Bolo de chocolate com farinha de avelãs, L’etoile d’or, Henry Le Roux, Bernachon e Pierre Hermé

29 Comments

Continuando com a minha viagem a Paris, parte 1 postada no fim de semana. Na minha lista estavam os caramelos do Henry Le Roux. Quem é Henry Le Roux? Ele é um dos mais famosos e fantásticos pastry chefs e ‘candy makers’- por falta de uma boa tradução, e dos mais respeitados também. Já há um bom tempo tenho conversado de vez em quando com a Kerrin do My Kugelholpf sobre salted butter caramels, e ela sempre me fala que tenho que prová-los. Lendo aqui e acolá fiquei sabendo do Le Roux. Os caramelos dele são conhecidos simplesmente como CBS – caramel-buerre-salé.

Denise Acabo falando entusiasticamente

A minha visita ao L’Etoile fazia parte da minha busca destas delícias. Fora de Bretanha aonde o Le Roux vive, você só acha os caramelos dele nesta loja. E que maravilhosos que são. Eles têm sabores diferentes também – framboesas, laranja, tatin (maçã caramelizada) e outros. Comprei um saquinho de vários sabores – recomendação da Denise, para uma principiante nos caramelos do Le Roux. Se quiser saber mais sobre o Le Roux, leia este artigo do David Lebovitz.  Ou visite o website para uma leitura. Clique no nome no começo deste parágrafo. Comprei também um potinho de caramelo salgado – um pecado.

Também tinha outro item na minha lista  que era chocolate do Bernachon. O Bernachon faz o seu chocolate do zero. Compra os grãos de cacao, moe, e faz tudo até chegar ao produto final. Sua sede é em Lyon. E como o Le Roux, fora de lá só se encontra o chocolate dele no L’etoile d’Or. Comprei um com um centro de caramelo, que desmancha ao morder a barra. Chama-se Kalouga – 62% de cacao e caramelo com sal. Divino. Para saber mais sobre o Bernachon clique no nome. Estas são novas descobertas. Maravilhosas descobertas.

Agora quando fazia a minha lista de coisas a fazer em Paris, o l’Etoile d’Or era a loja aonde teria que ir comprar estas delícias. O que não imaginava érea que o l’Etoile d’Or é uma destinação especial por si própria. Além de ser uma das melhores se não a melhor loja de coisas doces em Paris pela variedade e qualidade do que vende, a proprietária é uma pessoa que se tem que conhecer. Denise Acabo é uma sumidade em balas, bombons e chocolates. E é super falante, cheia de informação.Cheguei lá já às 7.15 do sábado, correndo pois não queria bater com a cara na porta. A loja da Denise fecha às 7.30 e não abre no domingo. Ela me atendeu com a maior atenção, conversou, fez recomendação, e enquanto eu ficava enfiando coisa na minha ‘cestinha’, ela dizia ‘deixa esta aqui para uma próxima visita’. Não ficava só me incentivando a comprar. Conversamos sobre várias coisas, pedi recomendações, e saí de lá feliz. Feliz por ter aprendido mais um pouquinho, e por ter este endereço fantástico para futuras visitas e conversas. Este é um endereço que vale a pena anotar, lá no 9º arrondissement.

L’Etoile d’Or

Denise Acabo
30 rue Fontaine
75009 Paris
01 48 74 59 55
M° Pigalle or Blanche

Outro endereço que tinha anotado era o do chocolatier Frank Kestner. Nunca provei nada dele, mas a Kerrin já tinha falado duma barra de chocolate dele chamada Atlantique. É uma barra de chocolate com shortbread e caramelo com sal. Sei que ela comprava as barras no L’etoile e até perguntei para a Denise, mas tinha acabado. Fiquei relaxada, pois tinha planejado ir à loja dele no dia seguinte. Sua loja abriu em Paris há pouco tempo e fica numa parte bem central, perto do Jardim de Luxembourg e perto de Saint-Germain-de-Prés. Depois de ler o artigo da Kerrin sobre as coisas que ele faz, tinha uma listinha preparada do que ia comprar. Só que ao fazer a minha pesquisa antes da viagem não chequei  direito quando a loja estava aberta, e bati com a cara na porta. A loja é fechada aos domingos. Ficam aqui só fotos da vitrine. Estava linda com coisinhas para o natal, as famosas castanhas portuguesas de chocolate – leia mais no blog da Kerrin, pois não vou ter muito a dizer desta vez. O link está no nome do Frank no começo do parágrafo. Quando voltar a Paris no ano que vem virei visitar.

  • Franck Kestener, 7 rue Gay Lussac,  75006 , Paris, France
  • Franck Kestener, 6 rue Gutenberg, 57200,  Sarreguemines, France  – www.franck-kestener.com

Ao sai de lá fui em direção a Saint-Germain-de-Prés, e ao passar em frente à loja do Pierre Hermé, que havia decidido não visitar desta vez pois a minha lista estava grande, mudei de idéia e entrei. Consolação por não ter entrado na loja do Frank Kestner. Comprei uns macarons da estação – há um de tangerina bem delicioso, resolvi matar as saudades do Ispahan que não comia desde 2007, e ao ver o Croissant de ispahan não pude resistir. Só o visual do croissant já fazia você querer comprá-lo. Não tirei foto mas clique no nome do blog abaixo para ver umas fotos lindíssimas deste croissant. Meu Deus, ao dar uma mordida pensei que tinha sido levada ao paraíso. Este croissant lembra realmente o ispahan, mas é de uma delicadeza ímpar. Hermé se supera sempre. Como fiquei feliz por ter mudado de idéia no final.

Blog: Paris Pâtisseries

A minha viagem teve outros momentos marcantes, e mais descobertas. Falarei delas numa outra ocasião. Fica aqui a minha recomendação aos lugares citados, e aos blogs também. Este blog de patisseires de Paris encontrei por acaso e já marquei algumas coisas para uma outra visita. Tem artigos sobre algumas das coisas sobre as quais falei neste blog como os éclair de semente de gergelim do Aoki – e lindas fotos. Tem também uma lista de 17 melhores pastries e vi que já provei algumas delas como por exemplo o croissant do que falei acima, do éclair do Sadaharu Aoki e a torta de caramelo au beurre salé do Aoki.

Já se você é amante de chocolate, acrescente o blog da Kerrin à sua lista pois ela é uma grande conhecedora de chocolate. E tem muita coisa bacana para ler. Não só sobre chocolate.  Conheci a Kerrin no Food Bloggers event de junho deste ano. Ela é americana, mas mora em Zurique. A graça é que a Kerrin é bem magrinha, esbelta. E por outro lado a maior formiguinha que conheci. Esta minha viagem de descoberta se deve muito a ela que tem me mostrado muitas coisas novas através dos seus artigos.  E deixo aqui uma receita de bolo de chocolate com avelãs moídas que trouxe da viagem. Acho que castanha do Pará moída ficaria muito bom também. Ainda vou tentar.

Slice de chocolate com farinha de amêndoas

Ingredientes

  • 35g de chocolate em pó (não use achocolatado)
  • 80ml água quente
  • 150g chocolate amargo picado (usei 65%)
  • 150g manteiga sem sal derretida e esfriada
  • 275g açúcar mascavo claro
  • 100g avelãs moídas
  • 4 ovos separados
  • 1 colher de sopa de chocolate em pó extra

Preparo:

Pré-aqueça o forno – 180oC. Unte e polvilhe uma forma quadrada de 19 cm x 19 cm – um pouco funda, e depois forre com papel manteiga e unte levemente. Reserve.

Coloque o chocolate em pó e água quente numa tigela e misture bem até atingir uma consistência uniforme. Numa outra tigela coloque a manteiga, açúcar, avelãs, chocolate derretido e gemas. Derrame o chocolate dissolvido por cima e mexa bem. Derrame a mistura na forma e leve ao forno por uns 50 minutos. Teste com um palito e se precisar deixe assar por mais um pouco de tempo. Deixe esfriar numa grelha antes de retirar da forma. Polvilhe com o chocolate extra antes de servir.

29 Comments
  • Suellen

    Responder

    Adorei a receita!

    Pretendo fazer este bolo amanhã… só uma coisa não ficou clara, ao menos para mim, as claras entram na receita?

    Obrigada e parabéns pelo blog.

    • valentinajacome

      Oi Suellen, me perdoe por demorar tanto a responder. Puxa, acho que elas vao ser misturadas no final. mas vou ter que refarzer a receita. Como viajo no fim de semana, so vou poder refazer semana que vem. E te darei um retorno. Obrigada pela paciência, e desculpe pela demora mais uma vez. Vou te mandar um email tambem.

  • chris

    Responder

    oi adorei essa receita, mas e as claras….vc bate elas em neve?
    ou bate tudo junto?

    por favor, gostaria muito de fazer a receita

    bjos

  • Claudia Lima

    Responder

    Obrigada pela dica sobre as lojas e produtos vendidos.
    É ótimo para quem não conhece, serve como um pequeno guia.
    O bolo parece maravilhoso! Eu sou uma chocólatra asumida!
    Bjs 🙂

    • Trembom

      Claudia, vou ver se ponho os endereços aqui no meu blog também. E bom a gente pegar estas dicas,né? foi assim que cheguei nestes lugares. Menina, muita gente que comeu este bolo me agradeceu pelo brownie. ele tem a consistência parecida. agora o tempo de forno é menor.

  • Debbie Wonka

    Responder

    Vou testar qualquer dia desses e ei de entrar no meu blog também 🙂 Obrigada pelo recadinho lá, Valentina! Não sabe como fiquei feliz e honrada… adoro o Trem Bom e acesso há muuuito tempo! Parabéns pelo talento!
    Beijão!

    • Trembom

      Ah Debbie, teu blog é um super show. E obrigada pelas visitas ao trembom. o bichinho é um mocinho ja’.risos.

  • Helena

    Responder

    Esse bolo parece maravilhoso e claro vou guardar estes endereços, para quando voltar a Paris.
    boa semana

    • Trembom

      Helena, este bolo fica molhadinho no centro.e se fores a alguns deists lugares espero que gostes tanto quanto eu ou mais.

  • Odete

    Responder

    Valentina, adorei viajar nos seus relatos. Obrigada por dividir. Fotos lindas, todas, mas a primeira da ponte esta tao viva e cheia de luz, adorei.
    Esse bolo esta exatamente como gosto, bem chocolaty…e aquele creme, to curiosa, deve ser muito bom tambem.
    beijo

    • Trembom

      Odete querida, a primeira foto foi tirada no entardecer. Estava andando de volta pro hotel e o céu começou a mudar de cor. Acho bom dividir as dicas pois foi graças a dicas divididas que fiz minhas descobertas. Bendita internet. Agora o creme é um caramel au beurre salé do Le Roux. Comprei um potinho no l’etoile. Já este bolo é uma delícia. Parece um brownie.

  • photoarte

    Responder

    Ai meu Deusinhoooooooooooooooooooooo!!!!!
    O que que é isso Meudeuseeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!
    Estou babando todo meu teclado…rs rs
    Que viagem deliciosa.
    Vc é uma pessoinha muito sensível, tem o dom do olhar!
    Maravilha conhecer seu blog e estar aqui compartilhando tudim.
    Eu viajo com vc, me transporto para estes caminhos e estradas, nos sabores, e nos olhares.
    E na minha imaginação até nos aromas, pode isso???? rs
    Obrigada querida pela carona.
    Beijos docinhos!
    Ahhhh como gosto e admiro este seu [e nosso] cantinho.
    Como eu gosto!!!!!!!!! Muito mesmo!!!!!!

    • Trembom

      Olha, os teus comentários são sempre motivadores. Fico feliz por vc curtir as visitas.

  • Helena Gasparetto

    Responder

    Ô Valentina,

    Que Blog mais lindo, que posts mais divinos!!

    Vc tá de superparabéns, e me transportei no espaço até essa cidade que tanto adoro…

    Beijo!
    Lena

    • Trembom

      Lena, muito obrigada. Vc sempre. Gentil e atenciosa. Adorei a visita.

  • Monica Moura

    Responder

    Noooosssaa querida Valentina,valeu toda a espera!Estou com agua na boca e com os olhos brilhando por estas sua reportagem tão maravilhosa sobre sua viagem!AMEI,simplesmente:fotos e receitas.
    Mil beijos e muito obrigado.

    • Trembom

      Monica, é um prazer dividir. São pessoas como vc que fazem este blog valer a pena.

  • Claudia

    Responder

    As duas postagens sobre Paris soam como uma doce provocação. E você se acabou de comer todas delícias que menciona? Ou será que você é como eu que come com os olhos, ou seja, eu me satisfaço só de olhar e perco a vontade de comer só de olhar tantos doces juntos. Mas estou louca para provar a torta de maça revisitada da Patisserie des rêves que é simplesmente irresistível. Em julho eu e Per passamos 10 dias na região da Alsácia e de Champagne. Estávamos em Reims tinhamos combinado que uma ida até Paris para passar o dia e comer torta de maça, era uma horinha de carro de Reims, mas no fim desistimos de ir pois estava chovendo e a gente decidiu que prefere circular pela perifa das grandes cidades mesmo. Ficamos em Reims mais uns dias e foi tão bom! Acabei indo parar em Niedermorschwihr e me acabando de comer doces de ameixas por lá…

    Bj,

    C.

    • Trembom

      Claudia querida, não comi horrores, mas só a quantidade de açúcar me fazia tremer. Ah, mas era tudo tão bom. Comi também ótimas tartines com pão sourdough excelente. Quem me dera me dar por saciada só de olha. Bom, mas o prazer é degustar, não? Não conheço a Alsacia. Adoraria fazer uma road trip pela França, assim tipo final de primavera.

  • Patricia Scarpin

    Responder

    Esse bolo parece tão molhadinho, Tina – do jeitinho que a Jéssica gosta, vou fazer pra ela!

    Amei os teus passeios – e Pierre Hermé é vida! 😀

    xx

    • Trembom

      Amiga, faze então. As avelãs ou mesmo amêndoas ou castanhas se usadas vão contribuir para deixar o bolo bem húmido.

  • Ameixinha

    Responder

    Esta postagem converte até os não apreciadores de chocolate 🙂 Ainda bem que eu não preciso de ser convertida. Paris é um destino aliciante mesmo! Este bolo bem que podia estar à minha frente agora!

    • Trembom

      O querida, é uma pen a mesmo não morarmos lado a lado. Nos sentariamos para comer bolo e fofocar da viagem.

  • Moira

    Responder

    Olá,
    Uma belíssima reportagem que vou guardar para uma próxima visita a Paris, cidade que me deixou muitas saudades.
    O bolo é mesmo como eu gosto de textura húmida.
    Apenas uma nota nos ingredientes você menciona amêndoa, convém alterar para avelã 😉
    Já agora, posso perguntar como se faz o creme que está na colher?
    Bjs
    Moira

    • Trembom

      Moira, super obrigada pelo toque. Já consertei lá. Te mandei um email para contar que o creme da colher é caramel beurre salé. Foi comprado. Não o fiz.

      • Moira

        Obrigada pela resposta, eu vi o e-mail mas nem agradeci, mas fiquei tão curiosa com o creme que já procurei uma receita, no fim de semana vou experimentar a ver como sai.

  • argas

    Responder

    Que aspecto guloso!!

    • Trembom

      Letícia, Então quem sabe um dia vamos sofrer este martírio juntas.

      Argas,é de comer com gula!

  • Leticia

    Responder

    Que delícia de viagem!!!! Eu me candidato ao sacrifício de te acompanhar a L’Etoile d’Or… : D
    Bjs

Leave a Comment