Bolo de figos e mel, Conticini e Sadaharu Aoki

22 Comments

Estive em Paris no fim de semana passado para visitar algumas pâtisseries,  padarias e chocolatiers. A minha lista era comprida – sou sempre exagerada e planejo mais do que posso visitar. Desta vez fiz uma lista do que queria comer em cada lugar para não me distrair. Bom, não que isto não tenha acontecido – acabei comprando mais que o planejado. Me diverti imensamente. Viajei sozinha e foi excelente. A meteorologia previa chuvas carregadas. Graças a Deus se enganou. Não teve sol, mas a temperatura ficou agradável, não muito frio considerando a época do ano. O outono dá sempre uma roupagem nova aos lugares, e Paris é linda mesmo sem muitas das folhas. Conversei com uma senhora que me disse que na semana antes da minha visita a cidade estava toda dourada/amarelada, com as árvores carregadas com folhas outonais.

Visitei o Sadaharu Aoki – acima, logo de cara e comprei o delicioso éclair dele com semente de gergelim. É East se encontrando com West no sabor. Confesso que comprei mais outras coisas também – croissant com chocolate (que ele criou pro Salon du Chocolate de Paris deste ano se não me engano), croissant com chocolate e matcha dentre outras coisas . O Sadaharu mescla as técnicas francesas de pâtisserie e toda a tradição com elementos bem japoneses. O resultado final de imensa delicadeza e sabor. Enquanto eu estava lá ele apareceu na loja, reconheci seu rosto de fotos. Muito sorridente, e cara de menino. Deu vontade de falar com ele pois quando a  gente admira alguém dá vontade de falar com a pessoa e dizer o quanto admiramos o trabalho deles. Mas me contive e fique só olhando para aquele menino de mãos mágicas, com tantas lindas criações. Pedi à atendente para fotografar e quando expliquei que não era comercial ela disse que tudo bem. Sadaharu Aoki têm 3 lojas em Paris, todas no Left Bank. Você pode comprar seus produtos na Galeria Lafayette também.

  • boutique Ségur, 25 rue Pérignon 75015 Paris
  • boutique Vaugirard, 35 rue de vaugirard 75006 Paris – também aberta aos domingos
  • boutique Port Royal, 56 boulevard de Port Royal 75005 Paris – também aberta aos domingos

Fui também à Pâtisserie des Rêves do Philippe Conticini. – acima. Fica no Left Bank também, na rue Du Bac -. 93 rue du Bac no 7o arrondissement. Metro: Rue du Bac or Sèvres Babylone.  As delícias do Conticini são vendidas em tamanho pequeno também. Recomendo o Paris-Brest que é um doce bem francês. Clique neste link para ver uma entrevista e vídeo – Philippe Conticini. E para quem gosta de café recomendo o éclair de café – o melhor éclair de café que já comi. A torta de limão também é divina. A loja é moderna, tipo boutique gourmet. O visual é diferente do que se vem em muitas patisseries. No centro há uma mesa redonda aonde as delícias estão dispostas, cada uma coberta com uma doma de vidro.  As atendentes muito simpáticas e pacientes. Não há mesas ou balcão na loja então você tem que levar o que comprar. Eles fazem boas embalagens e colocam umas espadinhas plásticas prendendo o ítem no lugar – acho que é para que não se mova para todo lado. Preço? Não é barato, mas também não é caro pois afinal você esta falando em Conticini, e esta na rue du Bac que é um dos endereços bem chiques. Mas para amantes de boa patisserie, e visitando Paris não dá para perder.

Uma das coisas que costumo fazer quando vou a Paris é comprar revistas de culinária. E uma das revistas que trouxe foi uma Cuisine et Vins de France . Resolvi fazer uma receita que me lembrou um pouco um pão maravilhoso que comi – um pão de figo. Só que fui com um bolo aqui. É uma ótima receita , bem delicada, não muito doce. Ainda tenho mais umas coisas para contar da visita a Paris, mas fica para o próximo post.

Bolo de figos com mel

Ingredientes:

  • 4 figos
  • 2 colheres de sopa de mel*(já usei néctar de agave também)
  • 150g farinha de trigo + 2 colheres de sopa
  • 1 colher de chá de fermento para bolo
  • 3 ovos médio
  • 125g de açúcar**só usei 100g
  • 120g de manteiga sem sal

Preparo:

Pré-aqueça o forno – 180oC. Unte e polvilhe uma forma pequena de bolo inglês –

Corte o figo em rodelas médias e não muito finas. Derreta 20g de manteiga em uma frigideira ou panela larga, acrescente uma colher de sopa de açúcar.  Jogue os figos fatiados dentro para caramelizar – por uns 5 minutos. Depois deixe esfriar. Peneire a farinha de trigo com o fermento e reserve.

Bata o resto da manteiga e o restante do açúcar por uns 3 minutos. Depois vá acrescentando os ovos um por em e batendo bem após cada adição. Acrescente a farinha peneirada e com uma colher de metal vá mexendo para incorporar tudo. Por fim acrescente o mel e use a colher de metal para incorporá-lo à massa.

Derrame metade da massa na forma, depois coloque o figo caramelizado por cima, e por fim o restante da massa. Você pode decorar com umas fatias de figo.

Leve ao forno por 30 minutos, e faça o teste do palito antes de retirar. Deixe esfriar na grelha antes de tirar da forma. Pode ser servido com um pouco do mel.

22 Comments
  • Claudia Lima

    Responder

    Valentina que delícia de viagem! Um dia quero voltar a Paris e visitar todos estes lugares lindos que ainda não conheço.
    Por incrivel que pareça só comi figos frescos uma vez na vida até hoje.
    Aqui está frio e chovendinho, me apeteceu provar este bolo, que ficou com um aspecto delicioso e fofo.
    Bjs 🙂

    • Trembom

      Claúdia, esta viagem foi muito boa. Diferente de muitas outras que eu havia feito.Acho que estar sozinha me permitiu ficar 100% focada em comida. E vi tanto figo lá. tive que trazer uns pois sao super doces. POr aqui os figos sao em geral sem sabor. sao importados e sabe como é, vem antes de estar maduros.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Tina, que delícia de passeio – dicas ótimas! Vou guardá-las para quando voltar a Paris, quero levar a Jéssica comigo.

    • Trembom

      Amiga, vai anotando.ótima essay de vir com a Jéssica

  • Leticia

    Responder

    Valentina,
    eu fico sempre encantada com a delicadeza do acabamento dos doces franceses… um dia chego lá. Agora esta receita de bolo de figos. Quero comer já. Por coincidência, acabo de chegar na casa dos meus para em BH e minha mãe acabou de fazer uma compota de doce de figos verdes fresca (bem mineira…)… e ela tb ficou com água na boca com seu bolo. Bjs,
    Letícia

    • Trembom

      Letícia, o detalhe da patisserie francesa é algo do outro . Os japoneses estão se revelando também.ah Estes doces de figo do Brasil, com um queijnho de Minas

  • Sabrina Romano

    Responder

    Podem dizer que sou do contra, mas trocaria facilmente os chocolates por um belo, carnudo e doce figo, como o seu… Mesmo quando estão na época não é fácil encontrá-los assim por aqui… E esse bolo, deve ter ficado ótimo! Abraço

    • Trembom

      Sabrina querida, um figo doce e suculento é difícil de resistir mesmo.x

  • Simone Izumi

    Responder

    Querida Tina,
    O Sadaharu Aoki realmente tem um acabamento estético fantástico. A plasticidade perfeita dos doces até nos deixa em dúvida se é realmente de comer ou seriam de cera, como os cardápios réplicas que vemos no Japão, né?
    Também fiquei boba com a confeitaria da Fauchon.
    Mas o que apeteceu mesmo foi este bolo de figos. Adoro figos frescos, verdes, em compotas…mas nunca provei em formato bolinho!
    Tudo muito lindo e inspirador…como sempre.
    Um bjo,
    si

    • Trembom

      Si querida, eu estou apaixonada pelo Sadaharu. Para mim nao ha muitas coisas mais sublimes do que a patisserie dele. e aquela cara de menino me encanta. acho que parece jovem antes de mais nada pela menta borbulhante… estou com muuuitas saudades tuas.

  • Ana Powell

    Responder

    Wow, que bem.
    Acredita que nunca fui a Paris, tenho imensa pena.
    Excelente trabalho, as fotos estão lindas e o teu bolo uma autêntica delicia ♥

    • Trembom

      Ana querida, é tao pertinho. Fique de olho nas ofertas do Eurostar. Este bolo é muito gostosinho.

  • Ameixinha

    Responder

    Mon Dieu de la France, também quero ver e provar tudo isso ao vivo e in loco 🙂 Um dia ainda vou ver a luz dessa cidade magnífica! Aqui os figos já se foram… mas no ano que vem espero ter mais, quem sabe faço este bolo lindo 🙂

    • Trembom

      Ameixinha, este bolo me lembrou você. Ele é bem delicado de sabor, e não excessivamente doce. Ah, quem sabe estarei por lá na mesma época e comemos algumas coisas juntas?

  • Renata Boechat

    Responder

    Minha amiga, foi bom viajar com voce a Cidade Luz,

    Quantos bons enderecos visitaste, que maravilha!

    Quanto a viajar sozinha, pra mim eh sempre muito bom, aprecio a minha companhia!

    Um grande abraco,
    e ate mais

    • Trembom

      Esta viagem foi bem diferente de todas as outras que fiz. foi uma explosão de sabores. Um paraíso lúdico.Também gosto muito de viajar sozinha.

  • Suzana

    Responder

    Maravilhoso fim de semana, querida Valentina! Tenho pena que vc não tenha apanhado as árvores com as maravilhosas folhas amarelo, laranja e vermelho mas Paris é sempre encantadora. E esse seu bolo de figo tem de ser o máximo. Vou guardar a receita e esperar pelos figos do ano que vem. 🙂

    Bj enorme e bom Domingo*

    • Trembom

      Querida, ano que vem vou para o salon du chocolate e dai sei que vai ser bem nesta epoca. Vc pegou bem o dourado das folhas,não?!O sadahoku entrou na minha vida por causa de ti. obrigada.

  • Jô Bibas

    Responder

    Bom viajar com você!

    • Trembom

      Fico feliz que a leitura agrade. Desta vez não deu para ir na orangerie. Mas irei na próxima que deverá ser em Fevereiro. Em tua homenagem.

  • cduxa

    Responder

    Como gostaria de visitar Paris com seus olhos e sabores.
    Paris no Outono é lindo.

    • Trembom

      O Outono é a minha estaçAo favorita, seguida pela primavera. O tom da cidade estava levemente diferente do que havia presenciado no final do verão. Mas queria ter ido em outubro so que nao foi possivel

Leave a Comment