Butternut squash two ways: cake & bread/Duas formas de se usar abóbora de pescoço: bolo e pão

7 Comments

The recipe comes in English and in Portuguese. Read on. As receitas são em inglês e em português. Continue lendo.

bolo de abobora-6

A colleague of mine asked me what my baking agenda was – funny question.  My ‘baking agenda’ is to try different recipes. I do want cakes that are delicious like everybody else.  When I told some of my friends about what I had been baking and mentioned this cake, they asked me why I chose the butternut squash recipe – not a common ingredient in a cake recipe. Some people were expecting the traditional ingredients, plus some funky décor. In a way I see where they’re coming from because we  see a lot of recipes with courgettes, but the squash is  less common I’d say. Well, when I was reading an article in the Jan issue of Elle of Elle à table about Angèle Maeght’s – the French chef,   this cake was included in the list of recipes displayed. and the photo was quite attractive.  I thought that the main cake ingredient was pretty unusual for a celebration cake. I say celebration because it was the desert of what looked like a friends get together. To me that is always a reason to celebrate. The article was filled with a selection of attractive  dishes,  but the cake was the one that I picked. I had never eaten a cake with butternut squash before  and I wanted to try it. I did have a couple of accidents as I grated the butternut squash and my fingers have been scarred. I did push through with the recipe, and thank God I did because I loved the final product. It’s a delicious, moist and flavoursome cake. When I took my first bite my mouth got filled with that delicious squash type flavour, plus the flavour of the coconut sugar, the spices. The cake stays   moist event spending a whole day sitting uncovered on the kitchen table. I also love the  crunchy bits from the added nuts ash they give it great charm. I should have really added a mix of nuts, but I had some pistachio that had to be eaten very soon, so I decided that there would be the only nut in my cake. I did add a bit of lemon icing as well, but personally I regretted it as I don’t think that it added any different dimension to the cake. If anything it distracts the taste buds from the cake flavour, and it’s a real shame. So I won’t recommend you do the same – I’ll leave it up to you.

bolo de butternut squash-1

With the leftover butternut squash I made some bread. I don’t often bake bread because I’m a bit sourdough eater so it was quite a lovely change actually.  The dough has honey, butternut squash and fennel seeds. The warm rolls with butter spread on them is like heaven. At least my idea of haven. I did make a few trips to haven in fact as I kept eating the rolls.  I hope you like them. Make them and let me know what you thought.

pao de abobora-1

Uma colega me perguntou qual era o  tema do meu baking em geral. Bem, o tema do meu baking é fazer bolos gostosos. Como todo mundo.  Acho que não sou diferente.  E pode até ser que alguns vão balbuciar: mas como você explica esta receita com abóbora? Pois é, achei o bolo lindo na revista. E li os ingredientes. Gostei de todos, e como nunca tinha provado abóbora em bolo, foi por ai que resolvi me meter. Pra contar a história do princípio, me deparei com esta receita na edição de janeiro da Elle à table  que assino. O artigo era para mostrar e falar da Angèle Maeght, que é a rainha da comida natural na França atualmente. Andei até postando uns dois vídeos apresentados por ela com receitas bem  ‘esbeltas’. Achei realmente todas as receitas bem interessantes, e  a maioria delas estão marcadas no meu subconsciente. Agora este do bolo foi pro topo da minha lista. E marquei. Comprei a abóbora várias vezes, mas acabei fazendo sopa, assando do forno, fiz de tudo um pouco menos o bolo. Até que recentemente resolvi parar com isso e fazer a receita. E fiz. Dei uma de principiante e ralei parte do meu dedo..mas persisti e voilá. Nunca tinha comido bolo com butternut squash e fiquei convertida. Me lembrou bolo com cenouras, um sabor delicioso: cada mordida me trazia os sabores de abobora, o acucar de coco, as especiarias. Um bolo bem úmido, mesmo depois de dormir na mesa da cozinha sem ser coberto. Por uns 3 dias continuei a ter um ótimo bolo. Depois não tinha mais bolo para comer, então não posso mais fazer comentários a partir daí. Me arrependi de ter usado a cobertura de limão, mas uma amiga adorou. Então deixo por sua conta decidir se usa uma cobertura ou não.

pao de abobora-3

Com o resto da abóbora de pescoço eu fiz um pão. Ficou tão saboroso, bem simples. A coisa mais chata que pode haver é picar e cozinhar a abóbora no vapor. E depois amassar. O resto é uma brisa.  Passar uma manteiguinha no pão ainda quentinho é ir ao céu e voltar. E eu fui algumas vezes pois não conseguia parar de comer o diacho do pão.  Faça o pão e passa aqui pra me contar. Adoraria saber.

Ingredients:

Instructions:

Butternut squash cake with spices

Instructions:

For the cake:

Pre-heat the oven – 170oC. Grease and line or flour a 20 x 20 cm square deep tin and set aside.

Add the eggs and sugar to the bowl of a standing mixer and beat in low for a couple of minutes. Add the ground almonds, the vanilla extract, the nutmeg, the cinnamon and the salt and mix on low  to ensure that the ingredientes are well mixed. Add the flour and the baxing powder, plus the grated squash and the nuts and beat on low for a wee bit longer. Not for too long. Turn the mixture  into the reserved tin and bake for a good 35 minutes.  Do the tooth pick test and if necessary return the tin to the oven for another 5 minutes. When the cake is baked take it out of the oven and put it on a rack for 5 minutes – still in the tin. After 5 minutes take the cake out of the tin and leave it on the rack until it’s cooled completely.  You can glaze it with lemon icing before serving, or sprinkle it with icing sugar…

Bolo de abóbora de pescoço com especiarias

Instruções

Para o bolo:

Pre-aqueça o forno – 170oC. Unte e forre ou enfarinhe uma forma quadrada de 20 cm x 20 cm, e reserve.

Coloque os ovos e açúcar na vasilha de uma batedeira e bata por uns dois minutos em velocidade baixa para que os ingredientes se incorporem. Acrescente a farinha de amêndoas, extrato de baunilha, a noz moscada, canela,  azeite de oliva e sal. Bata mais um pouco para que todos os ingredientes se incorporem. Por fim acrescente a farinha, o fermento, a abóbora ralada e nozes picadas.  Bata levemente para que os ingredientes fiquem incorporados. Use uma espátula para se assegurar de que nada ficou sobrando no fundo da batedeira. Transfira a massa para a forma reservada, e asse por uns 35 minutos. Faça o teste do palito e se necessário asse por mais uns 5 minutos. Quando o bolo ficar pronto retire do forno e transfira para uma grelha por 5 minutos antes de tirar o bolo da forma e deixar na grelha para esfriar completamente.

Você pode fazer um icing de limão para jogar por cima, ou polvilhar o bolo com açúcar de confeiteiro..

Pão de abóbora de pescoço

Butternut Squash bread

Instructions

Mash the pumpkin with a fork or ricer. Then stir in the fennel seeds, lemon rind and honey. Sift the flour and sal into a bowl, plus the best.  Give it a mix before adding the mashed pumpkin mixture.  Mix all the ingredients a bit before adding the water – add it gradually, not all at once. You might not need all the water. Or you might need a little bit more than the 150 ml. Once you manage to get a ball of dough together, you can either transfer the mixture to a mixer with the dough hook, or transfer it to a highly floured surface and knead it for 10 minutes. The mixture will become really smooth. Lightly grease a bowl, put the dough inside and cover it. Leave the bowl in a warm corner of the kitchen, away from drafts. It should double in size in 30 minutes.

After it’s doubled in sized, transfer the mixture to a clean surface . You can open the dough, and shape it as you like. Once you’ve shaped it, transfer the dough to the tin or tray you’ll be baking it in. Cover, and let it rest for about an hour – it’ll double in size.

30 minutes before baking the bread pre-heat the oven – 200oC.  Right before you bake the bread brush it with milk, and sprinkle it with the seeds. Bake it for about 35 minutes. Transfer it to a rack and let it cool before you serve it.

Pão de abóbora de pescoço

Instruções

Amasse a abóbora cozida no vapor. Acrescente a erva-doce e o mel e misture tudo.  Em uma tigela coloque a farinha de trigo e o fermento e misture. Transfira a mistura com a abóbora para a tigela com a farinha.  Leve à batedeira com o gancho.  Mexa tudo  até ficar com uma mistura mais ou menos uniforme. Só então comece a acrescentar a água. Faça-o aos poucos pois você pode não precisar de toda a água. Caso você vá sovar a massa ao invés de usar a batedeira, uma vez que a mistura fique mais ou menos uniforme transfira a mistura para uma superfície levemente enfarinhada. Independentemente de como você resolver trabalhar a massa, faça-o por 10 minutos aproximadamente, até a massa ficar macia.  Transfira a massa para uma tigela levemente untada, cubra e deixe descansar em um canto quente da cozinha por 30 minutos, até dobrar de tamanho.

Quando a mistura tiver dobrado de tamanho  transfira a massa para uma superficie limpa, abra a massa e molde como quiser: faça tranças, ou faça bolinhas como eu fiz. Se fizer uma trança transfira-a para uma assadeira, cubra e deixe descansar por uma hora até dobrar de tamanho.  30 minutos antes de assar o pão pre-aqueça o forno – 200oC. Antes de colocar o pão no forno pincele-o com leite e salpique as sementes por cima. Asse por algo entre 35/40 minutos.  Retire do forno e deixe esfriar antes de servir.

7 Comments
  • Dani Valentia

    Responder

    Nossa, que incrivel, fiz aqui, deu trabalho, mas amo cozinhar e deu tudo certinho rs

    Beijo

    • valentinajacome

      Dani,Oi! Super obrigada por comentar aqui. Que bom que deu certo – comecei a ler e achei que vinha noticia de que algo deu errado. 🙂 Grande abraco, Valentina

  • Vívian Newerla

    Responder

    Cara Valentina,

    Obrigada por dividir as suas descobertas deliciosas! Fiquei muito curiosa com o uso da abóbora. Como não tinha os ingredientes propostos: farinha de arroz, açúcar de coco (falta na receita traduzida) ainda não consegui fazer. Mas, vou atrás dos ingredientes,

    Vívian

  • Renata Lampião

    Responder

    Tina, tenho que voltar a ler urgentemente meu amado João Ubaldo para ver se alargo o vocabulário, pois não tenho mais adj. para qualificar os pratos que você nos apresenta. Amo a precisão das tuas receitas e a singularidade dos ingredientes. Também só faço assim com os meus pães. Nada de besuntar com gema. Uso somente leite e fica sempre uma cor bonita.

    • valentinajacome

      Re querida, obrigada. Pelo que te conheco estas duas receitas te agradarao muitissimo. Vc tem que dar uma olhada nos videos da Angele. As receitas sao de prepare rapido, bons ingredients, nada fussy.

  • Renata

    Responder

    Amiga, eu amo esses bolos de abóbora! Fiz um ano passado com uma cobertura de cream cheese que era de comer rezando! Perfeito! Esse pãozinho preciso experimentar, adoro esses rolls fofinhos e leves!

    Beijoca!

    • valentinajacome

      Re, vou futucar no teu blob pois fiquei maravilhada com esta descoberta. 🙂

Leave a Reply