Bolo de Canela e Maçã para o Chá da Tarde

1 Comment

Sou grande fã da Australiana Donna Hay. Quem já me conhece um pouco bem sabe disso. Embora nunca tenha ido à Austrália e ache que Australiano tem mania de grandeza horrorosa, admiro as aventuras do antipodeans na cozinha. São criativos, inovadores..Tiro o chapéu para eles mil vezes.
Esta receita é de uma revista da DH – primavera de um ano do qual não me lembro.Sei que não estamos na primavera por aqui, mas é temporada de maçã. O bolo é simples, o que na Austrália, EUA e Inglaterra se chama de butter cake. Um dos tipos de bolos mais simples e incrivelmente deliciosos. Quase todo mundo já fez um destes ‘bolos amanteigados'(vou chamá-los assim) na sua vida. O segredo é o bater da manteiga com o açúcar para encher a massa de ar, o que vai fazer com que o seu bolo se levante com orgulho. A alquimía esta no casamento da gordura com o líquido, o que vai dar cremosidade à massa.
Segundo a Flor Braker, uma famosa e poderosa bolera (que ela não se ofenda com o título) norte-americana, se o seu bolo ‘amenteigado’ pede leite não se acanhe de substituí-lo por iogurte, café, suco de laranja, suco de maça – basicamente um outro elemento líquido. Estas receitas são facilmente identificadas, pois se vai pedir que você bata a gordura (em temperatura ambiente) com o açúcar até que a mistura fique clarinha e bem cremosa. Ela recomenda que se bata estes dois elementos por pelo menos 4 minutos – a sua massa vai ficar cheia de bolhas, e proporcionará o crescimento do bolo. Os ovos serão adicionados gradativamente, batendo-se bem entre cada adição. Desta forma a cremosidade é preservada e mais ar é incorporado. Até aqui o seu bolo já será um sucesso. Quando os ingredientes líquidos e sólidos (farinha, etc.) forem incorporados já será manualmente para não criar desarmonia na massa. Use uma colher de pau, mexa para misturar e não excessivamente. Caso contrário você estourará todas as bolhas e bye, bye bolo fofo e lindo. Bom, já que enchi vocês de história (poderia falar mais), vou dar a receita logo antes que você se mande para outro blog.

Ingredientes:

  • 185g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 1 ¼ xícaras de açúcar (281g)
  • 1 ½ colher de chá de extrato de baunilha
  • 3 ovos
  • 2 ¼ xícaras de farinha de trigo (281g)
  • 3 ovos em temperatura ambiente
  • 2 ¼ colheres de chá de fermento para bolo
  • 1 ½ colheres de chá de canela em pó
  • ¼ xícara de leite (60ml)
  • 1/1 ½ maçã, cortada em fatias finas
  • 1/3 xícara de geléia de brilho levemente derretida (ou outra que tenha a disposição)

Forma retangular de 20 x 30 cm, untada e forrada com papel manteiga. Pre-aqueça o forno – 220oC.

Coloque a manteiga, açúcar e extrato de baunilha na batedeira (ou use o muque) e bata bem até que vc fique com uma mistura bem cremosa e clarinha. Vá acrescentando os ovos, um por um, batendo bem antes de cada adição. E bata bem após acrescentar o último ovo. Desligue a batedeira se estiver usando, e acrescente os sólidos e o leite, mexendo com uma colher de pau para que se incorporem à massa. Seja delicada com a sua massinha cheia de bolhas. A mistura fica grossa.

Transfira para forma, espalhe com uma espátula, e arrume as fatias de maça sobre a massa usando o motivo que você quiser/mais gostar. Pincele com a geléia de brilho e leve ao forno. As minhas maçãs estão rosas porque só tinha geléia de amoras.

Asse poro 30 minutos – após os 25 já dê uma checada.

Retire do forno, dê mais uma pincelada com a geléia e deixe esfriar na forma. Adoro servir com um pouco de iogurte natural do lado.

1 Comments
  • Rose

    Responder

    Oi Valentina,
    Vou experimentar a receita do “Bolo de Canela e Maçã para o Chá da Tarde” e fiquei na dúvida se a quantidade de ovos é esta mesma…….6 ovos?
    abçs,Rose

Leave a Comment