Beijos de dama

5 Comments

Estar na casa da minha família tem muitos bons pontos, em particular o fato de que tenho uma audiência interessante que prova as receitas que faço. Isso tem me feito produzir horrorosamente – estou na cozinha quase todo dia.
Ontem fiz uns docinhos típicos do norte do Brasil – Pará e Amazonas. Chamam-se beijos de dama.Levam castanha-do-Pará (ainda não me acostumei a dizer castanha-do-Brasil). A receita foi retirada do livro Viagem Gastronômica através do Brasil. Os biscoitinhos são deliciosos, com um gostinho e perfume bem característico de castanha. Me lembram um pouco uns biscoitinhos de castanha-do-Pará da minha mãe, só que na receita da mamãe não havia ovo. Usa-se amido de milho. E nesta receita não se usa o amido. O servi em forminhas de doces e eles estão sendo devorados numa boa velocidade.
Quanto ao equivalente de medidas ainda estou sofrendo com a falta de balança na minha mãe e tenho utilizado um copo plástico que vem com medidas. A medida de 1 xícara está no mesmo nível de 150g de farinha de trigo.

Ingredientes:

  • 1 xícara de açúcar
  • 1 ½ xícara de castanhas-do-Pará torradas e moídas
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de manteiga
  • 1 gema

Cobertura:

  • 100g de chocolate de cobertura escuro picado

Aqueça o forno em temperatura média (180°C). Unte uma assadeira de 40 cm x 32 cm com manteiga

Prepare a massa: numa tigela peneire o açúcar, junte as castanhas, a farinha de trigo e a manteiga.Esfregue a mistura entre as mãos até obter uma farofa. Acrescente a gema e misture com as pontas dos dedos até formar uma massa homogênea.
Faça pequenas bolinhas com a massa (2cm de diâmetro). Distribua na assadeira e leve ao forno preaquecido. Asse por cerca de 20 min – deve estar dourado. Retire e deixe esfriar fora da forma.
Para preparar a cobertura de chocolate é só derreter o chocolate em banho Maria . Tire do calor e deixe esfriar. Pegue um garfo e mergulhe os dentes no chocolate derretido, deixando escorrer sobre os biscoitos formando linhas.Deixe secar e sirva.

5 Comments
  • valentina

    Responder

    Karen, são uma delícia, Também não gosto deste papo de castanha do Brasil.Pat, amei cada segundo que passei naquela cozinha. Já vi uns biscoitinhos italianos com o nome parecido mas outros ingredientes ( bacci de dona – ou algo assim).Miki, faça pois sei que amas castanha do Pará. Ah, as louças da mamÃe são muito bonitas.Ela coleciona xícaras.Tânia, não me faças rir. Olha, sÃo legais sim pois foram só o que usei lá na mamãe amiga. Se fizer o docinho me conte.

  • Tânia Saj

    Responder

    puxa, me sinto bem menos inferior ao saber que sua mãe TAMBÉM não tem uma balança…..rs…Mas estes copinhos-medida são fantásticos, não acha?Sobre mais esta sua obra-prima de docinho, o que posso comentar?? Que vou providenciar castanhas para poder experimentar.Bjs, querida!

  • miki w.

    Responder

    esse docinho me fisgou arrebatadoramente, valentina! tudo é perfeito nele:– vai castanhas-do-pará (castanhas do brasil, além de estranho é um nome feio na minha opinião, fico com a velha denominação :-p)– tem um nome lindo (beijos de dama combina perfeitamente com ele!)– está acompanhado por uma xícara de porcelana casca-de-ovo que eu amo!beijos, miki

  • Anonymous

    Responder

    Valentina, vejo que vc transformou mesmo a cozinha da sua mãe no seu laboratório! Que bacana isso! Acho delicioso cozinhar para um “público” assim, eager to try new things! Que lindinhos os biscoitos! E o nome deles, então, que charme? Esse toque de chocolate deve ficar delicioso com o sabor das castanhas. Hum…

  • Karen

    Responder

    Devem ser muito bons!Eu digo castanha do Pará, Brazilian nuts é para os gringos!

Leave a Comment