  • 3 colheres de sopa de limão tahiti
  • 2 colheres de sopa de molho de peixe tailandês
  • 24 camarões cozidos
  • 2 colheres de chá de raspa de limão
  • 1 colher de sopa de óleo de amendoim orgânico
  • ½ pepino

Preparo:

Pegue um pilão e ponha em um lugar de fácil acesso. Reserve umas folhinhas de coentro para decorar os canapés. Pegue o resto, incluindo os cabos, e ponha no pilão assim como um dente de alho descascado e o açúcar. Moa até ficar com uma espécie de pasta. Acrescente a pimenta e moa mais um pouco. Ponha o suco de limão e o molho de peixe tailandês, e mexa. Jogue os camarões dentro do pilão assim como as raspas de limão e deixe de molho. Enquanto isso corte os pepinos em fatias relativamente finas. Coloque o óleo numa frigideira em fogo médio/baixo e toste as fatias de alho levemente – eu sei, os meus ficaram levemente queimados. Disponha as fatias numa bandeija ou prato de servir, depois coloque um camarão em cada rodela, enfeite com a folha de coentro, e por fim coloque a fatia de alho. Dê uma leve regadinha com um tiquitito do molho. Sirva em folhas de limão

23 Comments
  • Claudia Lima

    Responder

    Ficou super chique!
    Com certeza fez bonito na festa da Moira.
    Bjs 🙂

    • Trembom

      Claudia querida, e tão simples e leve. Amei. comi tudo sozinha. ai , a gula..

  • Rosiane Carvalho

    Responder

    Valentina,adoro visitar seu blog, me encanto com seu jeito leve e inspirador de escrever e dar vida aos pratos que prepara,quase dá para sentir o cheirinho daqui de Salvador.Estes canapés tão delicados e saborosos,me fizeram viajar.Amei.

    Um cheiroooo!!

    • Trembom

      Rosiane, obrigada. agora vc pos um sorriso nos meus labios. um cheiro para voce também.

  • Aninha

    Responder

    Valentina,
    Que felicidade receber sua visita!!!! Amo seus blogs e tudo o que escreve é encantador para mim!
    Beijos e obrigada pelo elogio,
    Aninha

    • Trembom

      Ana, teu trabalho é lindo. Quisera eu morar na mesma cidade tua.ia ser tua aluna.

  • Junia Ansaloni

    Responder

    Valentina, estou mais para a Suissa, mas Milao, Bergamo è perto da minha casa… Quando vier inclui so seu roteiro…rsrs, Bjim

    • Trembom

      Olha, voce que falou. agora vou fazer isso mesmo. Me aguarde na vizinhança no ano novo.E o cafezinho…

  • Junia Ansaloni

    Responder

    Marvilhosa sua receita, como tudo aqui…Concordo com a Suzana, td que vc faz è de festa !!! Bjim, qdo vier a Itàlia vamos tomar um caffè juntas…

    • Trembom

      Ah, com cereza Junia. esta esta anotada.

  • Ameixinha

    Responder

    Lindo, o texto, as fotos e a sugestão. Digna de festa e de tertúlias maravilhosas 🙂

    • Trembom

      Ameixinha, esta festa é muito especial.Já comestes o teu?

  • Suzana

    Responder

    Valentina querida, tudo o que vc faz é de festa! Estes canapés são “o fino da bossa”, bem ao jeito do Tertúlias da Moira. 😉

    Beijos muitos*

    • Trembom

      Amiga, vai ver que é porque faço pensando nas pessoas lindas que vão comer. obrigada pelo carinho.sempre.

  • sofia

    Responder

    Valentina, que delicia!
    a festa e da Moira, mas eu vou surripiar 2 ou 3 canapes destes! 😉
    beijinhos
    Sofia

    • Trembom

      Sofia, ainda tem mais lá dentro. coma a vontade. ..queres um pouquinho de champagne também?

  • Fabiana

    Responder

    Valentina,
    Que lindos canapés!
    Essa festa está rendendo várias guloseimas!
    os canapés ficaram com um visual incrivel….
    Bom, mas como tenho alergia a frutos do mar, estou aqui pensando em alguns ingredientes para substitui-los.
    mas adorei a idéia do pepino servir como base.
    beijos

    • Trembom

      Menina, festa especial é assim,né? a gente tem que caprichar, vestir roupa bonita…E a Moira merece. Ah depois me conta que substituição fizestes.

  • Anamaria

    Responder

    Valentina, gostei demais da idéia, vou provar!

    Venho sempre aqui, adoro seu jeito de cozinhar e de contar histórias.

    Se você me permite uma dica, é possível “secar” as rodelas de alho colocando-as no azeite frio e mantendo o fogo bem baixo, mexendo sempre, até que elas parem de soltar borbulhas e estejam na cor desejada.

    Um abraço.

    • Trembom

      Ana, amei a tua dica. Claro que te permito. E ainda me salvas..esta ganho todas.

  • Moira

    Responder

    Valentina,
    Que coisa mais linda!
    Adorei a sugestão também gosto muito deste tipo de contrastes de doce com salgado.
    Muito obrigada pela sua participação que muito enriquece esta festa.
    Beijinho
    Manuela

    • Trembom

      Moira querida, estou me sentindo gente grande. já pegastes o teu canapé? Cadê a tua taça? Acabei de abrir uma champagne para comemorarmos o aniversário. Passa a taça…

      • Moira

        A taça está na mão, Cheers! ou tchim tchim como se diz em Portugal
        🙂

Leave a Comment